Início » Brasil » Política » Começa o julgamento da extradição de Assange
Londres

Começa o julgamento da extradição de Assange

Decisão deve demorar algumas semanas para sair

Começa o julgamento da extradição de Assange
Fundador do WikiLeaks chega a tribunal em Londres (Fonte: Reuters)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, começou a ser ouvido nesta segunda-feira, 7, em um tribunal de Londres, em uma audiência que trata sobre sua possível extradição para a Suécia, onde é acusado de crimes sexuais.

Assange chegou ao tribunal acompanhado por uma advogada e não deu entrevistas. A equipe de defesa do fundador do WikiLeaks argumenta que, caso seja extraditado, Assange poderá ser entregue aos EUA, país cuja jurisdição prevê a pena de morte para o crime de espionagem. Os advogados argumentam ainda que “a mera suspeita não resulta em um pedido de extradição”.

Além disso, em um comunicado divulgado na internet, os advogados de Assange afirmam que a atuação política do fundador do WikiLeaks, e não a acusação de crimes sexuais, seria o motivo do pedido de prisão.

A previsão é de que a audiência de Julian Assange aconteça nesta segunda e terça-feira. Já a decisão sobre a extradição ou não do fundador do WikiLeaks deve demorar algumas semanas.

Leia mais:

Assange teme pena de morte

A infoguerra já tem seu primeiro wiki-mártir?

Fontes:
Público - Audiência sobre extradição de Assange começa em Londres, mas decisão deve demorar semanas
O Globo - Julian Assange, fundador do Wikileaks, chega a tribunal para audiência de extradição em Londres

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. viko967@hotmail.com disse:

    Estas manobras de calar todo e qualquer opositor do sistema mostra que o mundo dos humanos é dominado por ditadores inescrupulosos e perversos. O Sr.Assange defende a mesma causa que Unabomber, só que de forma pacífica. Mas, como dizia Carlos Drummond de Andrade “a liberdade é defendida com discursos e atacada com metralhadoras”.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *