Início » Economia » Desaceleração nos EUA será mais acentuada em 2020, diz FMI
ECONOMIA

Desaceleração nos EUA será mais acentuada em 2020, diz FMI

Economista-chefe do FMI afirma que a economia dos EUA começará a sentir os efeitos da desaceleração econômica global já em 2019

Desaceleração nos EUA será mais acentuada em 2020, diz FMI
Para este ano, o FMI projeta um crescimento de 2,9% para os EUA (Foto: Xinhua)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A desaceleração do crescimento global impactará na economia dos Estados Unidos nos próximos dois anos. É o que prevê Maurice Obstfeld, economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Em entrevista a jornalistas do Wall Street Journal e do Financial Times, a poucos dias de deixar o cargo, Obstfeld afirmou que a economia americana desacelerará no próximo ano, em comparação com o crescimento de 2018. “Antecipamos há algum tempo que o crescimento [nos Estados Unidos] diminuirá progressivamente em 2019 em comparação com este ano”, disse Obstfeld, destacando que a redução se dará conforme o estímulo fiscal e orçamentário do presidente americano Donald Trump for perdendo força.

Segundo Obstfeld, a desaceleração “será muito mais acentuada em 2020 do que em 2019”. Ele aponta que a redução é fruto da desaceleração no crescimento global, que acabará atingindo os EUA. “Para o resto do mundo, parece que o balão está se esvaziando, o que acabará afetando os Estados Unidos”, explica Obstfeld. Para este ano, o FMI projeta um crescimento de 2,9% para os EUA. Para 2019, a expansão estimada é de 2,5%.

No entanto, Obstfeld rejeita a possibilidade de retorno de uma crise nos patamares da vivida durante a Grande Depressão, “quando o comércio entrou em colapso sob a pressão de restrições comerciais”.

“Acredito que as tensões atuais são potencialmente prejudiciais porque o investimento e a produção em escala global estão relacionados ao comércio, mas isso não deve levar a um colapso como aconteceu nos anos 1930”, afirmou.

Obstfeld será substituído no cargo por Gita Gopinath, professora de Harvard, que crítica das atuais disputas comerciais, e já afirmou que elas resultariam em uma possível ameaça para o crescimento global.

Fontes:
AFP-Desaceleração do crescimento nos EUA será mais acentuada em 2020, diz FMI
Veja-PIB dos EUA sofrerá efeitos da desaceleração da economia mundial

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *