Início » Brasil » PF faz buscas em apartamento de Blairo Maggi
MINISTRO DA AGRICULTURA

PF faz buscas em apartamento de Blairo Maggi

Ministro é acusado de atuar em esquema que envolve propinas a membros do Legislativo estadual em troca de apoio a projetos do Executivo

PF faz buscas em apartamento de Blairo Maggi
Maggi teria participado do esquema quando era governador de Mato Grosso (Foto: EBC)

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira, 14, a Operação Malebolge, que apura a suposta existência de um esquema de pagamento de propina a membros do poder Legislativo estadual para que estes votassem a favor de projetos de interesse do Executivo.

Cerca de 270 agentes cumprem 64 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo ministro do STF Luiz Fux, em 11 municípios do país, sendo nove em Mato Grosso, um no Distrito Federal e um em São Paulo.

Entre os alvos da operação está o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, ex-governador do Mato Grosso (MT), além de conselheiros do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) e outras autoridades do governo do estado. O prefeito da capital Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), também foi alvo de mandados.

A investigação foi aberta com base em informações da delação premiada de Silval Barbosa (PMDB), ex-governador do MT. Segundo Silval Barbosa, o esquema existiu entre 2006 e 2014 e envolveu vários governadores: Dante de Oliveira (morto em 2006), Blairo Maggi e o próprio Silval Barbosa.

Entre os crimes investigados estão corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa, gestão fraudulenta de instituição financeira, crimes contra a ordem tributária e obstrução de investigação criminal, mediante pagamento de delatores para que mudassem suas versões dos fatos e a investigados para que não fechassem acordo de colaboração com a Justiça.

Silval Barbosa foi preso em março de 2016, na Operação Ararath, sob acusação de transformar sua gestão em um abrigo para corrupção. Outros 11 auxiliares diretos de Barbosa também foram presos na operação.

Diante das informações prestadas por Barbosa, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidiu pedir ao STF, em agosto deste ano, a abertura de um novo inquérito. O pedido foi aceito por Fux, dando início a Operação Malebolge, como um desdobramento da Ararath. Ao aceitar o pedido, fux chamou atenção para o tamanho do esquema. “A delação é monstruosa pelo número de anexos, pelo número de crimes delatados e pelo número de autoridades envolvidas”, disse o ministro.

Fontes:
O Globo-PF cumpre mandado de busca e apreensão no apartamento do ministro Blairo Maggi

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Áureo Ramos de Souza disse:

    Eu gostaria de saber quem não está aparecendo nestas falcatruas, nestas fraudes, nestas compras de voto. quais políticos sérios?

  2. laercio disse:

    Sem dúvida a polícia federal está trabalhando muito e eficazmente! Entretanto precisamos de uma constituição nova, do contrário a polícia federal tá que manter e aumentar o ritmo atual mas não haverá receita, daí a PF cairá em descredibilidade.
    O plano subliminar, de que todos futuros políticos, é este, ou seja, mostrar uma polícia federal fraca através da manipulação de informação.
    A polícia federal sempre terá sua qualidade mas a falta de verba será trabalhada, pela mídia, para dar a impressão de ineficácia por parte da polícia federal.
    O exército inimigo está sendo revelado perante a vocês povo! Uma mídia especializada em manipular informações que serão comercializadas por políticos sedentos por poder e dinheiro; tal exército vem atuando no Brasil a quase trinta anos e ninguém falou sobre ele! Já perceberam sua presença mas não falam sobre ele; todavia os resultados provocados por ele estão bem latentes, se mostram por meio do cais social que hoje se chama Brasil.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *