Início » Notícia » Esquecendo o Holocausto ou desrespeitando sua memória?
Polêmica

Esquecendo o Holocausto ou desrespeitando sua memória?

Concurso de beleza com sobreviventes dos campos de concentração enfurece conservadores

Esquecendo o Holocausto ou desrespeitando sua memória?
Para críticos, concurso banalizou um tema trágico

Senhoras israelenses com idade entre 73 e 89 anos participaram nesta quinta-feira, 28, de um concurso de beleza inusitado chamado “Miss Sobrevivente do Holocausto”. A proposta do concurso gerou polêmica uma vez que, para o mais conservadores, ele teria banalizado um tema trágico para o qual não cabem celebrações.

O jornal Yedioth Aharonoth chegou a publicar a carta de um leitor enfurecido, também sobrevivente do genocídio, que alegou que o evento é uma “tentativa de explorar o mais cruel derramamento de sangue na História visando ao entretenimento”.

Uma das finalistas foi Esty Lieber, de 74 anos, que nasceu na Polônia em 1937 e perdeu seu pai quando tinha apenas cinco anos. A candidata subiu ao palco e contou sua história para o público e para as demais concorrentes. A vencedora, contudo, foi Hava Hershkowitz, de 78 anos, nascida na Romênia.

Fontes:
Opera Mundi - Idosas disputam "miss sobrevivente do holocausto" em Israel

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Ezequiel disse:

    Nós somos capazes de usar qualquer coisa por mais trágica que seja como entretenimento.
    Mas sei por certo que enquanto esses sobreviventes estavam nos campos de concentração o único desejo era viver tranquilamente.

    Ezequiel

  2. joao carlos thimoteo da costa disse:

    É um obsurdo, isso, tentar esquecer o sangrento episídio que foi o HOLOCAUSTO, é não ter memória, o Maldido, homicida, tirano HITER, que motou milhões de pessoas no mundo. É com certesa é não ter cerebro ou memória.
    Caro brasileiros, não esquesam que tivemos na Historia do Brasil, vários Holocaustos. Bastando ler a história do Pais, nas suas inúmeras revoluções que aconteceram.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *