Início » Brasil » ‘Pibinho’ alimenta boatos sobre a saída de Mantega
Expansão de 0,6%

‘Pibinho’ alimenta boatos sobre a saída de Mantega

Ministro Guido Mantega tinha a expectativa de que o PIB tivesse alta entre 1 e 1,3% no terceiro trimestre

‘Pibinho’ alimenta boatos sobre a saída de Mantega
Rumores sobre a possibilidade de Mantega deixar o cargo ganham força (Reprodução/Internet)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira, 30, que a economia brasileira cresceu somente 0,6% no terceiro trimestre deste ano na comparação com o segundo trimestre de 2012. Comparado a outros países do Brics, o Brasil registrou a pior expansão do Produto Interno Bruto (PIB) neste trimestre. A China teve aumento de 7,4%, Índia de 5,3%, Rússia de 2,9%, e África do Sul de 2,3%. O resultado está abaixo do esperado pela expectativa do mercado, mesmo se tratando do melhor registro de expansão do PIB desde o primeiro trimestre de 2011.

Mantega escorrega

As projeções do ministro da Fazenda Guido Mantega passaram longe dos dados divulgados. O ministro tinha a expectativa de que o PIB tivesse uma alta entre 1% e 1,3% no terceiro trimestre na comparação trimestral. Já a prévia do PIB, divulgada pelo Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), projetava um crescimento de 1,15% no terceiro trimestre de 2012, em relação ao trimestre anterior.

Com o baixo valor, boatos sobre a possibilidade de o ministro deixar o cargo, que ocupa desde o governo Lula, em 2006, ganharam força. Em junho, Mantega, se irritou quando o banco suiço Credit Suisse reduziu a projeção de crescimento do Brasil em 2012 para 1,2% e afirmou que esperar uma expansão inferior a 1,5% em 2012 seria uma “piada”.  Nesta sexta-feira, quando a projeção se concretizou, Mantega se disse surpreso com o resultado.

Pressão pela saída de Mantega

Em relatório divulgado nesta sexta-feira, o economista-chefe da Gradual Investimentos, André Perfeito, admitiu que há um forte boato sobre a saída de Mantega da Fazendo nos próximos dias. “Mantega fez um trabalho correto num ambiente de extrema complexidade, não faço coro com os que querem ver sua cabeça numa bandeja de prata”, salientou Perfeito, acrescentando, porém, que a conduta de Mantega não o redime dos erros que cometeu. “O principal é a comunicação truncada com o mercado. Em tempos tão líquidos isto e fatal”.

Questionada se o cargo de Mantega corre risco, a economista e professora da PUC-RJ Monica Baumgarten de Bolle afirmou que sim, ressaltando que o PIB tem boas chances de crescer apenas cerca de 1% no acumulado do ano. “A presidente Dilma Rousseff não vai querer entregar uma expansão média da economia menor do que a média do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que ficou em 2,7%. E para que esse patamar seja superado, será necessário que o PIB suba 3,8% no próximo ano, o que é muito difícil de ocorrer”, declarou.

Monica destacou ainda que o PIB e os investimentos no terceiro trimestre apresentaram resultados caóticos. “Nesse cenário de economia crescendo bem abaixo do potencial, o Banco Central deverá baixar os juros em mais 100 pontos-base no próximo ano”.

Para a presidente Dilma Rousseff, o fato de o PIB ter avançado apenas 0,6% na comparação com o segundo trimestre não é motivo para desânimo. De acordo com fontes ouvidas pela Agência Estado, Dilma confia em um crescimento maior do PIB no próximo trimestre porque acredita que a economia está reagindo às dificuldades, embora a passos lentos.

 

 

Fontes:
Estadão-PIB fraco alimenta rumores sobre saída de Mantega do governo
Folha de S. Paulo-PIB cresce 0,6% no 3º trimestre e fica abaixo das expectativas
G1-Economia brasileira cresce 0,6% no 3º trimestre, mostra IBGE

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

6 Opiniões

  1. Evandro Correia disse:

    O ministro manteguinha é muito fraco. Quando ele foi escolhido, algum jornalista perguntou a FHC se conhecia ele. A resposta: “Conheço sim, trabalhou para mim, é fraquinho”.

  2. helo disse:

    Depois dos economistas brilhantes que criaram o Plano Real, o Proer, os fundamentos e metas, ficou difícil para o Mantega causar algum entusiasmo. Correto, tentou manter as boas práticas herdadas, e alcançar um pibão. Porém, sem grandes vôos ou luzes, errou nas projeções, e acabamos com um pibinho. Sua troca entretanto é um grande risco: faltam bons economistas no PT.

  3. Mauricio Fernandez disse:

    Justiça seja feita. Mantega está se saindo muito bem em não permitir que o barco afunde de vez. Dilma não está governando nada. Apenas ocupa seu tempo apagando incendios na base aliada e alimentando sua fome de poder cada vez maior. Se não bastasse isso tem de “arrumar a casa”. Lhe entregaram uma carteira cheia de papel picado e uma conta bancaria raspada. Por acaso alguém sabe de algo que a Presidenta Dilma tenha feito até agora e que fez com que o povo tenha ficado alegre, feliz e contente? Não lembro e duvido que alguem lembre ou saiba. A única preocupação real da Dilma é com o próximo escâncdalo e que por certo virá. PIB é firula de economista e interesse de quem toma grandes emprestimos no BNDES.

  4. Dorival Silva disse:

    MAURICIO, PIB interessa a todos nós, é o termômetro da economia. Se o PIB vai mal, todos vamos mal. Precisamos é trocar o ministro manteguinha por alguém que entenda de economia. Infelizmente estão todos no PSDB.

  5. Mauricio Fernandez disse:

    DORIVAL, se retirar o componente representado pelo dinheiro do BNDES “emprestado” para a “turma” então sim todos iremos mal. O termômetro da economia irá cair ao fundo e a isso poderemos chamar de PIB ou do que melhor entendermos. É uma montruosa máquina tocada sob e para os interesses de poucos.

  6. Zé do Caminhão disse:

    MINISTRO MANTEGA.
    Ministro do (PIB) Pibinho……
    Srs.
    Chega de MENTIRAS.
    Aí, da Nisso……
    O POVO não Aguenta mais..

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *