Início » Brasil » Política » A inveja, como diria o filósofo
Grita Brasil

A inveja, como diria o filósofo

O Ministério do Esporte não poderia ficar de fora da faxina da presidente Dilma. Por Claudio Schamis

A inveja, como diria o filósofo
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas-feiras

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Inveja. Só pode ser. Que coisa feia seu Orlando Silva. Quer dizer que ficou com inveja de seus colegas de outros ministérios e resolveu que o seu, o Ministério do Esporte, não poderia ficar de fora da faxina da presidente Dilma. E para usar a palavra da moda e instituída pela própria Dilma, poderia dizer que lá no Ministério do Esporte tá cheio de “malfeitos”, pois se eu usar a palavra “desvio” ou “roubo”, poderei ser mal interpretado. Acostumem-se. Não existe mais “roubo” de dinheiro nem “desvio” de verba no governo Dilma. Existe tão somente “malfeitos”.

'Mais foi só um pouquinho assim'

Já dizia outro grande filósofo: “Roubar é uma arte”. Mas pelo visto Orlando Silva não entende nada de pintura.

É isso que temos: um país-sede de uma Copa do Mundo e de uma Olimpíada envolvido num escândalo absurdo, e que pode ter tido R$ 49 milhões desviados para outros esportes, digamos, extraoficiais.

O que mais dói é ver que não há limites. Para eles é tudo ilimitado.

Parece até o bordão da novela O Rebu de 1975: “Quem matou? Quem roubou?” Ou quase. A diferença é que ninguém morreu. Mas quem roubou?

Tem muita coisa estranha. O denunciante que é ex-soldado da PM é rico. É dono de uma mansão em condomínio fechado e três carros importados na garagem lá em Brasília. E é “dono” de uma ONG que recebeu verba da pasta de Orlando Silva. Um dos acusados, o ministro Orlando Silva, comprou um terreno à vista por R$ 370 mil na época em que seu salário era de R$ 10 mil por mês. Mágica. Tudo isso deve ter dedo do Palocci, o mago em aumentar patrimônio num piscar de olhos.

E vem cá, se é constatado roubo, por que não chamar a polícia? O dinheiro roubado, quero dizer, o dinheiro redistribuído à revelia por um “malfeito” de uns e outros, não é público? Então, a polícia não é “pública”? Então eles deveriam se entender. Porque senão vão criar uma Comissão aqui, abrir uma CPI por ali, e vai tudo ficar por isso mesmo, até que venha outro ministro que queira ser a bola da vez.

Caso Verdade!

Uma amiga da coluna me mandou por email um depoimento que me causou tristeza, espanto, alegria, raiva, ira. Uma verdadeira salada de sentimentos. Eu não poderia deixar passar. Ela me contou que precisou de atendimento médico em Uberlândia, e foi até um hospital público. Loucura, loucura, loucura? Sabe que não. Ela conta que nem em médico particular (ela tem plano) ela foi tão bem atendida. O hospital limpo, e atendimento de causar inveja a muita cidade grande como Rio de Janeiro e São Paulo. Ela foi até a farmácia do hospital, conseguiu o medicamento no próprio hospital, recebeu quase uma aula de como tomar o remédio e saiu feliz.

Aí me vem uma única questão: por que em Uberlândia funciona? O que Uberlândia tem que outras cidades não têm? Se for comprometimento, então que busquemos pessoas comprometidas para arrumar a nossa casa. Alguma coisa continua muito errada por aí.

Uma coisa é uma coisa, uma outra coisa é uma outra coisa

Quem dita os preços é o mercado. Se há demanda muito grande os preços aumentam, e muita gente faz a festa. Se não há procura o preço cai para atrair novamente seus consumidores. Sempre se procura achar o equilíbrio, só que tem gente que deve sofrer de labirintite.

...quanto?!

Alguns preços são tão assustadores que poderia e deveria virar caso de polícia. Os preços dos estacionamentos são abusivos. Por exemplo, os preços do estacionamento nos aeroportos do Galeão e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, aumentaram 192%. No Fórum de Ipanema paga-se R$ 18,00 por uma hora. E nos shoppings? Estacionamento de shopping deveria ser grátis ou no máximo ter um valor simbólico e período único. Afinal vamos ao shopping para gastar.

Enquanto isso em Pretória

A presidente Dilma, que se encontra em Pretória, na África do Sul, está só esperando o ministro Orlando Silva bater o pênalti. Claro que sua própria cabeça parece ser a bola. O que ele vai falar hoje não sei. Sei que para o responsável pela organização da Copa do Mundo de 2014 a coisa tá feia. Diriam uns que pelo menos a sigla PT ficou fora dessa. Mas também tem que se aprender a repartir o bolo. Só o PT comendo vai acabar causando indigestão.

Será que Dilma lá da África vai mandar passar o rodo e vai comandar mais uma faxina no seu governo? Por mais um “malfeito”?

Estou começando a gostar da palavra instituída por Dilma porque tem tudo a ver. A galera não está sabendo fazer bem feito. E quem não faz bem feito, tem mesmo é que fazer malfeito. Né não, Dilma?

Orlando Silva, o cantor

Tenho quase certeza de que Orlando Silva, o cantor, diria para seu xará: “Adeus, adeus, adeus. Cinco letras que choram, num soluço de dor. Adeus, adeus, adeus. É como o fim de uma estrada”. (“Adeus – Cinco letras que choram” – Orlando Silva)

Esse Orlando sabia das coisas. Tá parecendo mesmo o fim da estrada.

Salvem as baleias. Não joguem lixo no chão. Não fumem em ambiente fechado.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

18 Opiniões

  1. Beraldo Dabés Filho disse:

    A incompetente oposição política e midiática ao PT, sempre bem representada pelo autor da matéria, está fortalecendo a imagem de Dilma Roussef como a “Presidenta Faxineira”. Bom slogan, inclusive, para a campanha da sua reeleição em 2014

    Tanta (in)competência de marketing, poderia ser reforçada com uma “Charge da Semana” aquí no O&N, mostrando a Guerrilheira, caricaturada de bruxa, voando em sua Vassoura Presidencial.

    Duda Mendonça vai babar de inveja!

  2. Carlos U. Pozzobon disse:

    Orlando Silva, a quem o ditado “roubar é uma arte” virou “roubar é um esporte”, deverá explicar as regras desse velho jogo de sair atrás do dinheiro público em alta velocidade e com incontáveis times organizados do Oiapoque ao Chuí. Sem dúvida, organizar peladas virou uma excelente maneira de lavar dinheiro, e os pecedobistas altamente adequados para as rentáveis bilheterias das disputas nas várzeas das periferias, onde os ludopédicos além de driblar os adversários e as vacas, volta e meia afundam um pé no esterco. Rapaz, isso dá uma grana preta.

    Sabendo disso, Dilma acordou e percebeu que não é o partido ideal para gerir a Copa do Mundo, um evento mais chique, mais mundano, mais glamuroso e mais consentâneo com um partido urbano, afeito à etiqueta e as grifes chiques. Resultado: tirou Orlando da parada.

    Agora, concordo plenamente que Orlando Silva, inconsolado, só está esperando que a Dilma lhe mande o convite para pegar um violão e seguir seu homônimo Rei da Voz por aí quem sabe cantando Lágrimas:
    “Ai, deixa-me chorar para suavizar/
    O que não sei dizer, mas sei sentir/
    Não prantear um amor que se perdeu/
    É a nossa alma enganar/
    E ao próprio coração querer mentir/
    Rir é quase iludir/
    É querer forçar o próprio coração a gargalhar/
    Quando ele está solitário na dor/
    A soluçar de amor”

    Salvem os líbios. Não joguem cartuchos no chão. Não fumem no meio do tiroteio.

  3. Henrique Meyer de Azevedo disse:

    Time que está ganhando, não se mexe; mas quando não está, o jeito é trocar.
    Existem diversos comandantes de clubes com as finanças em ordem, (gente do esporte) com o nome limpo e com competência administrativa.
    Acorda Brasil

  4. Luiz Mourão disse:

    O emitente articulista comete pecado capital: infere culpa onde AINDA não há evidências de tal!
    Se o articulista está se baseando, para construir suas assertivas, no que disse o repugnante hebdomadário e o não menos nojento programa de domingo de uma certa rede de TV, não está refletindo profundamente sobre a cena brasileira…
    Pergunte-se: COMO sabemos o que sabemos???
    Agora, pondere sobre os INTERESSES que tais mídias têm em demolir o segundo Governo popular no Brasil, e a forma como operam, criando factóides e lançando caca no ventilador…
    Se não há PROVAS, o Ministro AINDA é inocente…
    Mas o articulista, numa prova de que já aprendeu a ser um repórter de grande mídia, adianta juízo, julga e condena…
    Que decepcionante…

  5. Áureo Ramos de Souza disse:

    Lamento pois foi da minha época o verdadeiro Orlado Silva que nos deu adeus e o falciê que desaperece para sempre amém. Pergunto quem pode por fora o presidente Ricardo Teixeira, como pode ainda está a frente FBF.

  6. Rosa Maria disse:

    A questão é:quanto foi roubado,como e quando.Há provas ? Onde fica a tal garagem? Será que o ministro ia dar esse mole de pegar dinheiro na garagem ?? A outra foi FILMADA mas inocentada porque “ainda” não estava no cargo. O Orlando Silva,o que não canta, já foi julgado e condenado sem fotos ou filmes. Deve ser porque seu denunciante goza do mais alto prestígio e credibilidade na imprensa,digamos,investigativa…Já que são rápidos no gatilho para vender a informação, que tal usar as mesmas fontes para apresentar provas? CAUTELA ! É preciso cautela neste momento triste em que já não se tem certeza do que é fato ou articulação …Muita calma nessa hora para o atônito leitor.

  7. Marluizo Pires Cruz disse:

    Será que é simples resolver, quanto dinheiro entrou no ministério e quanto dinheiro saiu do ministério, se o dinheiro que saiu está qualificado tudo bém, se o dinheiro saiu para desqualificados algo de errado está acontecendo com o dinheiro público, pois dinheiro privado não é liberado sem interesses ou qualificação da destinação. Pois desqualificados não tem qualificação para ressarcir os cofres públicos.
    O xis da questão?
    Cofres Públicos transferindo para cofres privados é os velhos fantasmas atormentando a gestão do Brasil.

  8. Beraldo Dabés Filho disse:

    Antes de publicar um artigo que se pretenda apresentar como análise política, é recomendável alguma pesquisa, para não cair no ridículo das gafes imperdoáveis.

    Quem cantou a música “Adeus”, foi Francisco Alves, “O Rei da Voz”.

    Orlando Silva, que viveu na mesma épóca era chamado de “O Cantor das Multidões”.

    No afã de serem engraçados, alguns opositores do PT, acabam falando besteira.

    Pegou mal…

  9. helo disse:

    Dilma não faz infelizmente faxina. Os ministros caem sem investigação. O ministro da vez pede investigação, acusa o antecessor, mas parece que terá a mesma história.

    Schamis, Uberlandia tem um bom hospital público em parte porque é mantido só pelo município, o mais rico do Triângulo, não deve obediência às tabelas irrisórias do SUS, nem precisa dos pífios repasses federais. A tragédia não está lá (500 mil hab) mas em cidades pobres ou como o Rio (12 milhões de hab) onde o município atende a quase todo o estado e necessita dos repasses.
    A parte do citado bolo e que sumiu com o PT no mensalão, saberemos em janeiro quem terá a indigestão. Vamos apostar?

  10. Dorival Barroso disse:

    Dabés, de acordo com a wikipédia Orlando Silva também cantava essa música. Veja em:
    http://letras.terra.com.br/orlando-silva/125882/

  11. Beraldo Dabés Filho disse:

    Um cantor interpretar uma música de sucesso de um outro, é muito comum.

    No entanto, valerá sempre o original, por motivos óbvios e até de cunho legal.

    Se daquí a 30 anos, por exemplo, alguém se referir à música “Emoções”, do Rei Roberto Carlos, atribuindo-a ao Fagner, estará cometendo gafe semelhantentemente ridícula.

    A propósito, Orlando Dias, “O Cantor das Multidões”, iniciou a carreira imitando Francisco Alves, “O Rei da Voz”, cantando inclusive a música Adeus. Depois alçou seu próprio vôo.

    Talvez, daí a gafe, mas de qualquer forma, imperdoável e ridícula.

  12. João Cirino Gomes disse:

    Só falta uma entrevista com Daniel Dantas outra com Lulinha para justificar a genialidade do pestinha e a inocência do bandido!

    Varrem, varrem vassourinhas, jogue embaixo do tapete, mais estas imundícies e patifarias!

    Abaixo-assinado Fim da imunidade e impunidade! Ou voto Nulo, em quem promete, só visando vantagens!

    ESTE É O PRIMEIRO PASSO PARA TERMOS UM PAÍS DEMOCRÁTICO, COM DIREITOS IGUAIS E JUSTIÇA SOCIAL!

    E quem quiser ser candidato que seja, pode até mentir, mas se roubar será preso e terá que devolver aos cofres públicos os produtos de suas falcatruas!

    Pois é a oportunidade e impunidade, que esta fazendo o ladrão neste país indiferente de partido,raça,cor ou credo!

    E que adianta criticar generalizando; se os políticos desonestos continuam aprovando leis e emendas só visando seus benefícios?

    Vamos deixar bem claro> Enquanto houver IMUNIDADE PARLAMENTAR,
    ou FÓRUM PRIVILEGIADO, não haverá justiça social, nem democracia; pois em
    uma democracia, os direitos são iguais, e sempre predomina a vontade da maioria.

    Se analisarmos corretamente; somos nós mesmos; “esta população inocente”, que lhes da à chave do cofre e o poder de semi deuses, deixando que desfrutem da lei de imunidade parlamentar!

    “ESTE PROCEDIMENTO” é o mesmo que dar um cheque assinado em branco a um estranho! E quem acaba sem ação, sendo malhados e pagando contas indevidas, são os políticos bem intencionados, se é que ainda existem, os cofres públicos e o povo em geral.

    Mas com boa vontade, poderemos esclarecer boa parte da população!

    Vamos deixar claro Lista das corrupções no Brasil

    Caso esteja de acordo, divulgue; pois uma andorinha sozinha não faz verão!

    Os signatários

    http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=Janciron

  13. João Cirino Gomes disse:

    Ei gente boa vai ver que em Uberlândia não tem parentes de políticos, pelegos e nem os próprios tem hospitais particulares para desviar os remédios e as verbas destinadas a saúde!

    O Prefeito de Campinas saiu pela porta dos fundos a toque de caixa!
    Mas também pudera, ele se elegeu prometendo acabar com radares e trazer melhoria na área da saúde!

    Mas os radares se multiplicaram e ele inaugurou alguns hospitais e só consegue ser atendido quem tiver lano de saúde particular! Nos postos de saúde municipais, não tem médico e falta remédio! Aliás falta tudo!

    Se precisar de atendimento com urgência já era, vira finado!

    Mas antes do trabalhador receber o minguado salario, já descontaram o valor referente ao INSS, pode?

    Recebem antes que o trabalhador é mole?

  14. João Cirino Gomes disse:

    Sera que foi inveja?
    Clique mataram a formiguinha!
    Não é caso do ministro: Este devia levar é uma coça!

    http://www.youtube.com/watch?v=Nq0GP4yQup4

  15. wander kimam disse:

    salvem as baleias , os sem terra, os sem teto , os ser vergonhas, os mal acabados, salves o planeta terra, as geleiras. pois bem nos os politicos salvamos o dinheiro publico, deiixe conosco , nos guardamos bem guardadinho no fundo da cuecas e no fundo do sutias e no fundo das ilhas caimâs no paraiso fiscal. nao se preocupem nao brasileiros , ate negociamos com o FMI, aplicamnos ou seja emrestamos a juros modicos, nao precisa se preocubar eles mandam para nos restos hospitalares, e aii quando alguem descobrir, denunciamos e o os jornais publicam ai ele vem e eles levam de volta, tudo faixad. por quanto tempo e isto ocorrendo aqui e la, e so agora descobriram ou denunciaram.Coitado de que se mexer conosco não da nada não.Se for preciso nos politicos fazemos sumir o dinheiro, do banco central do nordeste , do inss, dos aposentados, dos mal acabados, dos MAL FEITOS.E AI VAI POR ESTRADA FORA. SEM NENHUM IMPEDIMENTO, POIS SE ALGUEM QUIZER BATER BRONCA NOS QUEBRAMOS A LANTERNA DO CARRO DELE E FIM DE PAPO, AINDA MULTAMOS ELES.FIQUEM TTRANQUILOS , FIQUEM TRAQUILOS,, JA DIZIA O NOBRE DEPUTADO OROBERTO JFERSOM. QUE ALIAS ONDE FOI PARAR NINGUEM SABE NINGUEM VIU.O GATO COMEU, MAS CADE O GATO, FOI PRO MATO, MAS CADE O MATO, PUSERAM FOGO, MAS CADE O FOGO, A agua apagou, mas cade a agua. o boi bebeu. mas cade o boi, foi massar trigo, mas cade o tgrigo , o padre comeu, mas cade o padrem, foi rezar missa. e cade a missa, CHEGOU ATRSADO .AMEIM MEU.

  16. Deise disse:

    E ainda querem voltar com a CPMF. Realmente, o governo acha que o povo brasileiro é otário. Será que somos mesmo? Assistindo a tudo isso calados?

  17. Everaldo Costa disse:

    Com a situação em que o Brasil se encontra nem se falaria em copa do mundo. Os Hospitais não atendem, não ha medicos disponiveis, quando é para uma UTI, sõ se tiver menos de 50 anos, para os idosos deixa morrer porque ja esta na hora. Segurança nem se fala, ninguem respeitas mais as leis, ladroes e assasinos são presos pela policia e são soltos pela justiça ou porque não tem vaga. Pelo INSS teem salario reclusão. Ganham mais matando e roubando do sendo HONESTOS. Não as basta as enfermidades existente no Brasil e ainda trazem de fora conteiners cheio de material uzado pelos hospitais Americanos. Rendeu dinheiro faz-se dê no que der.

  18. olbe disse:

    Pois é…um verdadeiro mistério. Minha empregada chegou esta semana da Paraiba e na cidade de Campina Grande onde sua irmã está internada na UTI, pelo SUS, está recebendo um excelente atendimento e ela me contou que nunca viu um hospital tão maravilhoso. ..”de Terceiro Mundo”segundo as palavras dela, no atendimento e na modernidade do hospital

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *