Início » Brasil » Polícia Federal prende ex-diretor da Petrobras pela segunda vez
Reviravolta

Polícia Federal prende ex-diretor da Petrobras pela segunda vez

A Suíça bloqueou US$ 23 milhões que estariam em contas do ex-diretor e de seus familiares

Polícia Federal prende ex-diretor da Petrobras pela segunda vez
A decisão foi emitida pelo Juiz Federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba (Reprodução/Fábio Rossi/Arquivo/Agência O Globo)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Agentes da Polícia Federal prenderam, novamente, nesta quarta-feira, 11, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, em sua casa, no Rio de Janeiro.

Leia mais: Ministro do STF revê decisão e solta apenas um preso da Operação Lava-Jato

A decisão foi emitida pelo Juiz Federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, com base em novas provas oferecidas pelo Ministério Público Federal (MPF) que mostram que Costa tem US$ 23 milhões em contas na Suíça.

O ex-diretor da estatal havia sido solto no último dia 19 de maio deste ano pelo ministro do STF Teori Zavascki, após ser preso na Operação Lava-Jato e cumprir 59 dias na prisão.

As contas atribuídas a Paulo Roberto Costa e a seus familiares foram bloqueadas pelo governo da Suíça. Elas estavam em nome de empresas estrangeiras sediadas em paraísos fiscais. Costa será encaminhado novamente à carceragem da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Fontes:
Folha de S. Paulo-PF prende ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa pela segunda vez
O Globo-Ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa é preso no Rio

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *