Início » Brasil » Política » Após ser acusada, China nega participação em espionagem no Gmail
Ciberataque

Após ser acusada, China nega participação em espionagem no Gmail

Ataque foi lançado por meio de um esquema conhecido como 'phishing' e aparentemente originou-se em uma cidade chinesa

Após ser acusada, China nega participação em espionagem no Gmail
Governo chinês nega qualquer participação no ataque às contas do Gmail (Fonte: Imaginechina)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A China (ou hackers chineses) foi acusada de estar por trás de um ciberataque contra contas de e-mail particulares de centenas de altos funcionários, militares e jornalistas dos EUA e de países asiáticos, principalmente da Coreia do Sul.

A Google informou que “detectou e interrompeu” a invasão. Ao contrário dos anteriores ataques chineses contra a Google, desta vez se tratou de algo inteligente, mas simples.

O ataque foi lançado por meio de um esquema conhecido como “phishing”. O método caracteriza-se pelo envio de e-mails falsos provenientes de contatos supostamente confiáveis. Ao clicar no conteúdo falso, o usuário fornece seu login e senha para os autores do ataque.

Relações tensas

Não é de hoje que a relação da Google com autoridades chinesas é tensa. Em 2010, a companhia deixou de colaborar com os esforços de censura por parte da China, mudando seus servidores para Hong Kong.

O governo chinês nega qualquer participação no ataque às contas do Gmail, mas aparentemente a operação teve origem na cidade de Jinan, sede de uma unidade militar de ciberguerra da China acusada de outros ataques contra os EUA.

A ação aconteceu em um momento em que as pessoas já estão apreensivas em relação à segurança eletrônica. Um relatório do Pentágono que está por vir diz que os ciberataques podem, no futuro, levar a uma resposta militar.

Leia mais:

Próxima guerra mundial pode vir do ciberespaço

Fontes:
Economist - Gmail under attack: Something phishy

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Afonso Schroeder disse:

    SOCIAL X CAPITAL:
    Eu gostaria de saber porque tanta preocupação, com um povo que tecnologicamente esta no mínimo um século na frente do povo Ocidental, penso que exista algum outro motivo que faz o Ocidente já pensar belicamente, o que se vê deste povo por sinal capacitado e ordeiro, que sabe e pode ensinar muito em todas as áreas para o desenvolvimento político e social, o que vemos por exemplo no Continente Africano onde já investem a meio século o que por sinal devia ser obrigação do povo ocidental e não o faz, este povo (Chinês), a meu ver veio dar um equilíbrio a determinados países que aqui no ocidente só pensam em usar a massa para enriquecer uma minoria, sou sabedor que a minha opinião talvez não seja a mais acertada, mas nos onde eu me enquadro, precisamos criar uma nova ordem político-social para que no futuro não aconteça, aquilo que esta acontecendo nos grandes centros urbanos de hoje, principalmente nos Países da América do Sul, resolvendo aquilo que uns poucos são responsável ou melhor deixaram de agir com a devida responsabilidade, oxalá Deus de entendimento as pessoas que tem o poder, dever e principalmente a vontade política de fazer as coisas para toda sociedade.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *