Início » Brasil » Política » Após críticas da Fifa, Orlando Silva afirma progresso nas obras para 2014
Copa 2014

Após críticas da Fifa, Orlando Silva afirma progresso nas obras para 2014

Ministro dos Esportes afirma que convidará presidente da Fifa para uma visita ao Brasil e que obras estão "a pleno vapor"

Após críticas da Fifa, Orlando Silva afirma progresso nas obras para 2014
Orlando Silva pretende receber presidente da Fifa

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Após a declaração do presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Joseph Blatter, sobre o atraso nas obras para a Copa do Mundo em 2014, o ministro dos Esportes, Orlando Silva, defendeu a situação do país. O ministro disse que irá convidar o presidente para uma visita ao Brasil, para que conheça detalhadamente a preparação que ocorre.

Orlando Silva informou que dez, dos 12 estádios escolhidos para o mundial no Brasil, já estão com obras “a pleno vapor”, e que todos eles ficarão prontos no prazo estabelecido pela Fifa. Entretanto, o ministro não deixou de manifestar sua preocupação com o andamento das obras no estado de São Paulo. “Evidentemente que São Paulo merece uma atenção especial por ser desejada, por muitos, como cidade para abertura. E a indefinição criou uma insegurança com a Fifa”, afirmou o ministro antes de assegurar que diversas entidades trabalham para que o problema se solucione rapidamente.

Blatter critica andamento das obras para mundial de 2014 no Brasil

O Brasil, sede do mundial de futebol de 2014, foi advertido nesta segunda-feira, 28, pelo presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Joseph Blatter. Blatter afirmou que, a três anos do torneio, o país está mais atrasado na organização do que a África do Sul esteve, lembrando ainda que o país deve receber a Copa das Confederações dentro de dois anos.

O presidente alertou para o risco de que os principais estados do país, Rio de Janeiro e São Paulo, não organizem partidas, já que os estádios podem não estar adequados até lá. De acordo com Blatter, os preparativos não avançaram de forma significativa até hoje.

– O número atual de estádios (12) é adequado. O que precisam fazer é ter pressa e acelerar os preparativos. A Copa do Mundo é amanhã e os brasileiros pensam que é depois de amanhã – alertou.

Fontes:
G1 - Blatter diz que Brasil está atrasado na organização em relação à África do Sul
G1 - Obras de estádios da Copa estão ‘a pleno vapor’, diz ministro

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *