Início » Brasil » Picciani é alvo de condução coercitiva
PRESIDENTE DA ALERJ

Picciani é alvo de condução coercitiva

Presidente da Alerj foi levado para prestar depoimento na sede da PF

Picciani é alvo de condução coercitiva
Procuradores pedem a prisão de Jorge Picciani (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

A Polícia Federal (PF) cumpriu na manhã desta terça-feira, 14, um mandado de condução coercitiva contra Jorge Picciani (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), que foi levado para prestar depoimento na sede da PF.

Os agentes também cumprem três mandados de prisão contra o empresário Jacob Barata Fiho, contra Felipe Picciani, filho do presidente da Alerj, e contra Lélis Teixeira, ex-presidente da Fetranspor. A PF cumpre ainda 35 mandados de busca e apreensão.

Os procuradores regionais da República responsáveis pela operação intitulada “Cadeia Velha”, uma referência ao prédio histórico da Alerj, pedem a prisão de Jorge Picciani e também dos deputados Paulo Melo e Edson Albertassi e o afastamento imediato de suas funções políticas na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

De acordo com os procuradores, os três parlamentares cometem crime continuado de lavagem de dinheiro. Os procuradores pedem ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) que considere flagrantes os crimes atribuídos a eles, estabelecendo assim a prisão provisória.

Investigadores concluíram que deputados estaduais, empresários e intermediários mantêm uma caixinha de propina destinada à compra de decisões na Alerj para o setor de transportes. O esquema teria começado na década de 1990 e hoje seria comandado por Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi.

Fontes:
G1 - PF faz operação para cumprir mandado de prisão contra Jacob Barata e contra o filho do presidente da Alerj
O Globo - 'Cadeia Velha': PF cumpre condução coercitiva de Jorge Picciani, e procuradores pedem sua prisão

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Laércio disse:

    Condução coercitiva é mais um daqueles adendos que os políticos agradecem…

    Políticos deveriam prestar juramento e ter tratamento igual aos destes da pátria quando em guerra.

    A missão política é fundamental para o crescimento da nação; políticos que fossem considerados culpados em algum episódio deveriam ser punidos com pena de morte! Estamos falando de traição a pátria! Toda sorte de marginais deveriam ser tratados como tal, uma vez que só destroem deveriam ser tratados como traidores da pátria.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *