Início » Brasil » PF pede mais 90 dias para apurar atentado contra Bolsonaro
INQUÉRITO

PF pede mais 90 dias para apurar atentado contra Bolsonaro

Adélio Bispo confessou a autoria do crime e está detido em um presídio federal

PF pede mais 90 dias para apurar atentado contra Bolsonaro
Adélio Bispo foi o autor do ataque contra Bolsonaro em setembro do ano passado (Fonte: Reprodução/Agência Brasil/Divulgação/Assessoria de Comunicação Organizacional do 2° BPM)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Polícia Federal (PF) de Minas Gerais pediu à Justiça mais 90 dias para concluir o inquérito que apura quem financiou a defesa de Adélio Bispo, autor do ataque contra Jair Bolsonaro no dia 6 de setembro de 2018, ainda durante a campanha eleitoral.

O advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior, que é responsável pela defesa do agressor confesso, afirma que manterá o nome de quem o contratou sob sigilo profissional. No fim de dezembro, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao advogado com o objetivo de tentar identificar quem financiou a defesa de Adélio Bispo.

O então candidato à presidência Jair Bolsonaro levou uma facada durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), sofrendo lesões no intestino. Adélio Bispo de Oliveira, que confessou a autoria do crime, está detido no presídio federal em Campo Grande (MS).

Bispo foi indiciado e se tornou réu por atentado pessoal por inconformismo político. O procurador autor da denúncia feita pelo MPF e aceita pela Justiça afirma que o agressor planejou o ataque com antecedência com o objetivo de tirar Jair Bolsonaro da disputa presidencial.

Já a defesa de Adélio Bispo afirma que o ataque foi “fruto de uma mente atormentada e possivelmente desequilibrada” em função de um problema mental atribuído ao agressor.

Fontes:
EBC - PF pede 90 dias para fechar inquérito sobre atentado contra Bolsonaro

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *