Início » Brasil » PF vê contradição em depoimento de Lula
OPERAÇÃO ALETHEIA

PF vê contradição em depoimento de Lula

Relatório da PF destaca que o ex-presidente afirmou que não conhecia ex-diretor da OAS, que aparece ao seu lado em fotos

PF vê contradição em depoimento de Lula
Lula disse em depoimento à PF que não conhecia o ex-diretor da OAS Paulo Gordilho (Foto: Wikimedia)

Um relatório da Polícia Federal (PF) aponta que há contradições no depoimento dado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Operação Aletheia, em 4 de março deste ano, quando foi alvo de um mandado de condução coercitiva. Na ocasião, Lula teria dito que não conhecia o ex-diretor da construtora OAS Paulo Gordilho.

A PF investiga indícios de que a OAS tenha feito o pagamento de benfeitorias no Sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), e no tríplex do Edifício Solaris, no Guarujá, que para a força tarefa da Operação Lava Jato pertencem ao ex-presidente Lula. Há a suspeita de que a empreiteira tenha feito pagamento de propina, em função de contratos firmados com o governo federal.

Atualmente, a OAS é dona do apartamento no Guarujá. Além disso, a empreiteira – junto à Odebretch – teria feito obras no sítio em Atibaia, que está no nome de dois sócios de um dos filhos de Lula. No entanto, o relatório da PF destaca uma troca de mensagens envolvendo Paulo Gordilho, sua filha, Isnaia e Léo Pinheiro, dono da OAS, que aponta que tanto o ex-presidente quanto a ex-primeira-dama Marisa Letícia teriam participado diretamente das obras.

De acordo com o documento da PF, uma troca de mensagens entre Paulo Gordilho e sua filha indica que o executivo se encontrou com Lula, Marisa Letícia e Leo Pinheiro no sítio em Atibaia para tratar de assuntos de arquitetura do local. “As mensagens demonstram a atuação de Paulo Gordilho, e consequentemente da Construtora OAS, em obras realizadas no sítio em Atibaia/SP, indicando ainda a ciência por parte do ex-presidente Lula acerca do assunto”, diz texto do relatório.

Além disso, Lula teria dito no depoimento que Gordilho não teria participado da reforma no tríplex do Guarujá. “De forma que, mais uma vez, as declarações (de Lula) são no sentido contrário dos fatos, pois em troca de mensagens entre Paulo Gordilho e Léo Pinheiro, quando este questiona Paulo Gordilho se o projeto da cozinha do Guarujá estaria pronto, Paulo Gordilho responde de forma afirmativa”, diz a PF no documento.

Outro ponto destacado foi uma foto de um encontro entre Lula e Paulo Gordilho em fevereiro de 2014. Segundo um laudo da PF, foram encontradas 10 fotos com o registro da reunião no sítio em Atibaia.

A defesa do ex-presidente afirma que apesar de frequentar o sítio em Atibaia, Lula não é proprietário do imóvel. Em relação ao apartamento no Guarujá, a defesa diz que a ex-primeira-dama Marisa Letícia havia adquirido uma cota para comprar o imóvel, mas desistiu e foi reembolsada pela OAS, já que a obra não foi entregue a tempo.

Em nota, o Instituto Lula destacou que o ex-presidente teria dito em depoimento que não conhecia Paulo Gordilho pelo nome. “O ex-presidente não é obrigado a conhecer ou lembrar de todas as pessoas com quem tirou foto, muito menos o nome completo de alguém que tirou foto com ele dois anos antes do depoimento”, diz um trecho da nota.

Fontes:
Estado de S. Paulo-PF aponta contradição em depoimento de Lula
G1-Laudo da PF aponta contradição em depoimento de Lula feito em março

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Markut disse:

    Mesmo com o mais puro contorcionismo lulo petista, através da tropa de choque de advogados e simpatizantes, o conjunto da obra deixa o sabor de um único objetivo ,qual seja a tomada do poder absoluto, lastreada em ideologias superadas e distorcidas e regada com interesses espúrios, de quem venha a ter a chave do cofre e a caneta, nas mãos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *