Início » Economia » Internacional » A conquista do México: a jornada inesquecível de Hernán Cortés
História

A conquista do México: a jornada inesquecível de Hernán Cortés

Uma das maiores expedições militares da história teve início em Veracruz: o avanço das tropas de Hernán Cortés em 1519-20 do Golfo do México a Tenochtitlán, a sede do império asteca

A conquista do México: a jornada inesquecível de Hernán Cortés
O Estado de Veracruz, na costa do Golfo do México, é a região mais fértil do México (Reprodução / Economist)

O Estado de Veracruz, na costa do Golfo do México, é a região mais fértil do México. Ao longo da costa tropical, as enormes fazendas de cana de açúcar brilham no calor. Do outro lado da montanha na direção da capital do estado, Jalapa, com seu clima agradável a paisagem muda com as plantações de café e laranjais, e os pastos de gado e cavalos. Os mexicanos dirão que essa abundância natural é a essência de seu país. Mas muitos não percebem que até a 500 anos atrás não existiam essas plantações nem a criação de animais no México. Veracruz foi a porta de entrada dos espanhóis e das mudanças que eles introduziram.

Uma das maiores expedições militares da história teve início em Veracruz: o avanço das tropas de Hernán Cortés em 1519-20 do Golfo do México a Tenochtitlán, a sede do império asteca. Os historiadores comparam a vitória de Cortés à conquista da Gália por Júlio César. Seu protagonista, um homem esperto de 34 anos, sem praticamente nenhuma experiência militar, comandou cerca de 500 soldados e alguns cavalos em territórios habitados por guerreiros sanguinários muito mais numerosos do que o exército espanhol. Ele explorou as rivalidades tribais para conquistar uma civilização, embora com a ajuda da pólvora, varíola e da amante indígena astuciosa.

Às vezes usava a malícia; em outras ocasiões a crueldade. Queria ocupar um lugar na história, assim como no coração das mulheres. Os soldados de Cortés não só subjugaram o povo conquistado. Desde o início houve uma miscigenação com os índios, o que criou uma raça mestiça por meio da mestizaje, com a mesma língua e religião, que definiu o México atual.

Fontes:
Economist - On the trail of Hernán Cortés

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *