Início » Brasil » Política » Monarquia saudita consegue evitar ‘dia de fúria’
Efeito dominó

Monarquia saudita consegue evitar ‘dia de fúria’

Pontos chaves de várias cidades do país foram ocupados por agentes das forças de segurança

Monarquia saudita consegue evitar ‘dia de fúria’
Policiais em Riad, capital do país (Fonte: AFP)

A monarquia da Arábia Saudita desencadeou nesta sexta-feira, 11, uma forte operação de repressão contra grupos de opositores que pretendiam celebrar um ‘dia de fúria’ no país, a exemplo do que já aconteceu no Egito, na Líbia e em outros países do chamado mundo árabe.

As manifestações estavam previstas para o meio-dia, logo depois das orações, mas as forças de segurança sauditas realizaram uma maciça mobilização a fim de sufocar os protestos antes mesmo que as aglomerações começassem a se formar. Pontos chaves de várias cidades do país foram ocupados por agentes das forças de segurança.

Mesquita cercada

Em Riad, capital do país, policiais cercaram uma mesquita e revistaram as pessoas no centro comercial Olaya, local onde estavam previstas concentrações para os protestos.

Houve policiamento ostensivo também na segunda maior cidade saudita, Jidá, no Mar Vermelho, e em Al-Qateef, onde três manifestantes xiitas foram feridos a tiros por policiais na noite desta quinta-feira, 10.

Leia mais:

Uma nova crise do petróleo?

Como a Europa deve agir em relação ao mundo árabe

Fontes:
AFP - Demonstração maciça de força na Arábia Saudita cala dissidentes

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Markut disse:

    Pelo visto, evitando ou não o “dia de fúria”, a pressão da panela está aí presente e, dificilmente, ela será contida e isolada do inevitavel contágio.
    Este movimento traduz uma revolta popular entalada na garganta, há muitas gerações.
    A maravilha dos atuais meios de comunicação facil e instantãnea poderá, de fato, significar um precedente sem paralelo, na história desses povos, contemplados pela aleatoriedade da riqueza do ouro negro do sub solo, abocanhada, porem, pelos seus líderes, verdadeiros machos alfa de manada, e por uma cleritocracia conivente.

  2. JORGE TERRA disse:

    SE LIVREAR DE TIRANOS É MUITO POSITIVO, MAS SE O PODER CAIR EM MAÕS RADICAIS AI VIRA AQUILO.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *