Início » Notícia » Maioria dos senadores é a favor do fim do voto secreto
Levantamento

Maioria dos senadores é a favor do fim do voto secreto

Proposta de voto aberto em casos de cassação de mandato, no entanto, tramita há quase 12 anos no Congresso sem uma conclusão

Maioria dos senadores é a favor do fim do voto secreto
Plenário do Senado (Fonte: Reprodução/Agência Senado)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um levantamento feito pelo site Congresso em Foco mostra que a ampla maioria dos senadores apoia o fim do voto secreto em casos de cassação de mandato. Do total de 81 parlamentares, apenas sete disseram que são contra o voto aberto neste tipo de situação, três deles são do PMDB.

Além dos sete senadores que se manifestaram contra, outros seis não informaram sua posição. Até mesmo o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), que enfrenta um processo de cassação por seu envolvimento com o contraventor Carlinhos Cachoeira, é a favor do voto aberto.

A proposta de voto aberto em casos de cassação de mandato, no entanto, tramita há quase 12 anos no Congresso sem uma conclusão. O voto secreto também é previsto em casos de apreciação de veto presidencial, indicação de autoridades, composição de mesas diretoras, entre outras situações. O site Congresso em Foco optou por perguntar aos senadores apenas sobre o fim do voto secreto nos processos de cassação a fim de simplificar a enquete.

E você, caro leitor, é a favor ou contra o voto aberto para cassação de mandato?

Fontes:
Congresso em Foco - Só sete senadores se dizem a favor do voto secreto

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Luiz Mourão disse:

    Já conhecemos esse enredo…
    TODOS (salvos, ou condenados, esses sete) os Senadores (e nas Câmaras não seria diferente) são a favor da extinção desse malfadado resquício de compadrio (ou seria “compradrio”) que só vela, dos olhos do cidadão, o que realmente está a ocorrer..
    Mas fica a dúvida, talvez maldita: a votação para a extinção do voto secreto SERÁ SECRETA????
    Se for, podemos antever o resultado: TODOS os Senadores se insurgindo contra o voto secreto, mas votando, ao abrigo do próprio voto secreto, a favor do voto secreto (quantas palavras secretas…)!!
    Se não for, aí sim teremos o “quem é quem” da política brasileira; isso, claro, se a grande mídia se dispuser a emoldurar, com grande pompa, todo o evento…
    Tenho sérias dúvidas…

  2. Ruy Benitez disse:

    Caros amigos…vamos ser objetivos?
    Se a maioria é a favor, então porque não é aprovado o voto aberto?
    Pelo simples motivo que a maioria não é a favor! Simples assim!

  3. Nelson Lorenzo disse:

    Até parece que há progresso na consciência dos parlamentares para uma maior transparência, eliminando o voto secreto. Porém a verdade é que não resolveram em 12 anos e duvido da intenção honesta desses senhores para se comprometer com o pensar da maioria do povo. Continuam cuidando seus interesses mútuos.
    A pesar disso, confio que nos próximos anos não vai existir o voto secreto, confio que gente jovem com maior sentido de integridade vai chegar ao congresso. Confio que muitos dos velhos políticos serão substituídos por jovens mais capazes. Confio na juventude e seu desejo de justiça social. Não confio em partidos, qualquer seja. Confio em pessoas íntegras e honestas que acredito, vão a chegar.

  4. Afonso Schroeder disse:

    Na legalidade democrática estes 81 Senadores são os representantes da sociedade, mas são notórios os conservadorismos é tanto que o proprio povo nas eleições para estes cargos eletivos ainda não se deu conta que existe a necessidade de audâcia de jovens também postularem estes cargos, pois somos um País composto pela maioria de jovens, mas sem uma representatividade efetiva em todas casas Legislativas não só nas Camaras altas como também a inespresividade nas Assembléias Legislativas dos Estados, onde quase não temos representantes abaixo dos 35 anos, penso que as renovações políticas, econômicas e sosiais devem ser compostas por equipes que talves com menos experiência, mas que com toda certeza vão ser representantes do povo com muito mais efetividade no acompanhamento das resoluções que se apresentam.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *