Início » Brasil » Política » Marina Silva: em busca do ‘verde’ perdido
Charge da semana

Marina Silva: em busca do ‘verde’ perdido

Confira a charge da semana sobre a saída de Marina Silva do Partido Verde. Por Alviño

Marina Silva: em busca do ‘verde’ perdido
Fonte: Opinião e Notícia

Leia mais:

O amadurecimento de Marina Silva

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. CARLOS ALBERTO ABEL disse:

    A Senhora Marina Silva foi eleita no partido errado, no país errado, mas, na hora certa. É um oásis de inteireza de princípios nesse meio baixo e sem moral dos políticos brasileiros. Se a presidenta Dilma está à procura de pessoas decentes e competentes para seus inúmeros ministérios por que não a convida? Fica a pergunta.

  2. Peter Pablo Delfim disse:

    Dilma Roussef não está sabendo lidar com sua base de sustentação política. Estão dando uma dor de cabeça muito maior do que governar o país. O que iria conseguir com Marina Silva driblada pelo oportunismo? Acredito que nada. Somente mais dor de cabeça para resolver problemas surgidos de uma oratória que fatalmente levará a muitos caminhos. Assim foi durante toda sua campanha. Em suas palavras Marina sempre deixou supor muitas possibilidades.

  3. Helo disse:

    O verde perdeu-se muito nos desmatamentos recordes em assentamentos do Incra durante o tempo de ministra. Os dados nunca então nos foram revelados. Minc o fez.

  4. Marluizo Pires Cruz disse:

    Esse Brasil Partido é coisa de passado companhias hereditárias que não deu certo. O Brasil presente e futuro é atender as prioridades do Povo brasileiro. Essa é a lição para os gestores públicos.
    Estaremos atentos para na hora de votar conscientimente elegermos um projeto de Brasil Nacão!

  5. Alexson Pantaleao disse:

    Saiu do PT, por não concordar com ideais e ideologias do seu superior, saiu do PV, não se encaixava mais na sua concepção e trilhos demarcados. Fica uma ideia, nunca se muda nada se mudando! as mudanças devem ser de dentro dos problemas e não os abadonandos!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *