Início » Brasil » Petrobras: o roteiro da abertura do pré-sal
Coluna Esplanada

Petrobras: o roteiro da abertura do pré-sal

Desvalorizada pela corrupção, mal vista no mercado, pegando dinheiro emprestado na China, a Petrobras não tem um tostão para explorar o tesouro do pré-sal

Petrobras: o roteiro da abertura do pré-sal
Roteiro está longe de ser um golpe de multinacionais de olho no petróleo do pré-sal (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O roteiro está longe de ser um golpe de multinacionais de olho no petróleo do pré-sal, como pregam esquerdopatas, mas indica a iminente perda de poder da Petrobras com o pote de ouro anunciado pelo Governo. Na última quinta, o líder do Governo no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), soprou à Coluna que vem aí projeto de mudança sobre pré-sal. Horas depois, o presidente mundial da Shell anuncia que tem ‘forte interesse’ na exploração. E ontem a agência de notícias americana Bloomberg divulga para o mundo que o Planalto repensa a participação da Petrobras na fatia, devido aos altos custos.

Resumo da tragédia

Em suma, a Petrobras, desvalorizada pela corrupção, mal vista no mercado, pegando dinheiro emprestado na China, não tem um tostão para explorar o tesouro do pré-sal.

Sem fundo

Se houver mudança na regulação, e a Petrobras perder espaço na extração, o Governo verá reduzida a fatia de royalties e do esperado fundo bilionário para a educação.

Desconversou

Ontem, o senador Delcídio desconversou. Apenas antecipou que virá aí uma resolução na Comissão de Assuntos Econômicos que pode ‘beneficiar os municípios produtores’.

Turma do coldre

Os delegados da PF fazem hoje mobilizações, fora do horário de trabalho, como tirar fotos com a faixa ‘Deixem a PF trabalhar’. ‘Há uma insatisfação generalizada. A PF viveu um ciclo de crescimento e desenvolvimento durante 12 anos consecutivos, e de 2011 para cá houve uma estagnação’, conta o presidente da ADPF, Marcos Leôncio.

Boletos vencidos

Leôncio ainda revela que algumas unidades da PF Brasil afora estão sem pagar aluguel e fornecedores importantes: ‘Algo que não acontecia há décadas. Um quadro que era passado dá sinais de retomada’. O andamento de várias investigações está em risco.

Na outra ponta

Os policiais federais também se manifestam hoje, contra a PEC 412, em tramitação no Congresso, que beneficia os delegados com maior autonomia. Segundo a Fenapef, a proposta tira poderes de fiscalização do MP sobre a instituição e o inquérito.

Intensivão online

O ex-apenado José Dirceu está fazendo um curso online de Direito Constitucional. E também aperfeiçoando a língua inglesa, pela internet.

Sem crise

A crise passa longe do bolso dos tucanos. Apenas o deputado Vitor Lippi (PSDB-SP) comprou 20 panelas para o panelaço na Câmara durante o programa de TV do PT ontem.

Lista da batina

Na página 40 da cartilha da CNBB estão listadas as organizações parceiras no projeto da coalizão pela reforma política, algumas contra os dogmas cristãos, como as que pregam aborto e invasão de propriedade: Abong, MST, Via campesina, CUT, Liga de Lésbicas.

Saturnino explica

Ex-prefeito e ex-senador, Saturnino Braga lança hoje, no Clube de Engenharia do Rio, o livro de memórias Democracia Participativa no Rio. Ficou muito lembrado como prefeito por anunciar a falência da capital. ‘O meu comportamento, ético e democrático, foi sempre tratado como frouxidão e ingenuidade’.

Segue

‘A verdade é que encontrei o município falido, quando entrei, por boicote do governo federal (de José Sarney), na época. Mas, deixei a prefeitura com grandes realizações nas áreas da saúde e da educação’, comenta Saturnino, que fora eleito com 40% dos votos.

Semana quente

Os deputados e senadores que desembarcaram ontem no aeroporto de Brasília foram surpreendidos com panfletagem da Central dos Sindicatos Brasileiros contra as MPs 664 e 665, sobre mudanças nos benefícios trabalhistas, que serão votadas esta semana.

Entre portas

Hoje, o dirigente da CSB, Antonio Neto, tem encontro com o presidente do Congresso, Renan Calheiros. A maior grita é contra as restrições sobre abono e seguro-desemprego.

Loteria do nome

Deu no Boletim de Notícias Lotéricas: os apostadores da Grã Bretanha que acertaram o nome Charlotte, dado à princesa nascida, levaram R$ 4,6 milhões nas casas de apostas.

Ponto Final

O publicitário mensaleiro Marcos Valério pintando quadros na cadeia. E Lula pintando o sete nos palanques.

Com Equipe DF, SP e Nordeste

1 Opinião

  1. Carlos U Pozzobon disse:

    Creio que a expressão “Se houver mudança na regulação, e a Petrobras perder espaço na extração, o Governo verá reduzida a fatia de royalties e do esperado fundo bilionário para a educação”, quer dizer que o governo perde royalties com o monopólio criado pelo regime de partilha, invenção do PT capitaneado por Dilma. Na verdade, a única forma do governo encher as burras de royalties é voltar ao regime de concessão e abrir o monopólio do refino. Aí sim, ele pode abandonar a Petrobras a sua própria sorte e ficar só na coleta dos impostos. O Brasil agradeceria, e o preço da gasolina iria se ajustar ao seu valor real.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *