Início » Brasil » Política » Imprensa mundial não esconde entusiasmo com Obama
Estados Unidos

Imprensa mundial não esconde entusiasmo com Obama

O jornal britânico The Guardian declarou em seu site: "Obama é a esperança dos EUA, e a nossa também". A página do Liberatión, da França, fala em "revolução Obama". No espanhol El Mundo, o entendimento é que "Obama mudou a cor da História".

O El Mundo diz ainda que "O sonho de Martin Luther King se cumpriu, e o sonho americano também". A revista britânica Economist chama o triunfo de Obama de "Vitória histórica". O francês Le Monde exclama: "A mudança chegou!".

Nos EUA, o site do New York Times destaca que "a barreira racial caiu em uma eleição na qual os eleitores compareceram em massa". O Washington Post pisa no freio, dizendo que, "depois de uma vitória de importância histórica, Barack Obama vai herdar problemas de proporções históricas".

Em sua edição impressa, o jornal Chicago Sun-Times foi lacônico em sua manchete: "Sr. Presidente".

Obama é o primeiro presidente negro do país

O senador democrata Barack Obama venceu as eleições presidenciais nesta terça-feira, se tornando o primeiro negro a ser eleito presidente dos Estados Unidos.

A partir de 20 de janeiro de 2009, quando será empossado, Obama e seu vice, o senador Joe Biden, enfrentarão enormes desafios, como a crise econômica, a guerra do Iraque e a reforma do sistema público de saúde.

A vitória de Barack Hussein Obama, de 47 anos, é um marco na história dos EUA, 45 anos após o auge do movimento dos direitos civis liderado pelo pastor Martin Luther King.

"O caminho pela frente será longo. Nossa escalada será árdua. Podemos não chegar lá em um ano ou em um mandato, mas, América, nunca estive tão esperançoso do que nesta noite de que chegaremos lá", disse Obama.

Em nossa opinião McCain teria sido melhor para o Brasil. Isso por uma razão muito simples: ele é firmemente a favor do livre comércio, o que seria muito bom para nós. Por outro lado, devemos esperar que Obama levante a auto-estima dos americanos e que melhore a imagem do país, tão piorada em todo mundo durante os oito anos de governo Bush. Isso será bom para todos.

Fontes:
O Globo - Obama faz história e conquista a Casa Branca

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

16 Opiniões

  1. José Mauricio de Campos disse:

    Com a essa eleição podemos visualizar todas as lutas por que passaram os negros nos Estados Unidosa para conseguir um lugar ao sol.
    Foi um fato magnifico.

  2. João Demetrio disse:

    Realmente, é um marco para a História americana.Pela primeira vez, um não-branco (Obama é MULATO, não esqueçam!)chega à Casa Branca.Inegavelmente, é um homem de grande formação, mas não nos iludamos, pois a sua maior preocupação é com os EUA. O livre comércio pregado na sua campanha é unilateral, ou seja, as empresas americanas e seus produtos precisam de mercado, mas os produtos dos outros países enfrentarão o protecionismo que TODOS ( o grifo é proposital) aplicam. O álcool brasileiro não terá o tão desejado mercado americano assim como pensam alguns, pois os produtores de milho nos EUA farão de tudo para dificultar sua comercialização e em matéria de lobby, eles são mestres. Particularmente, vou continuar com minhas reservas em relação ao novo Presidente americano. Faço votos que ele consiga atenuar e reverter a crise econômica que se abateu sobre a Economia pois acredito que assim como os reflexos negativos se abateram sobre todos, a reversão também beneficiará a todos. Finalmente, espero que o mundo reflita sobre o malefício que esta monopolarização causou e que a Economia mundial a partir de agora seja mais cautelosa.(João Demetrio/RJ)

  3. Craysson Lima disse:

    O bobalhão do Lula acha que tem alguma coisa relacionada com o Obama, ambos seriam exóticos.
    Grande engano: o Obama foi eleito pela ética e transparência; já o Lula mensalão e Telemar não pode dizer a mesma coisa. O Obama é formado em Harvard com louvor, o Lula é analfabeto. O Obama é humilde, o Lula é pretensioso, "nunca este país…".
    O Lula merece a mesma corrida que o George W Bush está recebendo. Quando o povo brasileiro vai acordar? Tanto o Bush quanto o Lula foram eleitos duas vezes, dois enganos grandes e repetidos, mas está na hora de devolvermos o Lula para onde nunca deveria ter saído.

  4. Armando Pinto disse:

    Obama não é um negro tradicional: além de mãe branca, o pai não era americano, morou no Alaska e na Indonésia.
    Quem diria que BARACK HUSSEIN OBAMA seria eleito tendo os nomes parecidos com os dois maiores inimigos de Bush (Saddan HUSSEIN e Osama)!!

  5. Fábio Rosa disse:

    Obama Mulato / Negro Tradicional….

    Armando Pinto e Craysson Lima.

    Esse conceito não está efetivamente relacionado a características fenotípicas ou genéticas. É um dado social, uma condição de existência e de compreensão do mundo socialmente determinado.

    Para se ter uma idéia como o fator biológico é secundário, a Camila Pitanga, em função da sua pigmentação, seria negra nos EUA e branca em Guiné Bissau; no Brasil então ela poderia se encaixar nas cento e tantas cores pelas quais o brasileiro se reconhece (inclusive branca), dependendo do corte regional ou do círculo relacional que se releve.

    Ser socialmente branco é compartilhar de forma quase absoluta, consciente ou inconscientemente, a soma dos valores, representações e símbolos das etnias brancas. Encerra, portanto, uma tônica menos biológia e mais cultural propriamente dito.
    Nesse sentido, um indivíduo pode ser retinto, mas por cultuar os tais valores e as tais representações de matriz caucasiana, é enquadrado nesse modo típico do comportamento social, que se convencionou chamar de socialmente branco ou embranquecimento social.

    Abraços.

  6. Lais Porto disse:

    O Sr Armando Pinto está enganado: Obama é do Havaí, a Sarah Palin é que é do Alaska!!

  7. Francisco Anéas disse:

    É natural o entusiasmo da imprensa mundial com a vitória de Obama, esta não passa de um braço do governo mundial. O Centro do Imperio necessita da esperança em um novo idolo para continuar governando. As ideologias não passam de um meio para a tomada do poder. O Sistema, na pessoa de Obama, vai continuar a fazer as regras e os comuns vão continuar a obedecer "livremente", porque quem faz as regras leva vantagem.

  8. FARIA disse:

    É muito importante que haja mudança no comando de um País,principalmente em se tratando do mais rico do planeta como são EUA.Com certeza,o Sr.Obama vai mudar muita coisa,para melhor,é claro, a começar por retirar a tropa do Iraq;que sem dúvida foi o maior erro do atual presidente Bush.
    Quero desejar toda sorte do mundo ao querido novo Presidente Barack Obama,que Deus querido o proteja e o auxilie nessa difícil missão.

  9. Fátima Pereira disse:

    Estou indignada com as palavras do sr craisson, o que é isso. O nosso President LULA, por acaso se pronuciou comparando-se com o novo Presidente dos EUA. Bem lembrado que o LULA é analfabeto, pra vc (claisson) vê, que o nosso Ilustrissímo Presidente "LULA" é uma demonstração de um Brasil de oportunidades, só temos que conquistar nosso espaço, através da educação. -Hó jornal acho que devem selecionar melhor as opiniões dos leitores. Há! parabens ao novo Presidente dos EUA.

  10. Fátima Pereira disse:

    Que falta de respeito com o LULA.

  11. Henrique disse:

    Com o fim da era Bush (vai tarde) esperamos que a coerência seja reestabelecida nos EUA. Boa sorte ao Obama e que ele seja realmente tudo aquilo que mostrou até o momento.
    Abraço.

  12. João Demetrio disse:

    Parabéns ao leitor Fabio Rosa. Seu estilo é preciso e direto.Concordo com o seu conceito social de cor de pele. Realmente não poderia ser diferente para Obama, um não branco que desfrutou de uma estrutura social bastante favorável para o desfecho de sua carreira ( não tiro o mérito de sua inteligência).Continuo reticente, acreditando que ele não mudará os rumos do ideal americanos de supremacia mundial e com isto, mantendo a política protecionista dos produtos e mercado americanos e de uma política externa incisiva (manutenção da criação da IV Frota, atuação das forças armadas no Afeganistão, manutenção do dólar como padrão monetário internacional, etc). Minha torcida é para uma solução rápida para esta crise econômica mundial, o que dependerá de uma séria política econômica de seu governo, já que tudo começou nos EU.
    (João Demetrio/RJ)

  13. EDVALDOTAVARES disse:

    A NOVA COR DO PODER. Uma eleição, uma vitória e, a humanidade é a vencedora. Barack Obama, de origem africana, pobre e quem sabe, muçulmano e sem cotas protetoras, trilhou o caminho para ter a sua formação em duas bem conceituadas universidades e, hoje, é o presidente da mais poderosa nação. O que dizem os “chorões” brasileiros, clamantes por protecionismo, sentindo-se incapazes de conquistar espaço entre os vencedores? Acham que por serem descendentes de negros já nasceram derrotados? Eis a prova de que todos vieram ao mundo para vencer. Ninguém veio como carta marcada, para perder. Cada um que faça a parte que lhe cabe e pare de se postar como coitadinho. Descubra a força que tem e siga o exemplo que ora dança vitorioso diante de seus olhos, opacificados pela ignorância. Obama é digno representante da cor da vitória, do sucesso, da inteligência e da auto-confiança – crença inabalável na própria capacidade de vencer. Orgulhosamente pode ser dito que é um modelo poderoso da miscigenação a ser seguido. É a demonstração incontestável da igualdade, sem predomínio de uma “raça” sobre as outras, existindo apenas em irmandade. A África, berço de toda a humanidade, mostra mais uma vez a sua influência, manda a mensagem de que os negros e seus descendentes mestiços não precisam de humilhantes paternalismos. Aos apologistas das infames cotas raciais e mendicantes de reparações de um passado que não viveram este é o momento oportuno para se mirarem no exemplo marcante e mudarem a retórica. Bom seria se passassem a exigir educação de qualidade e a lutar pela igualdade de oportunidades. Se assim agirem, é certo que contribuirão para o Brasil ficar abarrotado de “baracks obamas”. BRASIL ACIMA DE TUDO! EDVALDOTAVARES. MÉDICO. BRASÍLIA/DF.

  14. E. Coelho disse:

    O novo presidente americano foi eleito pela sua capacidade de comunicação, pelas promessas feitas, pela simpatia e também pelo fato do partido republicano estar fortemente desgastado na gestão Bush. A sua cor foi irrelevante.

    Desejamos boa sorte ao novo presidente e ao povo americano.

  15. Bruno disse:

    Após oito anos de governo, Bush passa a "batata quente" para o democrata Barack Obama. Bush vai deixar pra Obama, crise na indústria automobilística, crise no setor imobiliário, desemprego crescente, dinheiro jogado fora em várias guerras que não levaram a nada, é uma situação de completa retração da economia tanto nos EUA como no mundo.
    Obama terá um desafio enorme! Não vai ser fácil reverter essa situação!

  16. Dirceu fascetti disse:

    Apos ler todas essas noticias dizendo que vai ser um trabalho duro mas diz aprofecia que os ultimos dias serão rapidos
    portanto vamos nos preparar

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *