Início » Brasil » Política » Eleições podem ter custado mais de R$ 3 bilhões
Campanhas 2010

Eleições podem ter custado mais de R$ 3 bilhões

Expectativa é que, somados os gastos dos candidatos que chegaram ao segundo turno, o custo oficial das eleições ultrapasse os R$ 3 bilhões

Eleições podem ter custado mais de R$ 3 bilhões
Custo médio por eleitor foi de R$ 20,41 (Fonte: Diário de Cuiabá)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revelaram nesta segunda-feira, 29, que os gastos com as campanhas eleitorais no primeiro turno das eleições de 2010 foram de R$ 2,77 bilhões, o que significa um gasto médio de R$ 20,41 por eleitor diante do quadro de 16.683 candidatos.

Esse valor não inclui os gastos referentes ao segundo turno das eleições, que serão divulgados nesta terça-feira, 30, quando termina o prazo para todos os candidatos prestarem contas ao TSE.

As despesas de alguns candidatos, de comitês financeiros e de partidos políticos ainda não foram entregues ao TSE. A expectativa é que, somados os gastos dos candidatos que chegaram ao segundo turno — como é o caso da presidente eleita, Dilma Rousseff —, o custo oficial das eleições ultrapasse os R$ 3 bilhões.

Campanhas mais caras e mais baratas

Levando-se em conta os 18 estados onde as eleições terminaram no primeiro turno, São Paulo teve a campanha mais cara, em termos absolutos, com um custo de R$ 15,91 por eleitor. Em termos proporcionais, o primeiro lugar ficou com Tocantins, com um custo de R$ 54,09 por eleitor.

Já a eleição mais barata, em termos absolutos, foi a do Acre. Em termos proporcionais, foi a da Bahia, com um custo de R$ 13,53 por eleitor.

Leia mais:

Dilma enfrentará desafios na economia

Dilma deve provar que não é ‘Lula de batom’

Fontes:
Valor Econômico - Custo oficial das eleições ultrapassou os R$ 3 bilhões

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *