Início » Notícia » O julgamento que mudará a indústria do cigarro?
Tabaco na berlinda

O julgamento que mudará a indústria do cigarro?

Ação bilionária de fumantes contra principais empresas tabaqueiras promete expor mentiras dos fabricantes e abrir precedentes para novos processos

O julgamento que mudará a indústria do cigarro?
Dois milhões de fumantes e ex-fumantes pedem 27 bilhões de dólares canadenses às empresas

Desde o último dia 12, dois milhões de fumantes e ex-fumantes da província de Québec entraram numa briga contra as três empresas tabaqueiras mais importantes do Canadá: Imperial Tobacco Canada, Rothmans, Benson & Hedges e JTI-Macdonald. O processo, que ainda pode durar mais de um ano, pode dar às empresas um prejuízo de até 27 bilhões de dólares canadenses por perdas e danos.

O caso começou em 1998, quando os tribunais da província receberam duas demandas populares de fumantes da província contra as empresas do tabaqueiras.

A primeira demanda foi apresentada em nome de Jean-Yves Blais, 67 anos, que começou a fumar quando tinha apenas 10 anos. Blais desenvolveu câncer de pulmão e em 1997 extirpou parte do órgão. Blais, que continua vivo e fuma mais de um pacote por dia porque alega ser incapaz de deixar o tabaco, pediu US$ 105 mil para cada fumante do Québec que tenha sofrido com câncer de pulmão, laringe ou garganta, assim como enfisema.

A segunda demanda foi apresentada por Cecilia Letorneau, que começou a fumar em 1964 aos 19 anos de idade, em nome de 1,8 milhão de fumantes do Québec. Letorneau pediu US$ 10 mil para cada um dos fumantes da província.

A Associação Canadense contra o Câncer (CCS, na sigla em inglês) classificou o julgamento como “histórico”, em comunicado emitido por seu diretor de Assuntos Públicos, Jean-Daniel Hemlin. Até hoje, diversos processos contra fabricantes de cigarro não tiveram resultados expressivos, mas os advogados dos reclamantes garantem que, desta vez, será diferente.

“Muitos documentos industriais internos serão tornados públicos e revelarão as mentiras dos fabricantes sobre os perigos do cigarro, assim como as estratégias para manter a falta de informação dos fumantes e manter sua dependência”, explica Rob Cunningham, advogado e analista da Socidade Canadense do Câncer. “Estamos defendendo uma causa histórica, que poderá forçar a indústria do cigarro a mudar de comportamento”.

De fato, em caso de vitória dos reclamantes, o julgamento abriria um precedente, fazendo com que as companhias de tabaco possam ser responsabilizadas e permitindo que dezenas ou centenas de milhares de fumantes possam abrir processos por danos à sua saúde. Estima-se que o cigarro cause enquanto seis milhões de mortes por ano no mundo.

Fontes:
Le Monde - L'industrie du tabac peut-elle être ébranlée par les procès de fumeurs ?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Isa disse:

    Sou fumante desde os 13 anos.

    Não sou a favor de culpar uma indústria pelos meus atos individuais. Comecei a fumar porque quis, ninguém me obrigou à isso.

    Não posso responsibilizar outra pessoa, instituição ou empresa por um ato que eu cometi, que é de minha responsabilidade.

    Se endemonizarem a indústria do cigarro, será o mesmo que endemonizar a indústria do álcool, como já fizeram antes com a maconha e outras substância que já foram legais no passado. Ou seja, isso pode levar a uma atitude radical e conservadora do Estado, que é a proibição dos mesmos.

    Vcs querem que o cigarro se tornem ilegal? E o álcool? Daqui a pouco estaremos processando as lanchonetes de fast/junkie food pelos nossos mares no coração e colesterol. Tudo que faz mal será ilegal!

    Onde vamos parar? E o nosso livre-arbítrio, a nossa liberdade de escolha e responsabilidade como cidadãos?

    É bem como aquela história: matei porque estava sendo comandado por um espírito do mal. Estava fora de controle. Não me lembro de nada, fui possuído. A culpa não é minha!

  2. olbe disse:

    Ninguém começa a fumar quando adulto, os fumantes se iniciam na adolescência…é ai que a saúde pública deve entrar para mostrar aos adolescentes o mal que o cigarro faz

  3. Luiz Mourão disse:

    Fumar é apenas UM dos desvios em que pode adentrar o Homem mal educado por seus pais e mundo derredor…
    Eduque uma criança dentro do Bem (e não tem nada de religião aqui pois sou ATEU!) e cultivando valores sólidos para a Vida, e, acima de tudo, seja EXEMPLO do que ensina, e o mau caminho será apenas algo que OS OUTROS escolhem…
    Como os pais se comprometem pouco com a Vida de seus filhos, vemos o que vemos…
    Solução simples, ainda que de execução complexa..
    O resto é bobagem de quem não pensa sobre o que pensa, e vive uma Vida programada pelo meio derredor…

  4. Guilherme Vergueiro disse:

    Tem gente que gosta de ganhar dinheiro sem fazer nada … Fuma quem quer … agora processar quem fabrica os cigarros acho meio ignorância … então vamos processar também os fabricantes de cachaça, whisky, conhaque, etc… quando contraírmos cirrose …

  5. acm disse:

    Isso é tao idiota quanto bebados processarem a indústria da bebida (cirrose no figado) ou comedores de sanduiche processarem a McDonald (excesso de peso provocando infarto), ou os banhistas de praia usuarios de cremes processarem a industria farmaceutica (cancer na pele devido ao ultravioleta do sol), ou frequentadores de baladas processarem os inferninhos (surdez devido ao som alto), ou pedestres processarem os caminhoneiros (poluicao e cancer devido `a fumaca do escapamento) etc.

    Na pratica, o q esta’ havendo sao advogados procurando uma nova fonte de renda. So isso.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *