Início » Brasil » Pesquisa mostra que Dia dos Pais terá poucos presentes
PAI HERÓI

Pesquisa mostra que Dia dos Pais terá poucos presentes

Uma pesquisa do Boa Vista SCPC não reserva boa coisa para os pais neste segundo domingo de agosto

Pesquisa mostra que Dia dos Pais terá poucos presentes
Crise econômica afeta as boas intenções de quem carrega o papai no bolso (Foto: Flickr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Se é verdadeiro o ditado “ser mãe é padecer no paraíso”, uma pesquisa do Boa Vista SCPC não reserva boa coisa para os pais neste segundo domingo de agosto. Estudo feito com 1.700 consumidores mostra que 61% deles não devem comprar o presente nesta data comemorativa, um aumento de 33 pontos percentuais em relação ao ano anterior, quando apenas 28% não presentearam.

A crise econômica vai mesmo afetar as boas intenções de quem carrega o papai no bolso e a mamãe no coração. Segundo o levantamento, feito entre os dias 10 e 25 de julho, a maioria dos consumidores (61%) não manifestou a vontade de comprar sequer uma lembrancinha para o “velho”, deixando a data passar em branco.

Entre os motivos alegados estão a falta de condição financeira (23%), seguida do desemprego e da contenção de despesas (ambos com 18%), priorização de outros pagamentos ou gastos (17%), perda do poder de compra (9%) e o aumento dos preços (5%). Outros 10% informaram que não comemoram a data.

Entre os que vão comprar o presente dos pais, 66% pretendem gastar menos ou a mesma quantia (em 2016 eram 64%). Dos consumidores que pretendem gastar menos neste ano, 59% alegam a situação econômica do país, 17% a contenção de despesas, 15% a priorização de outros gastos, 7% a diminuição da renda e 2% têm outros motivos. O valor médio a ser gasto com o presente será de R$ 166,46 – 53% a mais que os R$ 108,40 do ano passado.

Filhos levarão o preço em conta na hora de presentear

A pesquisa mostra que, entre os que vão dar algum presente, a grande maioria vai optar por roupas, calçados, perfumes ou acessórios (70%), celulares (8%), itens de informática e eletrônicos (5%), com almoço, viagem ou entretenimento (5%) e outros 12% com bebidas ou ferramentas.

Entre os pais ouvidos na pesquisa, 30% deles se contentariam com um almoço, viagem ou entretenimento. Roupas, calçados e perfumes são os preferidos de 24% dos entrevistados. Celulares (20%), bebidas (19%) e eletrônicos (7%) vêm em seguida.

A escolha do presente do Dia dos Pais será feita levando em conta o preço, a promoção ou o desconto para 35% dos consumidores. Somente 19% dos filhos vão considerar a vontade dos pais. Para 85% dos consumidores, a compra do presente comprometerá menos de 25% da renda.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *