Início » Brasil » Petrobras contrata empresas independentes para apurar denúncias da Operação Lava-Jato
investigação

Petrobras contrata empresas independentes para apurar denúncias da Operação Lava-Jato

Estatal é investigada por autoridades do Brasil e dos Estados Unidos

Petrobras contrata empresas independentes para apurar denúncias da Operação Lava-Jato
Petroleira já vem sendo investigada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pela Security Exchange Commission (SEC) (Reprodução/Veja)

A Petrobras anunciou na última segunda-feira, 27, que contratou duas empresas privadas para apurar as denúncias da Operação Lava-Jato. Por meio de nota, a estatal divulgou que os contratos foram assinados no último final de semana, e que uma das companhias é americana.

A petroleira já vem sendo investigada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pela Security Exchange Commission (SEC), órgão regulador do mercado financeiro dos Estados Unidos. A primeira, exige que a Petrobras remeta à autarquia o relatório final de sua investigação interna sobre as denúncias apuaras na Lava-Jato.

Com as contratações, a estatal objetiva “apurar a natureza, extensão e impacto das ações que porventura tenham sido cometidas no contexto das alegações feitas pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa, bem como apurar fatos e circunstâncias correlatos que tenham impacto material sobre os negócios da companhia”, conforme o comunicado.

O documento também esclarece que a instituição já pediu acesso aos autos da investigação relacionada à Operação Lava Jato – incluindo os processos por lavagem de dinheiro, organização criminosa e o conteúdo da delação premiada de Paulo Roberto Costa. Falta a autorização judicial, acrescentou a estatal.

Depoimento de Youssef é cancelado

O depoimento do doleiro Alberto Youssef à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Petrobras, marcado para a próxima quarta-feira, 29, foi cancelado pelo senador Vital do Rego.

O cancelamento foi informado à 13ª Vara Federal de Curitiba na manhã da última segunda-feira, 27. O doleiro, que firmou um acordo de delação premiada junto ao Ministério Público Federal, no âmbito da Operação Lava Jato, segue internado desde o último sábado, 25, no Hospital Santa Cruz, em Curitiba.

O médico Rubens Darwich informou que o quadro de Youssef se mantém estável e que os exames estão dentro da normalidade. O paciente, segundo o boletim, está “lúcido e orientado”. Até o momento não há previsão de alta hospitalar.

Youssef afirmou aos médicos ter perdido os sentidos ao descer do beliche onde estava deitado na cela. Segundo a Polícia Federal, essa é a terceira vez que o doleiro necessitou de atendimento de urgência desde março passado, quando foi preso.

Segundo o último boletim médico, divulgado nesta terça-feira, 28, Youssef iniciou tratamento de fisioterapia e reposição de nutrientes,por estar debilitado. Seu quadro permanece estável e ainda não há previsão de alta.

 

Fontes:
O Globo-Petrobras contrata duas empresas independentes para apurar denúncias da operação Lava-Jato
O Globo-Depoimento de Youssef à CPI é cancelado; estado de saúde de doleiro se mantém estável
O Globo-Youssef inicia fisioterapia, mas não tem previsão de alta

1 Opinião

  1. carlos azambuja disse:

    Por que contratar empresas independentes e não apelar para a Polícia Federal? Têm algo a esconder?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *