Início » Brasil » Política » Nova Zelândia tem 300 desaparecidos após terremoto
Tragédia

Nova Zelândia tem 300 desaparecidos após terremoto

Primeiro-ministro da Nova Zelândia, John Key, decretou estado de 'emergência nacional'

Nova Zelândia tem 300 desaparecidos após terremoto
Vários prédios desabaram no centro da cidade (Fonte: AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Novas estimativas dão conta de pelo menos 75 mortos e 300 desaparecidos em decorrência do terremoto de 6,3 graus na escala Richter que atingiu a segunda maior cidade da Nova Zelândia, Christchurch, nesta terça-feira, 22.

De acordo com o jornal Herald Scotland, vários sobreviventes tiveram membros amputados antes de serem retirados dos escombros. Foram criados hospitais temporários para atender a todos os feridos.

Hotel para mochileiros em Christchurch ficou destruído (Fonte: Uol)

‘Emergência nacional’

O superintendente da polícia de Christchurch, Russell Gibson, advertiu que o número de mortos deve ser bem maior do que o registrado até agora, e ressaltou que, no momento, as equipes de resgate estão trabalhando focadas na busca por sobreviventes.

O primeiro-ministro da Nova Zelândia, John Key, decretou estado de “emergência nacional” e afirmou que esta terça-feira pode ser “o dia mais trágico da história do país”.

Destruição (Fonte: Getty Images)

Christchurch é uma das cidades sub-sede da Copa do Mundo de Rúgbi que começa em setembro. Um relatório divulgado nesta quarta-feira, 23, pela empresa de consultoria J.P. Morgan estima que o terremoto custará às seguradoras cerca de US$ 12 bilhões em indenizações às vítimas e reconstruções. O governo neozelandês havia estimado prejuízos na ordem de US$ 6 bilhões.

Fontes:
Herald Scotland - Hundreds feared dead in New Zealand earthquake
AFP - Terremoto na Nova Zelândia deixou 75 mortos e 300 desaparecidos
Terra - Terremoto em Christchurch custará US$ 12 bi às seguradoras

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *