Início » Brasil » Política » Aliança entre governo e PMDB está abalada
Brasília

Aliança entre governo e PMDB está abalada

Sarney estaria se sentindo negligenciado por Dilma, dizem congressistas

Aliança entre governo e PMDB está abalada
Insatisfação de Sarney com Dilma pode abalar relações do PMDB com o governo

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O recado foi dado: o PMDB, está insatisfeito e quer mais interlocução com o Planalto. A mensagem foi enviada pelo presidente do Senado, José Sarney à presidente Dilma, e contou como o aval de líderes do partido. Os atritos do PT com os peemedebistas, seus maiores aliados no Congresso, ganham um peso maior, às vésperas da votação da Desvinculação das Receitas da União (DRU), que libera o gasto de 20% das receitas federais. O aviso se deu em uma operação comandada por Sarney, que tumultuou a sessão do Senado na última quarta. Quebrando acordo, ele colocou em votação o projeto que regulamenta a chamada emenda 29, que pode aumentar substantivamente os gastos em saúde pública.

Congressistas afirmam que “a rebelião sarneyzista” tem como pano de fundo reforçar o espaço do partido às vésperas da reforma ministerial, e, segundo relatos, Sarney reclama de Dilma e a compara ao ex-presidente Lula, que o recebia “de 15 em 15 dias”. Em 2011, o PMDB esteve envolvido em escândalos e teve que trocar dois ministros por suspeitas de corrupção, além de perder outro após um desentendimento com a presidente.

Por sugestão do vice-presidente, Michel Temer, Dilma fez durante o ano uma rodada de almoços no Palácio do Alvorada para se aproximar dos aliados no Senado. Mas o gesto foi pontual. No dia a dia, a presidente delegou a tarefa política a Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral).

“Não há nenhuma insatisfação”, disse Sarney, que tentou explicar o episódio alegando tratar-se de um mal-entendido, e afirmando que lera o projeto na expectativa de que o líder do PT, Humberto Costa (PE), dissesse que não havia acordo para votar a proposta.

 

Fontes:
Folha.com - 'Revolta' no Senado leva governo a temer traição do PMDB em votações

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

10 Opiniões

  1. Evandro Alexandre disse:

    Essa praga está demorando para pegar o caminho do inferno!

    Que castigo pesado o Brasil sofre, com esse boi bumbá e seu PMDB de camaleões!

    Se o Maranhão e o Amapá idolatra isso aí, o resto do Brasil, principalmente os estados mais produtivos, não podem aceitar o que acontece e precisa reagir!

    As maiores potências do mundo só acordaram e cresceram após guerras ou catástrofes, mas aqui, o prejuízo vai custar caro para as futuras gerações, se não acordarem para ver essa maquiagem que está sendo feita em nome de um futuro que já vimos ser anunciado no passado!

  2. Honório Tonial disse:

    “Tirar leite de vaca morta não adianta.” Sirvo-me do embalo para externar meu espanto ao saber do interesse do Governo em emprestar dinheiro ao FMI para socorrer os maus gestores eurpeus.
    Tem dinheiro sobrando?
    ´Por isso, que a saúde, a educação, a segurança, a infra-estrutura e tantas outras mazelas brasileiras estão “daquele jeito”.
    Para os nossos problemas não há recursos.
    Agora, para a corrupção a “grana está rolando”
    Viva o governo do PT e seus comparsas!

  3. Leidy Santos disse:

    Já passou da hora de Sarney pedir o boné e ir para casa.
    Será que ainda não está satisfeito?
    Chega Sarney!!!

  4. wwkimam-kimmam disse:

    gostaria mesmo que os lideres do MMA, DESSE UMA VERDADEIRA SURRA NESSES POLITICOS CORRUPTOS E QUEM SABE ELES ESTARIAM FUGINDO COMO GATINHOS CORRENDO DE FOGO. E AGUA.MAS PENA QUE NAO PODEMOS DAR UMA LIÇÃO OFISICA NELES. QUEM SABE ALGUN INTELECTUAL PODERA H UM DIA DESCASCAR ESSE ABACAXI DE SARNANÇA E CIA. SOCIEDADE E COMERCIO DA MERCADO CHAMADO CONGRESSO E SENADO..

  5. wwkimam-kimmam disse:

    BERZOINI. JA FOI E VOLTA NOVAMENTE. PORQUE PESSOAL.? VOCES SABEM ME DIZER. LOGICO DA NA CARA QUE É JOGADA POLITICA NOVAMENTE. QUEM DEIXARIA SUA CASA DESCOBERTA NINGUEM NAO É PESSOAL.? ENTRE O TAL DE PALOZI DEPOIS SAIU, AGORA VOLTA ESTE CARA AI. DEPOIS SAI AGORA FALTA VOLTAR DANUBIO SOARES, QUE DE AZUL NAO TEM NADA SO VERDINHA MESMO.E DEPOIS DESTA FALCATRUA , QUEM SERAH PROXIMO, JOSE DIRCEU, E O CARLINHOS, E VICENTINHO, QUE SERAH PESSOAL QUE VAI ENTRAR. NESSE COGERNO QUE DIZIA QUE SO TINHA RATOES NO GOVERNO PSDB??

  6. SID OLIVEIRA disse:

    EU TI AMO DILMA. O PMDB TAMBÉM E TODOS QUE PUDEREM ESTAR MAMANDO NAS TETAS DO GOVERNO.AGORA VAMOS E VENHAMOS ANTT É SOMENTE PARA EMPRESAS, GRANDES EMPRESAS DE TRANSPORTES,COMO A ANDORINHA QUE AJUDOU O COLLOR,A BREDA QUE É DA ANDORINHA EMPRESA ESTAS QUE FUNDARAM ESTE ORGÃO JUNTO COM O GOVERNO PARA NÃO DAREM OPORTUNIDADE DE NINGUÉM TER SEU ONIBUS PARA TRABALHAR(ONIBUS OU VAN), A GOL QUE FOI COMPRADA E FUNDADA APÔS COLLOR ASSUMIR. E AI VEM ANTT PARA TRANSPORTE DE TRABALHADORES QUE GANHAM UMA MISÉRIA.SE ELES FOSSEM VIAJAR POR UMA EMPRESA NORMAL TERIAM QUE TRABALHAR MAIS UM ANO. SINTO POR ELES E FAMILIAS, MAS QUEM MANDA NO TRANSPORTE NO BRASIL SÃO OS QUE MENCIONEI. MUITO BEM ALICERÇADOS PELO GOVERNO BRASILEIRO. QUE USAM JATOS E OUTRAS MANOBRAS MAIS NÃO E FAMILIA CONSTAN….?E PARA GANHAR ASFALTOS EM ESTRADAS NÃO É MENDES… E CAMARG…., QUE PROVAVELMENTE TENHAM TROCADO DE NOMES, OU COLOCADO NOMES DE NOVAS EMPRESAS PARA FAMILIAS OU LARANJAS,

  7. SID OLIVEIRA disse:

    BRASIL ACHO QUE CHEGA VAMOS A LUTA. TIRAR TODOS SEM TER DÓ DE QUEM SE APROVEITA DE UMA DOENÇA (se é que esteja doente)ESTA É A HORA.INCLUSIVE PEDIR A SAIDA DA RAPOSA VELHA E FAMILIA

  8. Markut disse:

    Uma foto só e quanta hipocrisia!!!

  9. Luiz Mourão disse:

    Até quando seremos REFÉNS desse bando de biltres???

  10. Luiz A. F. Ramos disse:

    Esse cidadão do Maranhão ainda não se tocou que seu tempo na política acabou. Só trata de sua vaidade pessoal e o País que se lixe. Já é tempo de extirpá-lo da vida pública.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *