Início » Brasil » Política » TSE nega registro de Paulo Maluf
Eleições 2010

TSE nega registro de Paulo Maluf

O que resta a Maluf é recorrer ao plenário, que pode impedir definitivamente o deputado de tomar posse

TSE nega registro de Paulo Maluf
Registro de candidatura de Maluf foi negado pelo TSE

Reeleito no primeiro turno das eleições, o deputado Paulo Maluf não poderá tomar posse na Câmara dos Deputados. Isto porque ele concorreu sem o registro de candidatura e dependia de uma decisão da Justiça para ter direito aos votos que recebeu.

O responsável por arquivar o caso e tornar quase inviável a eleição de Paulo Maluf foi o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Marco Aurélio Mello. De acordo com Mello, os advogados do político perderam o prazo para recorrer. O que resta a Maluf é recorrer ao plenário, que pode concordar com o ministro do TSE e impedir definitivamente o deputado de tomar posse. Paulo Maluf teve 497.203 votos.

Leia mais:

Ficha limpa tem brecha que pode beneficiar condenados

 

Fontes:
O Globo - Reeleito, Maluf perde prazo e fica impedido de tomar posse na Câmara dos Deputados

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Luciane disse:

    Demorou muito…mas é um bom começo…apesar de muitos ainda conseguirem escapar da ficha limpa…mas é trabalho de formiguinha e nós brasileiros somos os responsáveis por isso…nós é que na verdade impugnamos ou aceitamos uma candidatura quando votamos em pessoas que não fazem mas parte de nosso novo pensamento. A reforma politica se faz através dos votos e na forma com a qual escolhemos nossos governantes. Graças a Deus a consciencia coletiva esta chegando e fazendo com que as coisas mudem, ainda que muito timidamente…um começo é sempre melhor que nenhum começo. É errado um candidato corrupto querer se eleger mas mais errado é ele ser eleito. E isso é responsabilidade minha, sua e de todos.

  2. Marcelo Sommer disse:

    Já era tempo de dar freio a esse político. Os advogados perderam o prazo ou o Maluf deixou de pagar os honorários? Acho difícil que advogados desse quilate percam prazos… isso cheira a “exceptio non adimpleti contractus”.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *