Início » Brasil » Política » Bombeiros são soltos após uma semana de protestos
Rio de Janeiro

Bombeiros são soltos após uma semana de protestos

O desembargador Claudio Brandão, do Tribunal de Justiça do Rio, concedeu habeas corpus ontem aos 429 bombeiros e dois policiais militares presos por ocuparem o quartel central da corporação

Bombeiros são soltos após uma semana de protestos
Manifestações contam com o apoio da sociedade (Reprodução/Folhapress)

Os bombeiros presos desde o último sábado, 4, o quartel de Charitas, em Niterói, Rio de Janeiro, foram soltos na manhã de hoje. O grupo de cerca de 400 soldados deve se encaminhar para a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), onde outros bombeiros acampam em protesto desde as prisões. Dez deles ainda esperam a entrega de seus alvarás para deixar o quartel. Os nove líderes do movimento, que estavam presos no Grupamento Especial Prisional, em São Cristóvão, na zona norte do Rio, foram soltos na noite de ontem.

O desembargador Claudio Brandão, do Tribunal de Justiça do Rio, concedeu habeas corpus ontem aos 429 bombeiros e dois policiais militares presos por ocuparem o quartel central da corporação. Além disso, na última quinta-feira, 9, deputados estaduais apresentaram uma Proposta de Emenda à Constituição do Estado para anistiar os bombeiros. Na terça-feira, 7, o deputado federal Alessandro Molon (PT-RJ), um dos autores do pedido de habeas corpus, propôs uma lei que anistia os bombeiros na Câmara dos Deputados.

Mesmo assim, no início da note desta sexta-feira, 10, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro apresentou denúncia à Justiça contra os 429 bombeiros e dois policiais militares que participaram da ocupação do quartel central.Segundo o Código Penal Militar, os soldados não têm direito à greve e, por isso, os431 presos foram denunciados por motim (artigo 148 do código), danos material de utilidade militar  (pena de reclusão de até 6 anos) e danos a 12 carros da corporação (pena de reclusão de 2 a 10 anos).

 

Fontes:
Folha de S. Paulo - Mais de 400 bombeiros detidos no Rio são soltos em Niterói

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Marluizo Pires Cruz disse:

    GOVERNADOR! GOVERNADOR! GOVERNADOR!, as nuvem clarearam apresse em fazer uma revisão de pronunciamento pois a sociedade do Estado está apoiando os bombeiros, avante ASSESORIA para indicar um ATO um DECRETO uma LEI para o GOVERNADOR redimir-se obtendo os louvor da vitória da ANISTIA.

    OS BOMBEIROS MERECEM!

  2. Luiz Mourão disse:

    Lembro-me de uma CPI presidida pela Cidinha Campos na qual compareceu um bombeiro para depor sobre o escândalo no TCE.
    Esse bombeiro, quando questionado, informou que ganhava R$3.000,00 na profissão mas que ganhava outros R$5.000,00 por estar lotado no TCE.
    Quando questionado sobre o que lá fazia, informou que seu serviço era parecido com um segurança na Portaria, incluindo dar informações e levar pessoas aos gabinetes.
    R$5.000,00!!!!!!!!!!!!!
    Agora pergunto: será é É SÓ ELE????
    E pergunto: a população SABE DISSO???
    O que mais não sabemos?????

  3. Roberto disse:

    Bombeiros são militares e não deveriam se amotinar e nem fazer passeatas. É a falência das Instituições Militares no País. A salvação agora seria transformar o Corpode Bombeiros numa Instituição Civil e dar também aos Bombeiros todos os direitos do cidadão civil, tais como INSS, atendimento em hospitais públicos e UPAs, além de aposentadoria aos 65 anos com fator previdenciário.

  4. Elza disse:

    Gostaria de postar aqui algumas reflexões e perguntas.

    Qual o salário de um bombeiro? Condiz com o grau de risco e de responsabilidade que a profissão exige?

    Será que esses bombeiros que foram presos e seus colegas que participaram da manifestação, estarão com motivação para socorrer pessoas em situações diversas? Como estarão se sentindo em relação ao país e como vão reagir diante da vida de agora em diante?

    Não concordo com vandalismo. Mas será que a elite brasileira sabe se posicionar diante de protestos pacíficos? Se for assim será por que um professor da rede de ensino básico ganha tão pouco?

    Obrigada

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *