Início » Brasil » PF vê indício de propina a Pezão
GOVERNADOR DO RIO

PF vê indício de propina a Pezão

Governador do Rio teria sido beneficiado com os valores de R$ 140 mil e R$ 50 mil, segundo anotações apreendidas

PF vê indício de propina a Pezão
Assessoria do governador afirmou que ele 'continua à disposição da Justiça para prestar todos os esclarecimentos a respeito das investigações' (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

A Polícia Federal afirma ter encontrado indícios de repasses de propina para o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. A informação, divulgada nesta quinta-feira, 9, foi encaminhada ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

O nome de Pezão aparece, em dois momentos, em anotações apreendidas no apartamento de Luiz Carlos Bezerra, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. Bezerra é apontado como um dos operadores do ex-governador Sérgio Cabral, preso pela PF em novembro do ano passado. Pezão teria sido beneficiado com os valores de R$ 140 mil e R$ 50 mil, segundo as anotações.

A assessoria do governador informou, em nota, que ele “continua à disposição da Justiça para prestar todos os esclarecimentos a respeito das investigações. Pezão ressalta que suas contas já foram analisadas em processos anteriores da Polícia Federal, e estes foram arquivados”.

Em relatório, a PF afirma que “verificaram-se alguns escritos que podem servir de elementos probatórios que vinculam o governador atual do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando de Souza, no possível esquema de recebimento de propina de um dos operadores financeiros do ex-governador Sérgio Cabral, também preso na operação Calicute”.

Como o governador tem foro privilegiado, a documentação deve ser encaminhada ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). O documento será analisado pelo Ministério Público Federal, que dará o parecer sobre o caso.

Fontes:
G1 - PF encontra anotações com indícios de propina a Pezão

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. laercio disse:

    Sempre dinheiro! está em todas, é incrível!
    Se há um estado de coisas jurídicas que permitem recursos, foro privilegiado e outros dispositivos, é notório que tais meios serão usados para “diluir” as grandes aberrações fazendo com que as mesmas sumam do senário público, aliás senário esse que se mostra eficaz como pano de fundo nas ações da lava jato, caso não houvesse tal pano de fundo o muito da opinião pública já estaria ofuscado e provavelmente a operação lava jato nem mais existisse.
    Os “ratos contemporâneos” moldam as leis para ganhos pessoais (legisladores, defensores e políticos)…A complexibilidade legal se faz desfavorável ao país.

  2. Lucinda Telles disse:

    O pé-grande estava cercado de mal-feitores, será que ele era uma vestal do templo. Não creio.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *