Início » Brasil » Política » Ministros corruptos de Lula caem no governo Dilma
Tendências e Debates

Ministros corruptos de Lula caem no governo Dilma

Em seis meses de governo, a presidente Dilma fez quatro alterações no primeiro escalão, e dois de seus ministros já podem ser considerados maus resquícios do governo Lula. Por Emanuelle Bezerra

Ministros corruptos de Lula caem no governo Dilma
Em um mês, dois ministros do governo Dilma caíram (Reprodução / Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em seis meses de governo, a presidente Dilma fez quatro alterações no primeiro escalão, e dois de seus ministros já podem ser considerados maus resquícios do governo Lula: o ex-chefe da Casa Civil Antonio Palocci, e o agora ex-ministro dos transportes Alfredo Nascimento. A queda de Nascimento traz à tona uma equação que pode ter um resultado complicado para a presidente Dilma Rousseff. (Comente aqui)

Primeiro fica no ar a dúvida se Dilma é menos tolerante com a corrupção do que seu antecessor (e padrinho), o ex-presidente Lula — já que este é o segundo ministro “herdado” que deixa o cargo por corrupção. E se esta comparação com o ex-presidente não lhe trará problemas dentro do PT, que tem a clara intenção de colocar Lula novamente no poder. Depois, o fato de ela não ter força política para simplesmente se desfazer dos 40 deputados federais e cinco senadores que formam a bancada do PR, partido liderado por Nascimento e que irá indicar um novo ministro para pasta. Ou seja, o próprio Nascimento nomeará seu sucessor.

Ainda nos tempos em que a presidente ocupava a Casa Civil, ela já não considerava Nascimento confiável. Isso porque o Ministério dos Transportes, que ele comandava há sete anos, é alvo constante de denúncias de irregularidades. Em 2003, assim que assumiu o cargo, o ministério sofreu uma imensa fiscalização dos auditores do Tribunal de Contas da União, que identificaram uma série de problemas na operação Tapa Buracos. Ele deixou o cargo para disputar e ganhar as eleições para o Senado e quando reassumiu, em 2009, novos escândalos, com um vídeo publicado pelo jornal Correio Braziliense, vieram à tona. O caso foi relembrado esta semana pela revista IstoÉ.

No vídeo Alfredo Nascimento aparece negociando com Valdemar Costa Neto a liberação de verbas públicas para cooptar deputados para o PR. Mas este foi só o mais um caso, pois desde o último sábado denúncias envolvendo o senador vêm sendo publicadas. A gota d’água mesmo foi o fato de uma das empresas de seu filho, Gustavo Morais Pereira, ter tido um crescimento de 86.500% em três anos.

Já Antonio Palocci teve plena aceitação de Dilma após coordenar a sua campanha eleitoral. Depois de eleita a presidente via Palocci como o seu homem de confiança. Mas não teve jeito. Com as denúncias do jornal Folha de S. Paulo de que seu patrimônio aumentou em 20 vezes entre 2006 e 2010, quando era deputado federal do PT pelo estado de São Paulo, o então ministro-chefe da Casa Civil anunciou seu afastamento no dia sete de junho. Um mês depois o governo de Dilma sofre seu segundo desfalque.

Escândalos de corrupção também foram amplamente divulgados pela imprensa durante o governo Lula. Mas, fato é que Dilma, com o conhecimento administrativo que tem, consegue perceber as falcatruas em contratos. A última edição da revista Veja descreveu a reunião da presidente com os diretores do Ministério dos Transportes em que ela diz que o superfaturamento estava visível.

Dilma aparentemente tem disposição para combater a corrupção, o que ela não tem é força. Já que foi eleita por uma coligação – o maior número de partidos políticos já reunidos desde a redemocratização, e não pode andar fora da cartilha combinada com seus aliados. Uma boa demonstração disso foram as ameaças de rebelião das bancadas do PR no Senado e na Câmara caso o nome do preferido de Dilma para assumir os Transportes, o ministro interino Paulo Sérgio Passos, fosse confirmado como o novo titular do ministério. Ao que parece, Dilma terá mesmo muitos problemas nos próximos três anos e meio.

Caro leitor,

Você acha que a queda dos dois ministros demonstra uma tolerância menor com a corrupção no governo Dilma em relação ao governo Lula?

Você considera correto um partido ser “dono” de um ministério, como no caso dos transportes, em que o PR tem prioridade para comandar desde o governo FHC?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

26 Opiniões

  1. Carlos U. Pozzobon disse:

    Pelo que sei não se deve a Dilma a iniciativa da demissão e nem da descoberta da corrupção em sua volta. Quem denunciou Alfredo Nascimento não foi propriamente o partido no governo. Palocci saiu do Planalto aplaudido. Embora as demissões seja uma atitude de Dilma, nisso ela se difere de Lula, para quem as denúncias não tinham qualquer importância.

    Um governo que funciona por cooptação social através do financiamento de organizações de apoio do tipo ONGs e sindicatos e pelo loteamento da máquina pública para os partidos aliados, certamente tem muito a zelar na contagem dos votos necessários à aprovação de medidas seguramente repudiadas pela sociedade, mas que se inserem na desculpa da emergência, do saneamento da saúde, e assim por diante. Se o governo não estivesse preocupado em catar votos no Congresso, ele estaria seguro de sua capacidade de persuasão. Com propostas como o regime de contratação direto para as obras da Copa do Mundo passando por cima da lei de licitações, significa que o governo tornou-se refém da base aliada. O resultado não deixa dúvidas quanto a previsibilidade: será um governo fraco, apoiado por medidas provisórias casuístas, e propenso as trapalhadas e mais corrupção.

  2. Joares Lima Quarto disse:

    A presidente Dilma difere do que saiu no quisito saber ler. Se tiver personalidade, poderá passar para a historia como a Autoridade que acabou com os roubos na esfera governamenta. Mas, para isso, não poderá olhar partido e muito menos cara feia.
    Se conseguir prender e tomar para a nação os bens adiquiridos com o dinheiro do contribuinte sem duvida será reeleita, e veja bem, eu não votei nela.

  3. André Luiz de Jesus Silva disse:

    A colocação no artigo pode ser considerada como hipótese, mas ainda é muito cedo para afirmações positivas acerca da atitude da presidente. Deve-se lembrar que ela relutou muito para retirar Palocci, que no fim das contas pediu para sair.

    Não é correto ser dono de um ministério, mas a estrutura complexa e viciada de nossa política ainda permite este tipo de comportamento, de modo a prejudicar a solução dos problemas em torno de cada caso.

    Timon/MA

  4. Elisa disse:

    A Presidente á competente e, creio eu, bem intencionada. Talvez tenha ojeriza à corrupção, mas a luta contra tantos corruptos deixa-a em situação de fragilidade. O que falta, então? No meu ponto de vista, falta só a coragem do povo brasileiro, se confiar nela, para ir às ruas e dar-lhe o necessário apoio. Se reivindicarmos e exigirmos o cumprimento do art. 37 da Constituição Republicana de 1988 – legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, creio que o caminho estará aberto para o atual Governo trabalhar melhor, JÁ QUE FORAM ELEITOS!

  5. Henrique Meyer de Azevedo disse:

    O partido perdeu a oportunidade de ter o ministério em suas mãos. Deveria saber o que estava fazendo. Deixou o cavalo encilhado passar.
    Na minha opinião, a presidente Dilma tem a liberdade de livre escolha. Ela estará inclusive preservando a sua atuação perante a opinião púbica. Se ela for firme, servirá de exemplo para outros ministros.

  6. André Luiz D. Queiroz disse:

    Não, não acho. Mesmo que Dilma, pessoalmente, seja menos ‘flexível’ que seu antecessor no trato da corrupção, bem sabemos que ela não governa sozinha. Muito pelo contrário.
    Sobre o ‘loteamento’ de cargos e benesses entre as bancadas aliadas a cada eleição, isso é uma das práticas mais abomináveis que perduram na política brasileira há décadas. Um verdadeiro ‘reparte do botim’.
    Enquanto perdurar esse estado de coisas, jamais teremos um governo comprometido com o verdadeiro desevolvimento da sociedade e instituições brasileiras.

  7. CARLOS ALBERTO ABEL disse:

    Estou com oitenta anos e só vejo aumentar a deterioração política no nosso Brasil. Ainda há uma remota esperança, quando vemos que a presidenta Dilma é incorruptível, ao contrário do seu antecessor. Mas ela não tem poder político e obriga-se a chafurdar com essa canalhada política que usa o dinheiro público como sua propriedade particular. Espero que o senador Maggi, o famoso “Motosserra de ouro”, assuma o ministério dos transportes e tenha os seus podres analisados pela imprensa e, em decorrência, pelo ministério público e seu braço direito, a polícia federal.

  8. José Tadeu Barbalho disse:

    Sitiar ministérios para partidos políticos é uma vergonha nacional. Esses homens corruptos não são brasileiros, nasceram aqui, mas são filhos do NADA, não tem Pátria. Suas pátrias são seus interesses pessoais, por isso não possuem valor moral, ético e humano. O dinheiro roubado que acumulam e desviam é a miséria do nosso povo. Deveriam ser expulsos do país com carimbo no passaporte, dizendo: Profissão: LADRÃO.

  9. José Tadeu Barbalho disse:

    O governo Dilma está preocupado com sua imagem e repercussão negativa de seus ministros, só isso. a corrupção no país é sistêmica, institucionalizada. nossa crise não é econômica, alimentar ou social, ela é basicamente uma crise de valores, de ética, ou como diria Sócrates, é uma crise de ausência de virtudes. Não confio em absolutamente nenhum político. desculpem, diante de tantas mazelas políticas e jôgo de influências negativas nos govêrnos Federal, Estadual e municipal, o que sinto é NOJO. Os militares tiveram erros pontuais de acordo com suas ideologias; o govêrno Civil demonstra uma completa incompetência para gerir esse país. Até quando vamos assistir tanta gente roubando sem tomarmos uma atitude sobre isso?. Até Quando?.

  10. Marco Menezes disse:

    MEDITA ENÉRGICA CONTRA GRUPOS QUE SE INFILTRAM NOS PARTIDOS.(Pegando leve)

    SENHORA PRESIDENTA, EX GUERRILHEIRA,NOSSA DAMA DE FERRO !
    BASTA UM DECRETO: QUE PUNA COM DEMISSÃO IMEDIATA OU AFASTAMENTO DAQUI PARA FRENTE, QUALQUER SERVIDOR ESCOLHIDO PELOS PARTIDOS QUE VENHAM A TER SEUS NOMES ENVOLVIDOS NA MÍDIA EM QUALQUER ENVOLVIMENTO EM NEGÓCIOS VANTAJOSOS E OBSCUROS PARA SI OU PARA OS SEU AMIGOS, E SE O CASO FOR COMPROVADO, TODOS OS INDICADOS PELO PARTIDO TERÃO QUE DEIXAR OS SEUS CARGOS NO GOVÊRNO, COM ISSO, OS PARTIDOS TERÃO UMA GRANDE RESPONSABILIDADE ANTES DE INDICAR ALGUEM PARA OS CARGOS.

    E QUE APARTIR DA VALIDADE DO DECRETO TODOS OS PARTIDOS TERÃO QUE EXIGIR RENÚNCIA DE TODOS QUE EXERÇAM CARGOS PÚLICOS, CASO TENHAM UM PASSADO REGRESSO ( RABO PRESO) QUE ENTREGUEM OS CARGOS Já, ANTES DE SEREM DESCOBERTOS, E ASSIM NÃO PREJUDICAREM OS BONS.

    MINHA PRESIDENTA , SE A SENHORA TIVER A CORRAGEM DE DECRETAR ESTE ESTILO DE DECRETO A SENHORA NEM IMAGINA O BEM QUE FARÁ AO NOSSO PAÍS, SOBRÁ DINHEIRO PARA TUDO , TEREMOS OS HOSPITAIS, ESCOLAS , INFRA ESTRUTURA TUDO DE PRIMEIRO MUNDO.

    AGORA ESTA EM SUAS MÃOS PRESIDENTA, ROMPAS AS BARREIRAS, FAÇA O QUE TEM QUE SER FEITO, DOA A QUEM DOER, O FUTURO DE NOSSO PAÍS ESTA EM JOGO !

    DEUS LHE ENTREGOU UM POVO PARA FAZER DELE O MAIS PERFEITO E CORRETO !

    QUE DEUS LHE ABENÇOE !

  11. antonio augusto ribeiro neto disse:

    Se os partidos de oposição apoiarem a presidente,talves ela consiga diminuir a corrupção acabar de ves eu não acredito

  12. Edvaldo Francisco Resende disse:

    Como se trata de governo de coalizão com diversos partidos, fica complicado para a presidenta Dilma tomar medidas unilaterais no que concerne a recomposição de seu ministério. É claro e evidente que o bolo deve ser fatiado, mais nem por isso vamos admitir de hipótese nenhuma que ladrões, corruptos e facinoras seja que partido for fique a frente ou como presidente de partido possa indicar seu substituto. Primeiro porque: quem com porcos se mistura farelos comem, é então tomará assento outro corrupto. Acho que o partido deve fornecer uma lista de seus filiados para a apreciação da presidenta. Que seja pessoa de passado limpo e capaz. Peço também que esses facinoras sejam julgados conforme a lei, porque os presidios estão somente abarrotados de pobres, pretos,protistutas que ainda são discriminados. Os chamados poderosos nada acontece, só tapinha nas costas e segredo de justiça depois. Enquanto isso a sociedade fica a ver navio em pleno deserto. Não suportamos mais esse caos sosial, temos que agir.

  13. ivan disse:

    pra mim é um bando de ladrões sem carater onde querem mostrar para os cidaões que tem que ser honestos e eles mesmo fasem o contrario , bando de safado.saimos da ditadura e parece que moramos em Gotancite será que temos que chamar o batman ? cadeia neles brasil

  14. LUIZ CARLOS disse:

    ACHO TUDO ISSO UMA PALHAÇADA, POIS PODEM DESCOBRIR QUALQUER COISA, PROVAR QUALQUER COISA, MAS NO FIM TUDO DARA NOVAMENTE EM NADA, NÃO ESQUEÇAM O JUDICIÁRIO ESTA NA MÃO DE LULA E DO PT, E TUDO SEMPRE FICARÁ EM NADA, NÃO APENAS DO PT OU PARTIDOS COLIGADOS, PODE SER ATÉ QUANTO A DITA OPOSIÇÃO, NÃO É INTERESSANTE NA ALTURA DO CAMPEONATO ACHAR CULPADOS, MELHOR TUDO SER PERDOADO E ESQUECIDO. EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO HOJE SE CONFUNDEM E SE FUNDEM EM INTERESSES COMUNS.

  15. ZULEIDE BOCHNIA disse:

    CADÊ O CHEFE DA QUADRILHA???????QUEM OCUPAVA O PALÁCIO DO PLANALTO NA ÉPOCA???? PORQUE TODOS OS PROCESSOS CONTRA HA CORJA POLÍTICA NUNCA ENQUADRA O CHEFE. O QUE NÓS BRASILEIROS ESTAMOS FAZENDO COM NOSSO PAÍS??????QUE DEUS NOS ACUDA!!!!!!

  16. Denise Lacombe disse:

    Gente!!!!!! É óbvio que ela não tem nenhum mérito na saída deles. Afinal, ela é petista, o que já é mau sinal. Ninguém anda lendo os jornais ????? Ela NÃO FEZ ALTERAÇÃO NENHUMA por conta dela, porque achava que eles eram corruptos. Foram os escândalos que foram divulgados que a pressionaram pra isso. Até porque, se ela fosse demitir todos os corruptos de Brasília e do resto do governo, todos os políticos brasileiros caberiam num conjugado em Copacabana. O BNDES, hoje, por exemplo, é um ninho de cobras com maioria petista, querendo criar “conglomerados brasileiros” – aqueles mesmo que antes aquele presidentezinho que tivemos chamava “das elite capitalista”. Quem saiu, saiu por pressão da opinião pública, que ainda é uma ferramenta que os brasileiros não sabem usar porque somos ignorantes e desinteressados e porque o povo vota em “nomes de políticos” (eu não, porque nunca votei pra vereadorzinho, deputadozinho, senadorzinho, etc). E pra governador e presidente sempre votei no menos pior.
    Então, a dilminha ainda não fez mais do que a obrigação, dentro do pouco poder e coragem que ela tem. Fala sério……………..

  17. Markut disse:

    A presidente Dilma é ainda uma incógnita.Pelo passado guerrilheiro e pelo fato de ter sido “fabricada” pelo seu antecessor, esse sapo barbudo, cujas intenções pode-se sempre imaginar as piores.
    A parada vai ser dura para ela, mas ela sabe muito bem com quem está lidando.
    Os sinais de uma certa moralização serão sempre bem vindos e caberia aos formadores de opinião, na mídia, demonstrar o seu apoio a essa limpeza, tão essencial, uma vez que corrupção e desfaçatez ultrapassaram qualquer nivel de tolerância.
    É a hora de a presidente deixar bem claro de que lado , de fato, ela está.

  18. marciodacostamarchiori disse:

    em politica é assim mesmo, é só a pessoa chegar ao poder que se fica conhecendo a sua verdadeira face. Eu não votei na presidente Dilma mas já que a maioria do povo brasileiro a nomeou estou torcendo pelo seu sucesso no cargo de presidente!

  19. João Cirino Gomes disse:

    Eu tenho um pé atras; seja com qualquer politico; também pudera, tudo que fazem, acaba vindo a tona como armação e oportunismo para seus favoritismo!

  20. Wellington disse:

    Eu acho que a presidente Dilma está querendo seguir o rumo certo e verdadeiro, apesar de se encontrar entre a cruz e a espada em virtude do seu passado guerrilheiro… acho também que ela aos poucos vem demonstrando sinais de moralização, o que é uma grande virtude e muito bom para nós brasileiros qua já não acreditamos mais na classe política… “Limpeza já”

  21. Marluizo Pires Cruz disse:

    Quem é “dono” pode fazer e desfazer do que é seu.
    Mas o problema da administração pública brasileira é justamente esse erro de alguns acharem que é “dono” da coisa pública e se apossarem do poder dividindo o Estado entre os amigos lobos transvestidos de cordeiros formando uma matiha anciosos em perpetuar no interesse maior o Poder de exaurir os recursos das instituições públicas.

  22. Maria Luiza disse:

    complicado..apesar de eu ser jovem… acho q nescessitamos de uma limpa no governo, o difícl vai ser achar uma maneira .. já que temos toda essa história de corrupção, isso naum vem de hoje, e espero que a Presidenta aproveite as oportunidades e que tenha mais coragem pra isso!

  23. Ramon M.B.van Buggenhout disse:

    Realmente a Presidente Dilma tem surpreendido de forma bastante inesperada aqueles que tinham reservas contra ela, em virtude de seu passado de guerrilheira. Mas a história tem demonstrado que os algozes do passado se tornam de quando em vez heróis no futuro. Muitos nacionalistas têm olhado com certa admiração o rigor e a probidade com que se tem havido a Presidente. Não é fácil superar e sobrepor-se aos conciliábulos pré-eleitorais. Os apoios políticos, lamentavelmente, no Brasil não se assentam nos interesses nacionais, mas nas ambições pessoais. É um problema de cultura, de ética, de educação, de cuna. Cabe aos brasileiros conscientes propugnar pela prática dos bons princípios. Houve época em que se distinguia um cidadão livre e de bons costumes. A política atual acolhe principalmente os que são livres dos bons costumes. O que está em cima é igual ao que está embaixo. Os políticos são o retrato do povo que os elege.

  24. marciodacosta disse:

    Parece-me que a nossa presidente assim que tem a confirmação dos delitos de seus comantados ela afasta-os do governo, e isso é o correto.
    Sendo assim eu continuo dando-lhe a minha total confiaça nela.

  25. maria disse:

    eu adorei a reposta

  26. Regina Emiliano disse:

    Não acredito que a Dilma esteja intolerante com os ministros corruptos. Acredito sim que as redes sociais/transparência Brasil, tem se prestado ao excelente de denunciar estes meliantes e com isto não há outra saida, a não ser a exoneração. Um partido ser dono de um ministério no Brasil é crucial politicamente falando. O partido detentor do cargo, deveria ser auxiliado e fiscalizado por membros de um outro partido. Talvez a taxa de corrupção no governo federal, diminuiria.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *