Início » Brasil » Pesquisa em que brasileiros apoiavam ataques às mulheres estava errada
equívoco do Ipea

Pesquisa em que brasileiros apoiavam ataques às mulheres estava errada

Segundo o Ipea, erro foi causado pela troca de gráficos. Na verdade apenas 26% dos entrevistados concordaram com a afirmação

Pesquisa em que brasileiros apoiavam ataques às mulheres estava errada
Assim que o erro foi detectado, o diretor de Estudos e Políticas Sociais do Ipea pediu demissão do cargo (Reprodução/Internet)

O Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) informou nesta sexta-feira, 04, que a pesquisa divulgada na semana passada, informando que 65% dos brasileiros afirmam que “mulheres de roupas curtas merecem ser atacadas”, estava com os dados errados.

Segundo o Ipea, a porcentagem correta de pessoas que concordaram com essa afirmação é de 26%. Assim que o erro foi detectado, o diretor de Estudos e Políticas Sociais do Ipea, Rafael Guerreiro Osorio, pediu demissão do cargo.

O instituto informou que o erro foi causado pela troca de gráficos. Outros dois dados da pesquisa também apresentavam equívocos. Na verdade os 65% dos entrevistados disseram concordar com a afirmação de que “mulher que é agredida e continua com o parceiro gosta de apanhar”.

Sobre a afirmação de que “em briga de marido e mulher, não se mete a colher”, 58,4%  dos entrevistados concordaram, diferentemente dos 47,2% divulgados anteriormente. Os dados dessa afirmação foram trocados pelos da frase “o que acontece com o casal em casa não interessa aos outros”.

Na semana passada, a pesquisa gerou revolta nas redes sociais e levou até mesmo a presidente Dilma Rousseff a se manifestar.

 

 

Fontes:
O Globo-Ipea admite erro em pesquisa que apontou que maioria dos brasileiros apoiava ataques a mulheres

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Luis Barati Silva disse:

    É um absurdo: primeiro fazem perguntas tendenciosas direcionadas para o tipo de resposta que eles querem; depois, não satisfeitos, confundem tudo dizendo claramente que eles queriam o resultado apresentado, a pergunta e a resposta pouco importa.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *