Início » Brasil » PGR pode investigar Bolsonaro por peculato e improbidade
BRASIL

PGR pode investigar Bolsonaro por peculato e improbidade

Procurador da República enviou à PGR representações que apontam suspeita de que Nathália Queiroz era funcionária fantasma de Bolsonaro

PGR pode investigar Bolsonaro por peculato e improbidade
Nathália teria desempenhado a função, entre 2007 e 2016, no gabinete do então deputado (Foto: Alan Santos/PR)

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pode investigar o presidente Jair Bolsonaro por desvio de dinheiro (peculato) e improbidade administrativa. Isso porque o procurador da República Carlos Henrique Martins Lima, do Distrito Federal, enviou à PGR representações que apontam suspeita de que Nathália Queiroz, filha de Fabrício Queiroz, tenha atuado como funcionária fantasma de Bolsonaro.

Nathália atuou como assessora parlamentar do então deputado federal Jair Bolsonaro, entre 2007 e 2016. No entanto, ao mesmo tempo que deveria estar presente na Câmara dos Deputados, Nathália estaria trabalhando no Rio de Janeiro, em horário comercial, como personal trainer. Por isso, a suspeita do procurador é que Nathália recebia o salário, mas não exercia a função na Câmara, o que configura um funcionário fantasma.

O caso pode ou não ser investigado, dependendo da aprovação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Carlos Henrique Lima lembrou, nas representações, que um presidente não pode responder por ocorrências antes do mandato, mas pode haver uma investigação sem ação penal.

“Tem-se, portanto, que nada impede que o Presidente da República seja investigado e responsabilizado na esfera cível e, na esfera penal, veja a investigação por tais atos ter regular andamento, entendimento partilhado pela atual Procuradora-Geral da República. A imunidade restringe-se à ação penal e respectiva responsabilização por atos estranhos ao seu exercício, no curso do mandato”, explicou o procurador, segundo noticiou o portal G1.

A Secretaria de Comunicação da Presidência ainda não se manifestou sobre a questão. Nathália é filha do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), Fabrício Queiroz, que chamou a atenção do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) depois da identificação de movimentação atípicas em suas contas.

Segundo um relatório do órgão, as transações bancárias de Fabrício Queiroz chegavam a R$ 1,2 milhão, feitas por oito funcionários que estavam ou estão lotados no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Ao Ministério Público do Rio de Janeiro pela primeira vez, Queiroz negou ser dono dos valores movimentados, afirmando que fazia o “gerenciamento financeiro” dos valores recebidos pelos servidores do gabinete de Flávio Bolsonaro. Segundo Queiroz, Flávio não tinha conhecimento sobre “a arquitetura interna do mecanismo”, pois ele nunca achou necessário reportar ao parlamentar.

 

Leia também: Promotor do caso Queiroz deixa a investigação

Fontes:
G1-Procurador do DF envia à PGR suspeitas sobre Jair Bolsonaro por improbidade e peculato
Estadão-Queiroz diz a MP que ‘gerenciava’ salários

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Luiz Davi da Cruz disse:

    Eu gostaria de saber:por que toda essa perseguição pra cima do Bolsonaro.No governo anterior,ROUBAR e propina era lei.Isso autorizado pelo próprio governo. E isso nos 16 anos de gestão a imprensa não viu.

  2. Luiz Alberto Franco disse:

    Além da filha do Queiroz, Bolsonaro desviou dinheiro do contribuinte para remunerar Valderice Santos da Conceição, a “Val do Açai”, que, em lugar de trabalhar em Brasilia, tomava conta da casa de praia que ele tem em Mambucaba/Angra.

    Ver: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/01/1949719-bolsonaro-emprega-servidora-fantasma-que-vende-acai-em-angra.shtml

    A roubalheira dos governos anteriores não justifica o comportamento lamentável do atual presidente.

  3. Delúbia Maria disse:

    Todos os dias eu penso: será que hoje vou ler ou assistir algum veículo de comunicação que mostre o que está acontecendo de bom no governo Bolsonaro? E não tenho sucesso na minha procura. No entanto, tenho informações de pessoas de dentro do governo que tem muita notícia boa pra passar. Mas a imprensa insiste em massacrar esse governo. Esse “Opinião e Notícia” aqui está pior que a REDE GLOBO.

  4. Almanakut Brasil disse:

    Poder em que idiota não vota, a DITADURA de toga:

    Cadê o ressarcimento aos cofres públicos, do dinheiro que as mídias sujas receberam durante os governos da Orcrim PT?

    E o dinheiro que foi para a impUNE, sindicatos parasitas, organizações terroristas e para tudo onde o Diabo gosta?

  5. Rogerio Faria disse:

    Opinião e Notícia é o paraíso dos bolsominions. Todos com distúrbios cognitivos sérios.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *