Início » Brasil » Polícia prende bando que agia em imóveis do ‘Minha Casa Minha Vida’
venda e locação ilegal

Polícia prende bando que agia em imóveis do ‘Minha Casa Minha Vida’

Entre os envolvidos estão policiais e agentes penitenciários. Criminosos lucravam R$ 2 milhões com venda e a locação ilegal de imóveis do programa social

Polícia prende bando que agia em imóveis do ‘Minha Casa Minha Vida’
Síndico do Condomínio Ferrara preso na Operação Tentáculos (Reprodução/Hudson Pontes/Agência O Globo)

Agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes Organizados e Inquéritos Especiais (Draco-IE) fazem nesta quinta-feira, 7, uma megaoperação em vários condomínios do programa ‘Minha Casa Minha Vida’ com o objetivo de desarticular uma quadrilha chamada “Liga da Justiça”.  O bando era formado por milicianos que atuavam na venda e locação ilegal dos imóveis do programa.

A ação, denominada “Operação Tentáculos”, é realizada simultaneamente nos conjuntos habitacionais de Campo Grande, na zona oeste do Rio, e em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Os agentes pretendem cumprir 27 mandados de prisão e 84 de busca e apreensão. Entre os procurados estão nove policiais militares, um policial civil e um agente da Secretaria estadual de Assistência Penitenciária (Seap).

Até as 7h desta quinta-feira, duas pessoas haviam sido presas. Um homem identificado como Ademir e o subtenente da Polícia Militar João Henrique Barreto, lotado no 40º BPM (Campo Grande). Ademir é o síndico do condomínio e seria o responsável pela cobrança indevida de taxas pela milícia que atua na região.

Segundo o delegado Luiz Augusto Braga, titular da Draco e chefe da operação, Ademir não era policial, mas é considerado o terceiro na escala dos criminosos, já que atuava como chefe de todos os cobradores. Os criminosos lucravam R$ 2 milhões por mês e atuavam desde 2011 no Condomínio Ferrara, localizado na estrada dos Cablocos, Campo Grande.

Já o subtenente Barreto era encarregado de receber e repassar aos demais membros da quadrilha as ordens dos ex-PM’s Ricardo Teixeira da Cruz, o Batman, que já cumpre pena na penitenciária federal de Campo Grande (MS), e Toni Ângelo Souza de Aguiar, o Erótico, preso em 2013.

Fontes:
O Globo-Megaoperação tenta desarticular quadrilha que age em condomínios do 'Minha Casa Minha Vida'

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. iosouza disse:

    Por que será que eu não fico surpresa?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *