article image
Eleições 2010

O maravilhoso mundo das promessas de campanha

Dilma garante que vai erradicar a miséria no Brasil, Serra jura que vai mandar remédios pelos Correios. Seremos o país perfeito em 2015? Por Hugo Souza

fonte | A A A

Uma das novidades para as eleições deste ano é a obrigatoriedade de os postulantes a cargos do executivo apresentarem programas de governo no ato do registro de suas candidaturas na Justiça Eleitoral. O objetivo da nova norma é obter algum compromisso dos candidatos, que costumam ser ruins de compromisso, e não só aqui no Brasil. Barack Obama, por exemplo, cumpriu a promessa feita na campanha de 2008 nos EUA de retirar as tropas norte-americanas do Iraque até o dia 31 de agosto de 2010, ainda que vá deixar nada menos do que 50 mil soldados por lá até o final de 2011, por via das dúvidas.

Visando render o presidente Lula no início do ano que vem, a candidata governista ao Palácio do Planalto, Dilma Rousseff, já chegou a prometer que conduzirá todos os miseráveis do Brasil pelos degraus da ascensão social até a classe média, “pelo menos”, e enfatizou: “ainda nesta década”. Caso ela venha a ser eleita a primeira mulher presidente da República da história deste país, os hipertensos e diabéticos poderão dormir mais sossegados, porque a petista garantiu que irá universalizar os tratamentos para estes doentes. Dilma também prometeu baixar os juros básicos da economia “a níveis internacionais” até 2014, e já fez a promessa estranha e incômoda (não pelo prometido, mas pela necessidade de prometer) de não censurar a imprensa.

José Serra parece não querer ficar para trás no campo das promessas com grandes chances de não serem cumpridas, ou de serem cumpridas à moda da retirada dos soldados norte-americanos do Iraque. Em visita a Pernambuco, o tucano garantiu a uma plateia de três mil pessoas que, uma vez eleito, acumulará a presidência da República e a presidência da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) nos seis primeiros meses do seu mandato. Serra prometeu, por exemplo, construir 400 quilômetros de metrô em todo o Brasil, sendo que no Rio da Janeiro, ao fim de um eventual novo governo do PSDB, os moradores da baixada fluminense poderiam ir e voltar da capital todos os dias nos confortáveis vagões de um metrô de superfície.

‘Promessômetro’

José Serra também já se comprometeu a enviar remédios pelos Correios para pacientes crônicos. Serra, aliás, adotou como uma espécie de slogan para sua campanha a frase : “Não prometo. Anuncio”. Trata-se de uma tentativa de se descolar da má fama dos políticos em geral, sobre os quais pesa a percepção de que o que falam não se escreve. A candidata do PV à chefia do Estado brasileiro, Marina Silva, tentou fazer o mesmo ao dizer: “A eleição é um período mágico. Aquilo que não foi feito, que era impossível, torna-se de uma facilidade incrível. Se é tão mágico, por que levar 16 anos?”.

Dezesseis anos: oito do PSDB mais oito do PT. Para pelo menos quatro anos de um improvável governo “verde”, as promessas de Marina ficam mesmo no campo das generalidades: trabalhar pelos mais pobres, lutar contra todas as formas de discriminação, combater a corrupção, e reduzir os gastos públicos. Em sua candidatura, o que se destaca mesmo enquanto promessas difíceis de acreditar são aquelas visando o próprio “período mágico” das eleições: neutralizar todas as emissões de carbono feitas por sua campanha e não atacar os adversários. Já Plínio Arruda Sampaio, do PSOL, não chegou a prometer, mas já falou em extinguir o Senado. Por outro lado, Rui Pimenta, candidato a presidente pelo PCO, foi bem claro quando prometeu dissolver o Congresso Nacional.

Recentemente três estudantes universitários gaúchos tiveram a ideia de criar um site chamado “Promessas de políticos” (http://www.promessasdepoliticos.com.br/) para monitorar os compromissos assumidos pelos candidatos à presidência da República junto ao eleitorado. Nesta quarta-feira, 1º, o contador de promessas do site, o “Promessômetro”, indicava liderança de Dilma, com 93 promessas, contra 87 de Serra e 67 de Marina. Plínio não aparece com um número significativo de compromissos assumidos na campanha, mas ele é um dos candidatos que até agora mais capricharam na auto-confiança, por assim dizer, ao prometer um salário mínimo de R$ 2 mil.

Caro leitor,

Até que ponto você acredita nas promessas feitas pelos políticos em campanha eleitoral?

Qual promessa até agora você acha mais difícil de acreditar?

Você acha que deveria haver alguma espécie de punição para políticos que prometem demais e cumprem de menos?

De volta ao topo comentários: (25)

Sua Opinião

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Estado

Cidade

  1. matheus disse:

    muito bom mais falto a resposabilidade dos deputados

  2. Jose Rocha disse:

    É IMPRESSIONANTE COMO OS CANDIDATOS PARA PREFEITO, SEMPRE E AGORA TAMBEM NESSAS CAMPANHAS DE ELEIÇÃO PARA 2012 PROMETEM SOLUCIONAR TODOS OS PROBLEMAS DAS CIDADES ONDE PRETENDEM SER PREFEITOS.
    ELES SABEM EXATAMENTE EM QUAIS SETORES A CIDADE É CARENTE E PROMETEM RESOLVER OS PROBLEMAS NAS ÁREAS DA SAUDE, TRANSPORTE, SEGURANÇA , HABITAÇÃO E ETC. ÁREAS ESSAS EM QUE TODAS AS CIDADES DO BRASIL SÃO CARENTES.
    TOLO É QUEM ACREDITA QUE VÃO CONSEGUIR RESOLVER ESSES PROBLEMAS. DEPOIS DE ELEITOS,.ATÉ OS DO PT QUE SEMPREM CRITICARAM OS OUTROS PARTIDOS FAZEM EXATAMENTE IGUAL, ESQUECEM TUDO QUE PROMETERAM E SÓ SE PREOCUPAM NO BEM ESTAR DE SÍ PROPRIOS PARA NÃO DIZER OUTRA COISA QUE NÃO SE CONSEGUE PROVAR MAS QUE SE SABE QUE EXISTEM..

  3. Filipe de Sousa disse:

    Sem dúvida deveria haver punição para promessas de campanha. Melhor deveria ser considerada como estelionato eleitoral e responder como tal, além de ser impedido de concorrer a novas eleições.
    As promessas mais difíceis de engolir são por exemplo aquelas que falam de: Educação, Saúde e Segurança, j´[a que elas estão diretamente ligadas aos financiadores de suas campanhas.

  4. Luiz Carlos Vasconcelos disse:

    SOU RESPONSAVEL PELO BLOG – GROSSOS CIDADE PRAIA , QUERO IR ALEM DISSO, NOSSO PREFEITO , PROJETA OBRAS, RECEBE OS CONVENIOS DO GOV.FEDERAL, E NÃO TERMINA AS MESMAS, OU NEM AO MENOS INICIA, QUAL DEVERIA SER SUA PUNIÇÃO JÁ QUE SABEMOS NO BRASIL, POLITICOS NÃO SÃO PUNIDOS, E NEM DEVOLVER AOS COFRES PÚBLICOS VERBAS NÃO USADAS.
    O PIOR QUE NÃO PODEMOS FAZER NADA, HA NÃO SER METER A BOCA NO TROMBONE, QUE NADA RESOLVE.
    “COMO É QUE UM RÉU, ACUSA ELE MESMO” ESSA É NOSSA POLITICA AMIGOS.
    LUIZ CARLOS VASCONCELOS
    GROSSOS – RN

  5. helio, Rio de janeiro disse:

    O pior governo de todos os tempos será o da Dilma. Lula governou em tempos de bonança e boas heranças do Real, Bolsa, telefonia, saneamento financeiro. Teve só de bom manter os princípios econômicos herdados, e a expansão do Bolsa. Nenhuma reforma estrutural. Dilma herdará tudo o que não foi feito, as expectativas de uma grande votação, o inchaço oneroso do Estado. Como o estado já está todo “aparelhado” não terá espaço para mais “bondades” com os amigos de poder. Até as recém criadas estatais já estão com os cargos preenchidos. Sem jogo de cintura ou experiência, as disputas internas serão enormes. A favor dos próximos tempos teremos que contar com as riquezas naturais do país, com o trabalho do povo brasileiro, e com uma oposição que possa combater os malfeitos e os não-feitos.

  6. Nelson João Teixeira disse:

    As principais promessas eles não fazem. Acabar com o fator previdenciario, ou colocar nos salarios dos governantes. Mudar nosso codigo penal e passar maioridade a partir dos 16 anos. Colocar prisão perpetua para crimes de primeiro grau; Acabar com cadeia separada para pessoas com cursos superiores. Ladrão é ladrão.Diminuir a carga tributária. Acabar com pensões vitalicias para ministros. Aposentadoria paga pelo INSS no maximo 10 salarios minimos.

  7. Beraldo Dabés Filho disse:

    Todas eleições presidenciais, em todos os tempos, em todo o mundo, foram marcadas por promessas. Nenhuma novidade!

    Umas são realizadas, outras não. Nenhuma novidade!

    Uns governos são melhores do que outros. O do PT nos últimos 08 anos foi o melhor de todos, desde 1889. Só não fala quem não aceita, o que também não é nenhuma novidade!

    O Serra, nunca passou a imagem de realizador e bom gestor. Pelo contrário, no governo do estado que é o centro financeiro do País, nada realizou que causasse impacto. Dizer que ele mente em suas promessas não é exagero e sim consequência da sua incompetência. Esta realidade e o seu já indisfarçável autoritarismo deram motivos à debandada dos seus correligionários. Ninguém aguenta o cara!

    Quem não ouve os “amigos”, a quem ouvirá?

    Quem não tem competência que não se estabeleça!

  8. helo, Rio de janeiro disse:

    Teodósio,
    A candidata tem um plano que rubricou e entregou ao TSE, e depois retirou dizendo que não tinha lido. A informação sobre os atos políticos dá ao eleitor a chance de punir o político pelo voto, se achar que compromissos com a sociedade foram rompidos. Porém, a prática milionária do marketing e da desinformação, associados à completa impunidade, tornou esse direito menos pleno. Estamos elegendo uma candidata descohecida, assim como elegemos o Collor. O PAC que ela tanto pregou nos palanques mal saiu do papel. É puro blablabá.

  9. teodosio silva de sena disse:

    Eu acredito que a qualquer momento possa surgir uma boa ação dos políticos aos quais elegemos através do sufrágio.
    Acabar com a miséria em quatro anos, é um sonho muito alto. mais a candidata deve ter um plano de governo.
    A punição já existe, é através do voto, que puni-se os candidatos, que não cumprem seus compromissos com a sociedade.

  10. helo, Rio de janeiro disse:

    O lula prometeu muito mais emprego, e antes do seu segundo turno. Fez só o bolsa, o resto foi farra. 20 milhões de empregos o Lula poderia ter feito se fiscalizasse o programa do Bolsa-Escola, e esclarecesse a população a não recusar emprego por tão pouco. Não ouvi essa promessa do Serra. Mas nele eu posso confiar. Quantos dossiês, tanto jogo sujo, e nada contra em 40 anos de vida pública.

  11. vasques disse:

    o mais legal e que poucas pessoas sabem da ultima do condidato tucano. ele vai criar 20 milhões de empregos até 2020!
    hahahahkakakak……cara! não paro de rir. o mandato de presidente dura agora 10 anos. o cara ja promete contando com uma reeleição e mais 2 anos que eu não sei de onde ele vai tirar. e ele ainda não esta nem no primeiro.

  12. vasques disse:

    ja foi uma luta incrivel para tentar renover a CPMF mais uma vez. agora vcs acham mesmo que essa snhora vai baixar os juros a niveis internacionais que arrecada muito mais do que a CPMF?

    hahahahahaha……..
    piada das boas

  13. vasques disse:

    essa é para gecos@bol.com.br. é isso mesmo “cara” é um absurdo essa senhora falar que vai acabar com a miséria. mentiras terriveis. veja por exemplo: todos os governadores do rio de janeiro prometem acabar com a criminalidade, proporcionando mais segurança pública, e o que eles fazem? nada! ficam assistindo o comercio fechar! hahahaha! é só olhar para esses exemplos de promessas e tentar aprender.

  14. vasques disse:

    mas é exatamente por esse motivo que os nossos politicos dizem que são afavor da educação. mas o que eles querem mesmo é o cidadão burro. por que sem o discernimento do que é possivel ou não, uma grande massa da população, acredita que o que eles prometem será possivel e acabam votando n’eles.

  15. Genivaldo disse:

    Falar nas promessas dos politicos é acreditar na briga ds perna cabeluda vs conde Drácula.

  16. LUIZ CARLOS disse:

    Se promessa fosse obrigaçao de políticos, que eu acho que deveria ser, porque estão prometendo ao povo o que fazer por conta de voto, isso na minha opinião, se nao fosse comprida essas ditas promessas, o mesmo deveria ser cassado só assim haveria mais honestidades por parte deles, “promessa é promessa” Infelismente nao temos politicos na campanha a altura do nosso País,Acho que se voltassemos para o regime militar, com uma verdadeira democracia, o Pais seria outro. Os militares recebem uma formação academica, para entrar na carreeira, são pesseoas de boa formação familiar, tenho certeza que no governo deles acabariamos com o tráfico de drogas. Ex. fevelas do Rio de Janeiro, que até hoje nao entendo porque o governo ainda não deu um jeito nisso. Até sei mais me prezo de comentar, porque tá muito obvio o porque.

  17. gecos@bol.com.br disse:

    Tem promessa que é exequível, porém tem outras que são utopias. Uma delas é a candidata teleguiada, ao dizer que vai acabar com a miséria. Ora bolas! Isto significa dizer que não poderá nascer mais nenhum filho de pobre, para que num futuro não se sabe quando, TODOS os pobres atuais (cerca de 120 milhões), tenham acesso a todos os serviços públicos e que, vejam só a estupidez desta senhora, TODOS tenham um trabalho digno e com remuneração capaz de satisfazer suas necessidades básicas! È ou não é piada de mau gosto? Agora, enviar remédio pelos correios até já é feito em São Paulo, porque não estender para todo o país?

  18. andreza disse:

    Cara, eu só peço a Deus que a candidata petista não ganhe, é certo que todos aumentam, mas se olharmos bem, eles ja tentaram censurar ate os humoristas, e em ano politico, imagina se esses ganham? Vamos pensar, vamos prestar a atenção por que os atuais já estão pintando e bordando com a nossa cara e uma reeleição agora eh muito arriscado, uma vez que o monopólio ja se faz presente no atual governo, para eles não custa NADA iniciar uma ditadura, tenhamos cuidado há muitas vidas em jogo e isso eh porque voces não viram como eles governam aqui onde moro( q n vou citar pq n sou nem doida né) Abraços a todos

  19. helo, Rio de janeiro disse:

    Incrível a deselegância e o desrespeito da candidata que já escolhe o seu ministério. Difícil acreditar na sua promessa. Seu mestre não fez. Dá para acreditar numa campanha que não obedece a lei eleitoral, com uso da máquina e do presidente? Se a lei não é cumprida, porque serão as promessas?

  20. Téka Assunção disse:

    Em se tratando da candidata petista, caso venha subir as rampas do Planalto, o número de Hipertensos e Diabéticos ( aí sim ) ficará muito maior. O problema não é a distribuição de remedinhos para cardíacos, hipertensos ou diabéticos, mas sim , a base, o alicerce, coisa que o Brasil não tem. Basta de tantas mentiras, hipocrisia, falsidade, promessas vazias. “Baixar os juros básicos da economia à níveis internacionais”. Há..Há..Há..Há..
    “Faz-me rir” !
    Acorda Povo!!! “Óleo de Peroba neles”!!!!!!!
    Abços,
    Téka

  21. BEATRIZ ANTONIETA LOPES disse:

    É exatamente isto! Promessas! E o povo acredita (alguns) e votam…
    Tem candidatos impressionantes! O pior de todos é a CRIATURA e seu CRIADOR!
    Sabe, o melhor continua sendo ANULAR O VOTO!
    Se o que temos é isto ai novamente, por que escolher o “menos pior”?
    Eu tenho o direito de não escolher! Eu anulo meu voto!

  22. Markut disse:

    Mesmo não sendo só nosso, o promessômetro permite algumas perplexidades, essas sim , só nossas:
    1) O absoluto irrealismo das promessas, não só no seu conteudo, mas na sua exequibilidade.
    O padrão nacional prima por uma mistura da ignorância da maioria , da certeza de outra parte, absolutamente ciente de que aquilo não é para valer.
    2) O realismo perverso do candidato que sabe da inviabilidade daquilo que promete.
    3) A esperta habilidade dos respectivos marqueteiros, que trabalham não com fatos, nem com possibilidades, mas com fantasias facilmente digeriveis pela massa eleitora, acostumada que está com o mesmo padrão dos programas populares da televisão.
    4)O raciocínio mercantil do candidato , cujo impulso de investir se prende, unicamente, à tentativa do ressarcimento, com lucros, após a posse.
    5)Com a inapetência do jovem eleitor e a desinformação do mais velho, é facil e doloroso, ao mesmo tempo, assumir que cada povo tem o governo que merece.
    6) Trata-se de romper esse círculo maldito:
    ignorância> maus gestores > ignorância.

  23. Nelson João Teixeira disse:

    O povo ja esta saturado com tantas promessas.politicos só querem serem eleitos, para desfrutar das mordomias do governo. Um dia a casa cai. Quando nosso povo acordar para a realidade.

  24. helo, Rio de janeiro disse:

    Faria uma correção. Meus pacietes receberam na época do Serra um papel com o custo do tratamento e perguntando se estavam satisfeitos. Acredito as promessas do Serra.

  25. João Cirino Gomes disse:

    A SINA DO PINÓQUIO

    Os políticos para se candidatarem.
    Deveriam se submeter à sina do Pinóquio.
    Depos as noticias: extra, extra, extras…

    Após prometer, que o enriquecimento ilícito e o crime de colarinho branco; aquele que leva o povo à miséria, se tornaria hediondo, Pinoquio tropeçou em seu narizinho, que cresceu dois metros e caiu!

    Se os politico brasileiros se submeterem a sina do pinóquio; terão que andar em caminhões.
    Pois em automóveis será impossível, transportar seus narigões.

    janciron@hotmail.com