Início » Brasil » Petrobras aprova abertura de capital da BR Distribuidora
ECONOMIA

Petrobras aprova abertura de capital da BR Distribuidora

Medida faz parte do plano de venda de ativos da estatal. Estimativa é que ela gere uma arrecadação de US$ 21 bilhões até 2018

Petrobras aprova abertura de capital da BR Distribuidora
A abertura de capital vem sendo planejada há meses (Foto: BR Distribuidora)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Petrobras aprovou a abertura de capital da sua subsidiária BR Distribuidora. A decisão foi tomada na última terça-feira, 11, pelo Conselho Administrativo da empresa. A abertura se dará por meio de uma oferta pública secundária de ações, quando são ofertadas ações já existentes.

Em um comunicado, a Petrobras informou que, embora aprovada pelo conselho, a abertura de capital ainda está sujeita à aprovação dos órgãos internos da Petrobras e da BR, bem como à análise e à aprovação dos respectivos entes reguladores, nos termos da legislação aplicável.

“A presente comunicação não deve ser considerada como anúncio de oferta e a realização da mesma dependerá de condições favoráveis dos mercados de capitais nacional e internacional”, diz o comunicado.

A abertura de capital faz parte do plano de venda de ativos da estatal. A estimativa é que a medida gere uma arrecadação de US$ 21 bilhões entre 2017 e 2018.

A abertura de capital vem sendo planejada há meses, como um projeto alternativo à venda do controle da empresa a apenas um sócio, plano criado em 2015, na gestão de Aldemir Bendini. Em 2015, quando a Petrobras começou seu programa de venda de ativos para reequilibrar as finanças, a abertura de capital chegou a ser cogitada, mas foi descartada por conta do cenário econômico desfavorável.

Diante disso, a Petrobras optou por um novo plano: a busca de um sócio. Inicialmente a estatal ofereceu 49% de suas ações. Posteriormente, diante da falta de interessados, esse percentual subiu para 51% mais uma ação. Novamente, a instabilidade política e o receio dos investidores afastaram interessados.

Em junho do ano passado, o atual presidente da Petrobras, Pedro Parente, iniciou uma nova forma de gestão, considerada mais técnica que a anterior. A estatal passou a revisar com mais frequência o preço da gasolina e do diesel. Antes as revisões eram mensais; hoje podem ser até diárias.

Fontes:
O Globo-Petrobras aprova abertura de capital da BR Distribuidora

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *