Início » Brasil » Política » Israel rejeita proposta de Obama
Fronteiras de 1967

Israel rejeita proposta de Obama

Primeiro-ministro israelense disse que retorno às fronteiras de 1967 poderia colocar em risco a segurança do Estado judeu

Israel rejeita proposta de Obama
Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu (Fonte: AP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Estado israelense reagiu com veemência ao discurso desta quinta-feira, 19, do presidente dos EUA, Barack Obama, no qual ele propôs que as fronteiras anteriores à Guerra dos Seis Dias, em 1967, quando Israel ocupou Jerusalém Oriental, a Cisjordânia e a Faixa de Gaza, constituam a base de negociação para a criação de um Estado palestino.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que o retorno às fronteiras de 1967, que classificou como “indefensáveis”, representaria um verdadeiro desastre para o Estado judeu.

Benjamin Netanyahu disse ainda que a proposta de Obama poderia colocar em risco a segurança de Israel e fazer com que a maior parte dos assentamentos de colonos israelenses ficassem dentro de um hipotético Estado palestino. Obama e Netanyahu têm um encontro marcado para esta sexta-feira, 20, na Casa Branca.

Fontes:
IG - Premiê de Israel diz que fronteiras de 1967 são 'indefensáveis'

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Rudy Lang disse:

    O Obama pirou. Mas pirou mesmo. Só podia ser um democrata (com viés esquerdista) para ser tão burro assim.
    Imaginem só se a Polônia aceitaria uma imposição da Alemanha para devolver os territórios perdidos pelos nazistas, tais como a cidade de Danzig. JAMAIS.
    Guerra é guerra. Israel NÃO COMEÇOU A GUERRA QUE PRODUZIU AS FRONTEIRAS PÓS 1967.
    Continuo não entendendo como os americanos foram eleger o Obama.
    E isso que eu sou americanófilo.

  2. jayme endebo disse:

    Não há a menor possibilidade de devolução na área da cisjordania, a faixa de leste a oeste do Estado de Israel tem 16 km ou seja, do leme ao leblon com cidades importantes nela como tel aviv e no futuro estado palestino que poderia se armar até os dentes como Israel iria se defender?
    Obama está armando alguma articulação para o dominio do Islã no mundo, está promovendo a troca de ditadores por possiveis outras ditaduras,deixou o Irã quieto(talvez saia do Iraque para uma futura ocupação persa e dividi-lo, o Hezbolah poderia ficar com o líbano e o hamas ficaria com Israel, será?
    O caso do Bin laden está muito obscuro ninguem tem certeza da sua morte ( poderia ja estar morto e fizeram teatro) e negociaram um rearanjo com os talibãs e al quaeda, tudo é possivel.
    Vai ser o segundo democrata burro(primeiro foi carter) que não entende de politica externa e vai fazer um estrago irreversivel aos EUA e ao mundo, vamos aguardar as movimentações das peças deste xadrez.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *