Início » Brasil » Política » Deputado infiel mantém mandato
Política

Deputado infiel mantém mandato

O primeiro deputado condenado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a perder seu mandato por infidelidade partidária, Walter Brito (PRB-PB), eleito pelo Democratas, manteve seu mandato na Comissão de Constituição de Justiça da Câmara dos Deputados.

O parecer do deputado Régis Oliveira (PSC-SP) foi aprovado por 30 votos contra apenas cinco na CCJ. O deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP) diz que, “mesmo correta no mérito”, a decisão do TSE “confunde a função de julgar com a de legislar”.

Arauto da proibição dos candidatos “fichas-sujas”, o presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, surpreendeu-se com a decisão da Câmara e disse que vai definir com seus pares as providências a serem tomadas. Certamente, ao cabo, o STF (Supremo Tribunal Federal) será provocado para dar uma decisão definitiva sobre o assunto.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Dorival Silva disse:

    Esses deputados ficha suja deviam ir todos para a cadeia, junto com seus colegas de partido político que votam a favor deles.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *