Início » Brasil » Política » Espiões da Abin se rebelam contra general
'Tropa do Elito'

Espiões da Abin se rebelam contra general

José Elito exigiu que todos os relatórios do serviço de inteligência sejam submetidos previamente à sua apreciação

Espiões da Abin se rebelam contra general
General José Elito, chefe do Gabinete de Segurança Institucional

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A chamada “comunidade de inteligência” do Brasil entregou uma carta à presidente Dilma Rousseff no fim de janeiro na qual os funcionários da Agência Brasileira de Inteligência dizem que não querem ser a “Tropa do Elito”.

O trocadilho com o filme “Tropa de Elite” remete ao general José Elito, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), órgão ao qual a Abin está subordinada desde a sua criação, em 1999. Duas decisões do general precipitaram a rebelião dos agentes.

Subordinação civil

Primeiro, José Elito exigiu que todos os relatórios do serviço de inteligência sejam submetidos previamente à sua apreciação. Depois, Elito comunicou que avaliaria a possibilidade de acabar com o Departamento de Contraterrorismo (DCT).

Na carta entregue a Dilma, a Associação dos Oficiais de Inteligência (Aofi) pede que a agência não tenha subordinação militar ou policial, mas sim civil, respondendo diretamente à presidência da República.

Fontes:
Estadão - Abin reage a controle militar em carta a Dilma e rejeita ser ‘Tropa do Elito’

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *