Início » Brasil » Política » Ellen Gracie deixa STF, confirma Ministério da Justiça
Aposentadoria

Ellen Gracie deixa STF, confirma Ministério da Justiça

Ellen Gracie foi a primeira ministra do Supremo e também a primeira a assumir a presidência da Corte, em abril de 2006

Ellen Gracie deixa STF, confirma Ministério da Justiça
Ellen Gracie fez pedido de aposentadoria no primeiro dia de trabalho após recesso (Reprodução)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A aposentadoria da ministra Ellen Gracie foi confirmada na tarde desta terça-feira, 2, pelo Ministério da Justiça. Tratado como assunto de bastidores, a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) já pedia um representante de magistratura federal para ocupar a vaga nesta segunda, mesmo sem a confirmação da saída de Ellen.

Leia também: STF reconhece união homossexual estável
Leia tamném: Vice-presidente na mira do STF

De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério da Justiça, o processo de aposentadoria foi assinado nesta segunda-feira, 1º, pelo ministro José Eduardo Cardozo e segue agora para o Palácio do Planalto. A aposentadoria só será efetivada com publicação de decreto presidencial no Diário Oficial da União.

Entre os possíveis nomes para substituir a ministra estão os da juíza Sylvia Steiner (Tribunal Penal Internacional de Haia), da ministra Nancy Andrighi (Superior Tribunal de Justiça), da ministra Maria Elizabeth Rocha (Superior Tribunal Militar), da procuradora Flávia Piovesan e da desembargadora federal Neuza Maria Alves da Silva (Tribunal Regional Federal da 1ª Região). O único homem cotado para o cargo, até agora, é o ministro Teori Zavascki, do STJ.

Biografia

Ellen Gracie Northfleet chegou ao Supremo Tribunal Federal em dezembro de 2000, nomeada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso. Foi a primeira ministra do Tribunal e também a primeira a assumir a presidência da Corte, em abril de 2006. A expectativa é que ela saia do STF para ocupar vaga em um órgão internacional. Em 2008, ela fez campanha aberta para ocupar um posto na Organização Mundial do Comércio (OMC), mas perdeu a vaga para o mexicano Ricardo Ramirez.

Fontes:
Exame - Ministério da Justiça confirma saída de Ellen Gracie

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *