Início » Brasil » Pizzolato pode ser extraditado na próxima quarta-feira
CONDENADO NO MENSALÃO

Pizzolato pode ser extraditado na próxima quarta-feira

Justiça italiana autoriza governo brasileiro a buscar Pizzolato, que terá 20 dias para montar logística da extradição

Pizzolato pode ser extraditado na próxima quarta-feira
Ex-diretor do Banco do Brasil foi condenado por peculato, lavagem de dinheiro e corrupção passiva (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O Ministério da Justiça da Itália anunciou nesta quinta-feira, 1, que o ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato pode ser extraditado para o Brasil na próxima quarta feira, 7.  O governo brasileiro terá 20 dias, contados a partir desta data, para organizar o retorno de Pizzolato ao país.

Pizzolato foi condenado no processo do mensalão pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Após a sentença de 12 anos e sete meses, ele fugiu do Brasil para a Itália em 2013, utilizando documentos do irmão morto.

O ex-diretor foi preso em fevereiro de 2014, por falsidade ideológica e permaneceu até o dia 28 de outubro daquele ano na penitenciária de Módena, quando o Tribunal de Bolonha negou sua extradição ao Brasil.

No dia 22 de setembro, o Conselho de Estado da Itália, em última instância da Justiça do país europeu, autorizou a extradição do brasileiro.

Pizzolato será encaminhado para cumprir pena em regime fechado no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Os oito meses que ficou detido na Itália serão descontados da pena estabelecida no Brasil. A partir de junho de 2016, Pizzolato poderá solicitar a progressão para o regime semiaberto.

Fontes:
G1 - Pizzolato poderá ser extraditado para o Brasil a partir de quarta-feira
R7 - Pizzolato poderá ser extraditado a partir da próxima quarta

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *