Início » Brasil » Política » Número de acidentes aéreos no Brasil dispara em 2011
Segurança no ar

Número de acidentes aéreos no Brasil dispara em 2011

Especialistas afirmam que a infraestrutura da aviação civil brasileira está saturada

Número de acidentes aéreos no Brasil dispara em 2011
Avião caiu na última quarta no Recife (Fonte: Reprodução/Terra)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Desde o primeiro dia de 2011 até o último dia 31 de junho aconteceram 76 acidentes aéreos no Brasil. Os dados são do comando do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). Trata-se de um aumento de 68,8% em relação ao mesmo período do ano passado. 

Não entram nesta conta acidentes como o do bimotor da empresa Noar que caiu nesta quarta-feira, 13, logo após decolar do Aeroporto de Guararapes, no Recife (PE), deixando 16 mortos, e de um helicóptero que caiu em Jaraguá do Sul, na região norte de Santa Catarina, nesta sexta-feira, 15, deixando três mortos. A maioria dos acidentes aconteceu com aviões privados.

Infraestrutura saturada

Com as quedas do bimotor no Recife e do helicóptero em Jaraguá do Sul, o número de acidentes aéreos com vítimas fatais em 2011 já chegou a 17, enquanto em todo o ano de 2010 foram 21.

Especialistas afirmam que a infraestrutura da aviação civil brasileira está saturada, que muita gente sem experiência recebe autorização para voar e que há uma desconexão entre a Anac, o Cenipa e a Aeronáutica em relação a de quem é a responsabilidade pela segurança de voo.

Fontes:
Terra - Número de acidentes aéreos cresce 68,8% no País em 2011

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *