Início » Brasil » Petrobras pede reajuste de 13% para diretores
Mesmo em crise

Petrobras pede reajuste de 13% para diretores

Estatal pede que acionistas aprovem teto de remuneração 13% acima do que foi pago no ano passado para executivos que dirigem a empresa

Petrobras pede reajuste de 13% para diretores
Estatal quer ainda aumentar a proporção de salário fixo e reduzir a de remuneração variável (Fonte: Reprodução/Bloomberg)

De acordo com uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo, mesmo em crise, a Petrobras quer que os acionistas aprovem um teto de remuneração 13% acima do que foi pago no ano passado para diretores da estatal (levando em conta a média por executivo).

A estatal quer ainda aumentar a proporção de salário fixo e reduzir a de remuneração variável, que é atrelada a resultados.

Os pedidos, visando a assembleia do próximo dia 29, são feitos em meio à maior crise da história da Petrobras e em um momento de resultados financeiros em risco.

Considerando os oitos diretores atuais da estatal, o teto médio fixo proposto é de R$ 1,6 milhão para cada executivo por ano. O valor é 22,7% superior ao que foi pago no ano passado e 9% acima do teto solicitado em 2014.

Os números citados pela reportagem estão no manual para participação de acionistas na assembleia do dia 29.

Ainda de acordo com a Petrobras, a proposta deste ano contempla inflação de 8,09% prevista pelo Banco Central para 2015.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Petrobras quer reajuste de 13% para chefes

2 Opiniões

  1. Miguel disse:

    É por isso que é preciso roubar mesmo mas desta vez os funcionários da BR porque cada vez sobra menos para eles e mais para os picaretas diretores. E não tem não, estes que vão entrar são tão picaretas como os que lá estavam. E se tiverem oportunidade, vão roubar também. E se roubarem, pena de morte sem precisar baixar a idade.

  2. André Luiz D. Queiroz disse:

    Se derem esse mesmo ajuste de 13% aos vencimentos de toda a força de trabalho da Petrobras, ok…! (estou sendo irônico, claro!)
    Ainda: “A estatal quer ainda aumentar a proporção de salário fixo e reduzir a de remuneração variável, que é atrelada a resultados.” — será que isso é justo? Talvez o seja para a força de trabalho, que teria assim um aumento de seu salário nominal mensal, ao invés de todo os anos ficar aguardando ‘de língua pra fora’ a PLR e o décimo terceiro. Mas, para diretores e gerentes, talvez não seja uma boa política, pois poderia induzir a maior ‘leniência’ quanto aos resultados da Cia…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *