Início » Brasil » PF volta a prender Geddel Vieira Lima
DIGITAIS EM 'BUNKER'

PF volta a prender Geddel Vieira Lima

Segundo juiz, prisão é para evitar 'a destruição de provas imprescindíveis à elucidação dos fatos'

PF volta a prender Geddel Vieira Lima
Geddel estava em prisão domiciliar desde 12 de julho (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), que estava em prisão domiciliar desde o dia 12 de julho, voltou a ser preso preventivamente na manhã desta sexta-feira, 8, por decisão da Justiça Federal em Brasília.

Leia também: Dinheiro atribuído a Geddel totaliza cerca de R$ 51 milhões

Agentes da Polícia Federal (PF) chegaram ao prédio de Geddel, em Salvador, por volta das 5:40h. O ex-ministro será levado para Brasília.

O pedido de prisão, que foi assinado pelo juiz Vallisney de Souza, ocorre após a PF ter encontrado na última terça-feira, 5, R$ 51 milhões em espécie dentro de caixas e malas em um apartamento supostamente ligado ao peemedebista, também em Salvador.

O juiz argumenta que a prisão é para evitar “a destruição de provas imprescindíveis à elucidação dos fatos”. Além de Geddel, também foi preso seu ex-assessor Gustavo Ferraz, atualmente diretor da Defesa Civil de Salvador.

A Polícia Federal encontrou digitais de Geddel e de Ferraz no apartamento onde estavam os R$ 51 milhões. A operação que encontrou o dinheiro foi batizada de “Tesouro Perdido”. Trata-se de um desdobramento da Operação Cui Bono, que já está na quarta fase e que apura supostas fraudes em liberações de empréstimos na Caixa Econômica Federal.

Fontes:
Folha de S.Paulo - PF prende Geddel após descoberta de 'bunker' com R$ 51 milhões

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *