Início » Brasil » Política » Nova greve geral paralisa a Grécia
48 horas

Nova greve geral paralisa a Grécia

Prédios públicos, escolas e tribunais estão fechados, e os hospitais operam de forma reduzida

Nova greve geral paralisa a Grécia
Protesto em frente ao Parlamento grego (Fonte: Reprodução/Reuters)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Grécia enfrenta a partir desta quarta-feira, 19, uma greve geral de 48 horas em protesto contra as novas medidas de austeridade anunciadas pelo governo, que defende cortes de gastos em resposta à crise econômica que atinge o país.

Leia também: Culpa da crise do euro não é da Grécia
Leia também: Grécia aposta em cortes no setor público
Leia também: Protesto de funcionários públicos bloqueia ministérios na Grécia

Essas medidas, que preveem cortes nos salários e nas pensões do setor público, aumentos de impostos e demissões de funcionários públicos, devem ser votadas nesta quinta-feira, 20, no Parlamento grego.

Paralisações por todo o país

Os sindicatos gregos argumentam que os cortes vão prejudicar a economia. Nesta quarta, serviços públicos foram paralisados ao redor de todo o país. Prédios públicos, escolas e tribunais estão fechados. Já os hospitais estão operando de forma reduzida.

Os serviços de transportes também foram prejudicados. Duas das principais companhias aéreas da Grécia já cancelaram dezenas de voos por causa de uma paralisação dos controladores aéreos. Dezenas de milhares de pequenos comerciantes também aderiram à greve, fechando suas lojas em protesto contra as medidas do governo.

Há uma expectativa de que líderes europeus cheguem a uma solução abrangente para a crise da União Europeia em uma reunião de cúpula no próximo domingo, 23.

Fontes:
BBC Brasil - Grécia enfrenta nova greve geral de 48 horas
The Wall Street Journal - Greece Paralyzed By Two-Day Strike Ahead Of Vote

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *