Início » Brasil » Política » Brasil impõe limite para entrada de haitianos
Imigração

Brasil impõe limite para entrada de haitianos

Haitianos 'que entrarem ilegalmente serão notificados para que a extradição seja efetivada'

Brasil impõe limite para entrada de haitianos
Haitianos tentam visto provisório em Brasileia, no interior do Acre (Fonte: Reprodução/Divulgação)

Diante da migração em massa de haitianos para a região Norte do Brasil, o governo federal decidiu fechar as fronteiras do país para as pessoas desta nacionalidade, passando a exigir visto e estabelecendo um limite mensal de quantos deles podem entrar em território nacional.

Leia também: Haitianos no Brasil: um problema humanitário?
Leia também: Acre é porta de entrada de imigrantes ilegais vindos do Haiti

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, informou que a partir de agora os haitianos que quiserem entrar no Brasil precisarão de um visto emitido pela embaixada brasileira no Haiti, e que apenas 100 imigrantes provenientes do país caribenho poderão cruzar a fronteira brasileira por mês.

Haitianos sem visto serão extraditados

A Lei 6.815 de 1980 autoriza a emissão de vistos de cinco anos a quem exercer atividade regular no Brasil. Segundo Cardozo, os haitianos “que entrarem ilegalmente serão notificados para que a extradição seja efetivada, como acontece com qualquer estrangeiro”.

As respostas à “crise” da imigração haitiana foram decididas nesta terça-feira, 10, em reunião no Palácio do Planalto entre a presidente Dilma e a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, e o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota.

O governo decidiu também reforçar a segurança na fronteira no norte do país e realizar gestões diplomáticas com outros países – Peru, Equador e Bolívia – para desmontar a rota de migração dos haitianos e reduzir a ação de coiotes: “O Brasil tem uma política de direitos humanos e reconhecimento do problema no Haiti e, por isso, estamos fazendo isso. Mas não podemos concordar que seja uma situação sem nenhum controle”, disse Cardozo.

Fontes:
Veja - Governo brasileiro fecha fronteiras aos haitianos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

7 Opiniões

  1. olbe disse:

    Um absurdo esta decisão de limitar a entrada dos haitianos. Trata-se sim de uma ajuda humanitária que o Brasil sempre disse que deu e agora está impedindo a entrada destas pessoas. Israel é um dos menores países do mundo e NUNCA negou a entrada de imigrantes, de refugiados e todos podem ser atendidos. O Brasil é enorme e está precisando de mão de obra, é só encaminhar estes homens que são saudáveis e aptos para o trabalho. Por favor, eles só querem uma chance de trabalho. Os haitianos são pacíficos e sentem o Brasil como se fosse a casa deles, se sentem seguros, não podemos virar as costas e negar simplesmente pq ele continuarão a entrar clandestinamente “alimentando”a ganância do “coiotes”

  2. Goethe- Br. disse:

    …-ser humanitário ,não implica na idiotice de importarmos uma cultura radical e extre mista de fanáticos vuduistas que por certo trarão problemas nem sempre solúveis para a nossa cultura…o voduismo (vudus, ou mortos vivos)…seita extremista… -causou grandes prejuízos aos súditos de SM inglesa,e aos franceses…foi como um grande premio para esses países a independencia do Haiti…- se comparados aos xiitas, talibans, etc…- nos farão vermos os orientais como humanistas e apezar dos massacres aos cristãos que temos conhecimento através da imprensa, os veremos como seres civilizados…-um voduista em tran
    se,se torna capaz de atos de terrorismos ex
    tremos…são suicídas doutrinados para se pre
    ciso morrerem pela sua crença em detrimento da vida alheia…-exímios na arte de matar em silencio,são inúmeros os casos de vodus que saíram da sua terra natal para cometerem crimes em París ou em Londres, cientes de que não voltariam vivos á sua terra…-os estudio
    sos do assunto,dizem que,as drogas usadas nos cultos vodus,fazem o craque pare cer café pe
    queno…-com a palavra o ministerio da defesa que acredito averiguará as possíveis veracida
    des ou não,destas “lendas populares”…
    …-Goethe-Br.

  3. Elaine disse:

    Nao vejo mal algum em o Brasil acolher e apoiar aos milhares de imigrantes haitianos que chegam em busca de trabalho. Desde que existam postos de trabalho. Nao podemos permitir construçao de mais favelas ou tolerar qualquer condiçao desumana aos imigrantes uma vez dentro do Brasil. E mais, deveríamos aportar dinheiro ao Haití para sua reconstruçao. Nada se faz sem dinheiro e é disso que necessitam.

  4. Sandra disse:

    É muito fácil , sentado na sua cadeira no Rio ou em São Paulo opinar à respeito de um assunto sério como esse da imigração dos haitianos.Para vir para o Acre eles atravessam Venezuela e Colômbia.Por que os outros paises muy amigos não colaboram também com sua preciosa ajuda, deixando alguns tantos alí permanecerem?Um contigente enorme de pessoas desempregadas, desesperadas numa região vão acarretar problemas que terão que ser resolvidos de uma forma mais racional desvinculada “do simples impulso humanitário” de ajudar necessitados.Tem que haver um planejamento efetivo que possa proporcionar a estas pessoas uma vida digna e não só deixar entrar e morrer de fome ou na mão de bandidos e traficantes inescrupulosos.

  5. DINARTE DA COSTA PASSOS disse:

    dar ajuda humanitária aos haitianos não significa que devemos abrir as portas de nosso país para que eles entrem aqui. A final todo o povo que tem cultura própria merece uma pátria e eles tem a deles. Por que migrar de lá e vir trazer problemas sociais aqui?. Durante quinhentos anos fomos um paraíso para os desterrados, agora é hora de dar um basta nisso. Não podemos permitir que o Brasil seja refúgio de outros povos com problemas sociais. Já não basta os nossos problemas? Para aqueles que acham que resolver o problema do Haiti é trazer milhares deste povo para cá, então porque não abrem as porta de suas casas (residências)para os necessitados do Brasil e olá que não são pouco.

  6. jose roberto amorim disse:

    Haiti é problema da França.
    A turma do brasil são os angolanos e moçambicanos
    De minha parte acho que estamos gastando velas boas com defuntos alheios, alheios pois não temos nada a nos ligar ao haiti.
    haiti era uma colonia francesa , haitinos falam frances e trabalhadores braçais ja temos demais. no brasil.
    equanto os ditos primeiros mundos sugam nossas melhores “cabeças” ficamos aqui cuidando do problema dos Outros.
    HAITI É PROBLEMA DA FRANÇA>

  7. Barbara Praseres disse:

    Não sou contra de eles virem para o Acre ou Rondônia, só que aqui não está tendo emprego nem para nós jovens, será que irar ter para eles??? Acredito que a única coisa que vai acontecer é aumentar o índice de fome, miséria, pobreza e etc.
    Tem que ter recursos para si próprios, a maioria não tem profissão, não falam português. Esse pessoal vai para mão de obra barata ou para integrar na pobreza já vivida por muitos aqui.
    Cadê os Parlamentares para cuidar disso?? Será que a população que ira ajudar.
    Eles devem voltar para o seu país de origem e, a Nossa Digníssima Presidente Dilma ajudar com alguns recursos, como alimentação, saúde, qualquer coisa. O nosso país já ta difícil só para os brasileiros com a saúde, educação, trabalho. Tem que cuidar disto urgente.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *