Início » Brasil » Política » Ex-líder estudantil é acusado de fraudes e pagamento de propina
Lindberg Farias

Ex-líder estudantil é acusado de fraudes e pagamento de propina

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O paraibano Lindberg Farias Filho, em campanha pela reeleição para a prefeitura de Nova Iguaçu, no estado do Rio de Janeiro, vem enfrentando graves denúncias de corrupção.

A ex-secretária de recursos humanos Lídia Cristina Esteves acusa-o de montar um esquema na prefeitura da cidade para se manter no poder. O Ministério Público Estadual (MPE), o Ministério Público Federal e o Ministério Público do Trabalho (MPT) estão investigando várias ações suspeitas que ocorreram durante a sua gestão.

O prefeito é acusado de beneficiar empresas que financiaram a sua campanha política, pagar propinas a funcionários, conceder cargos e dinheiro a vereadores em troca de apoio político e conduzir licitações viciadas.

Lindberg Farias foi uma das mais importantes figuras do movimento estudantil durante o impeachment de Fernando Collor de Mello, em 1992, época em que levantava a bandeira da ética e afirmava que não usaria a notoriedade obtida para fazer carreira política.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Dorival Silva disse:

    Eu sempre achei ele com cara de bandidinho…

  2. Evandro Correia disse:

    Concordo com o colega Dorival. Um oportunistazinho de mau caráter, desonesto.

  3. Carlos Eduardo Fernandes Teixeira disse:

    Ainda me lembro de uma foto dele no jornal "O Globo" logo após a apuração da sua primeira conquista eleitoral. Estava num sofá completamente embriagado numa boate no shopping Rio Sul.
    O caráter de uma pessoa deve ser mostrado 24 horas por dia.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *