Início » Brasil » Política » O que esperar da nova geração de políticos?
Eleições 2010

O que esperar da nova geração de políticos?

Entre os candidatos mais jovens que frequentam as páginas dos jornais estão Clarissa Garotinho, Manuela D'Ávila e os irmãos do KLB. Por Hugo Souza

O que esperar da nova geração de políticos?
Clarissa Garotinho é candidata a deputada estadual pelo PR

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Constituição do Brasil prevê idade mínima de 21 anos para que um cidadão possa se candidatar a deputado estadual ou federal, de 30 anos para quem quiser se apresentar para ser governador e de 35 anos para tentar se eleger senador ou presidente da República. Nas eleições que se avizinham, as de outubro, concorrerão 291 candidatos (1,3% do total) com idades entre 21 e 24 anos, e mais 2.418 (11%) que estão na faixa etária dos 25 aos 34 anos. Protagonistas das lutas contra o regime militar e do processo de impeachment de Fernando Collor, a juventude agora vem buscando seu espaço nos parlamentos estaduais e no Congresso Nacional do Brasil redemocratizado.

Um dos principais candidatos à presidência da República nas eleições deste ano, José Serra, apareceu na vida pública como presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), quando a entidade ainda tinha status de partido político. Hoje, a UNE está enfraquecida, bem como o movimento estudantil perdeu aquele vigor, digamos, da idade. Atualmente, muitos jovens já estão filiados aos mais diversos partidos antes mesmo de deixarem os grêmios acadêmicos. Quem são eles, o que pretendem, como veem a política?

São jovens preocupados sobretudo com educação, lazer, esporte e cultura – e com o passe-livre, claro –, alguns herdeiros de dinastias eleitorais e todos ostentando fichas limpíssimas, ou quase, pelo menos até agora. Entretanto, os expoentes dessa nova geração cresceram e apareceram no meio político mais em função de fatos diversos do que propriamente por ideias inovadoras, oratória afinada ou disposição incomum para mudar a “velha política”.

De Clarissa Garotinho ao KLB

Entre os políticos mais jovens que frequentam as páginas dos jornais está, por exemplo, Clarissa Matheus, vulgo Clarissa Garotinho, herdeira de um clã de fama incerta no estado do Rio. Candidata a deputada estadual pelo PR, Clarissa, que tem 28 anos, já passou por um processo de cassação do seu mandato de vereadora na capital fluminense (eleita com 42 mil votos em 2008) por infidelidade partidária, mas foi absolvida.

A mãe de Clarissa, a ex-governadora Rosinha, acaba de ter o mandato de prefeita de Campos dos Goytacazes cassado pelo TRE por abuso de poder econômico nas eleições de 2008, e seu pai, Anthony Garotinho, outro ex-governador, também acaba de ser condenado a dois anos e seis meses de prisão por formação de quadrilha em um caso de utilização da Polícia Civil do Rio para favorecer o jogo do bicho. É certo que não se pode julgar a filha pelos crimes comuns e eleitorais praticados por seus pais, mas tampouco Clarissa é a imagem da jovem que rejeita politicamente a ascendência “ficha-suja” e que chega para regenerar o nome, ou melhor, o apelido da família.

Manuela D’Ávila é candidata a deputada federal pelo PCdoB

Outra jovem que desponta no cenário da vida pública é Manuela D’ávila, menina-prodígio do PCdoB gaúcho que aos 29 anos já é candidata à reeleição para a Câmara Federal, sob o slogan “a cara da nova política”. Em 2006, foi a deputada mais votada do Brasil, com o apoio de nada menos do que 271.939 eleitores. Mas o que acabou alcançando maior repercussão envolvendo seu nome em Brasília foi o romance que teve com o secretário-geral do PT, deputado José Eduardo Cardozo.

Em São Paulo, os irmãos Kiko, de 31 anos, e Leandro, de 29, querem transformar o sucesso da sua banda KLB em votos para deputado federal e deputado estadual, respectivamente. Kiko disse que não vai defender os candidatos de sua chapa por obrigação. Já é um bom começo? Ou são os arroubos da juventude?

Quanto às fichas da nova geração de políticos, sem manchas de corrupção, processos de cassação por compras de votos ou envolvimento em casos de tráfico de influência, os anos irão dizer se estão incólumes assim porque a mentalidade mudou ou porque ainda não deu tempo de sujá-las.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

15 Opiniões

  1. Helio (rio de janeiro) disse:

    É triste, mas ainda nessa eleição não darei chances para os estreantes. O homem publico só se revela correto ou incorreto depois de eleito. Clarissa Garotnho é a filha que do casal e já que possui conta na Suiça, desde a época em que a foram condenados os assessores de campanha por desvios de dinheiro, já devolvidos ao Rio. Esta conta já não a recomenda.

  2. Adjair Alves disse:

    Entendo que a resposta a pergunta exposta no título do artigo, constitui uma das maiores incógnita, sobretudo porque renovar, parece ser um verbo e muito menos uma prática, que não combina com a política. Basta observar as caras novas no cenário. São, em sua maioria, cria de políticos viciados, sofismando para o povo brasileiro que, não sei quando, vai acordar.
    O fato é que não tenho muita esperança na democracia representativa desse país. Política virou meio de vida e, dos melhores. Uma maneira fácil de se ganhar muito dinheiro.

  3. Nelson João Teixeira disse:

    Na minha opinião os futuros candidatos jovens não tem qualificação para serem politicos. Acho que politicos tem que ter pelo menos cursos como advogados, professores, analistas, engenheiros. etc.etc. Hoje estamos colocando pagodeiros, palhaços, comediantes etc.etc.

  4. geraldo euclides disse:

    Bela pergunta! os Brasileiros esclarecidos sabem que não positivo desses profissionais que querem ser eleitos para o seu bem comum,mesmo que um invíduo chegue com idéias novas é admoestado pelos antigos que diz-lhe: você não precisa ditar projetos,criar leis e alguma coisa comum,esta casa tem os seus mandãos (loteados como existia antigamente:companhias hereditárias) e são aconcelhados; você só aplaude,concorde,ria enfim não precisa fazer nada, nós é que fazemos,o te salário e vantagens(muitas!) estão garantidas e tu ainda tens imunidades parlamentares,automóvel deste ano com combustível a vontade e um motorista a tua disposição, queres mais? (tem conxavos,acertos, transações,exquisitas, mas tudo acabará em PIZZA como de hábito. O interessante sería se em cada cem votos houvesse noventa e novos NULOs ai esses profissionais ia notar que o infeliz eleitor não está nem um pouco satisfeito com as patifarias parlamentares!

  5. João Cirino Gomes disse:

    Com referencia a educação dos jovens: Olhe parte daquilo que vem ocorrendo: Bem entendido ocorre de acordo com a formação de seus educadores! Ou melhor seus progenitores! Por acaso uma amiga me mandou este e-mail contando estes fatos!
    É um pouco longa, mas de um conteúdo politicamente correto. Tenho certeza de que, se você ler e raciocinar friamente e sem idolatria a qualquer partido, entenderá que esta mulher da resposta sabe o que diz. Vale a pena ler e repassar. Ainda há tempo!
    Beijos.

    VOTE CONSCIENTE, Nulo digite 0000 e confirme! Bom isso eu troquei ela pedia para votar em Marina! Voto nada; ela tem razão, mas nem tanto! rsrsrsr

    Este é para você ler e refletir! É a mais pura verdade sobre este governo que deseja se perpetuar no poder.
    Embora longo, o artigo que melhor retrata a quadrilha, digo, política, do PT.

    RESPOSTA IMPECÁVEL, DE UMA SENHORA EX-PETISTA A UMA PETISTA.
    A propósito dos 80% que aprovam o Lula, vale ler, apesar de longa, essa troca de e-mails entre duas eleitoras.

    EXPLICANDO:-
    Uma mãe mandou para a filha um e-mail sobre o passado negro da Dilma. A filha repassou o e-mail para seus amigos que, por sua vez, o repassaram para amigos.
    Aí uma petista se achou no direito de dar uma lição de moral na mãe. Vale a pena ver as mensagens trocadas.
    De Lígia (a petista) para a mãe, Sra. Maria Luísa Faro:
    “Mamãe, que feio! Ensinando a sua filhinha a acreditar nos absurdos que escrevem na internet?
    Acho melhor incentivá-la a estudar a história do Brasil e deixar que ela mesma tire as suas próprias conclusões, afinal quem estudar a história do Brasil, entenderá que nunca o nosso país esteve tão bem como hoje, tão forte na economia mundial, tão evidente, tão em crescimento e desenvolvimento quanto esteve nesses 8 anos de governo Lula!!!!
    E agora o que acontece? Acontece que a oposição está desesperada, porque está vendo o quanto o POVO está satisfeito ( governo Lula tem 88% de aprovação da população, aprovação que nenhum governo nunca tinha tido antes na história e aí vem me dizer que é porque o povo é ignorante?
    Não, não meus queridos, o povo está satisfeito porque nunca teve tanta oportunidade, nunca teve tanta comida na mesa, nunca teve tanto emprego, isso sim o quanto o Brasil cresceu e aí a única alternativa que resta é APELAR…. Apelar para a ignorância, para a mentira e para a ingenuidade de pessoas inocentes e que acreditam em todos os absurdos que circulam por aí… então fica a minha dica: pesquisem! Vejam o que realmente é verdade! Ligia Rodrigues”

    Ao que a mãe respondeu:

    “Cara Lígia:
    Da educação da minha filha cuido eu e decididamente não preciso da sua ajuda, embora agradeça seu interesse.
    Se você imagina que eu seja alguma semi-alfabetizada , desconhecedora da história e que me socorra apenas da Internet para compor a minha (in) formação, como lamentável e invariavelmente procede a maciça maioria dos jovens da sua geração, saiba que sou do tempo em que se liam livros e se redigia em bom português.
    Tenho 58 anos, sou mestre e doutora em Direito Ambiental pela PUC–São Paulo, professora universitária e brasileira que lê. Porque leio, tenho a nítida compreensão do embuste que representam os tais 80% de popularidade disto que você chama de presidente e que eu prefiro chamar de populista barato, parte de uma corja que tomou de assalto este país, no maior estelionato eleitoral já visto na história brasileira.
    Estelionato, porque esta malta petista se elegeu sob as vestes imaculadas da correção, da ética e da transparência na política. Vendeu produto podre, cara Lígia, e você, consumidora desavisada, está comprando.
    Todos que fomos formados na hoste da esquerda brasileira, da década de 60 e 70, os que lutaram contra a ditadura (você seguramente não viveu o período sinistro da ditadura), dando a cara para a polícia militar bater, não raro comprometendo vidas profissionais em razão de envolvimentos políticos, em nome da restauração da democracia neste país, sentem-se ludibriados, enganados e feitos de palhaços pelo PT de hoje.
    Eu, que já fui eleitora de José Dirceu, sou obrigada a assistir cenas explícitas de sua “competente” coordenação na montagem do mensalão, um deslavado programa de compra de apoio de parlamentares, cuja tarefa, em contrapartida ao dinheiro (seu e meu) que receberam mensalmente do PT, era invariavelmente votar a favor DE TUDO que se lhes fosse requisitado.
    Saiba que aí começam os 80% da “popularidade” do seu presidente. E Lula, que sempre dormiu dentro do pijama de José Dirceu, nunca soube de nada…
    Eleitora de José Genoíno que também já fui, igualmente, sou também obrigada a assistir cenas explícitas de suas atividades como gerente do mensalão, como chefe dessa organização criminosa que se instalou no poder, sob a batuta beneplácito e complacência de Lula, PARA QUEM TUDO SE PASSA, COMO SE NADA SE PASSASSE (até porque ele já resolveu a situação econômica até da quinta geração de seus descendentes, através da fortuna amealhada por seu filho, um ex- vigia de um zoológico no interior São Paulo e hoje trilhardário,- dificilmente em razão de seu trabalho e sua competência….).
    Dólares na cueca, Waldomiros… A lista é infindável. Mas, o mais monumental e ousado estelionato perpetrado contra a população deste país pela malta petista, está no “golpe de mestre” engendrado para viabilizar a reeleição de Lula: tomar dinheiro público, do erário, portanto, seu e meu, e distribuí-lo aos borbotões para a sofrida população carente do norte e nordeste, literalmente comprando o voto desses coitados (cada bolsa-alguma-coisa rende, por baixo, 6 votos, que é o tamanho de uma família média do norte e nordeste).
    Então, faça as contas e veja de onde vem a popularidade de seu presidente: maciçamente oriunda da adesão incondicional desses coitados, que não têm a menor idéia e nem sabem do que há embutido no dinheiro que recebem.
    Se eu fosse eles, tampouco quereria saber. Como não sou, sei: o PT copiou o projeto original de redistribuição de renda, concebido e operacionalizado inicialmente em Brasília, mudou o nome do programa como se cria sua fosse e, em mais um de seus estelionatos, assumiu a paternidade do programa, sem nunca ter tido a decência de dar CRÉDITO AO GOVERNO ANTERIOR QUE O CONCEBEU E IMPLANTOU. Com a abissal diferença, porém. O projeto original era vinculado a contrapartidas, como pré-requisito para a concessão da bolsa. Isto se chama investimento público e não aleluia com dinheiro público, distribuído obedecendo ao único e exclusivo critério de que cada bolsa-alguma-coisa, rende, como rendeu na reeleição de Lula, no mínimo, 6 votos.
    Então, Lígia, saiba que a popularidade desse presidente que lhe representa (a você, porque a mim não representa) tem o MESMÍSSIMO LASTRO, ORIGEM, NATUREZA, PERFIL E FORMATAÇÃO DO APOIO INCONDICIONAL que Lula recebeu dos parlamentares da Câmara Federal, durante o mensalão.
    E o dinheiro usado nessa mera transação comercial, aferível através de matemática simples, é seu, viu?
    Lula passou sua vida fazendo bravatas, como ele próprio admitiu. Como parlamentar, teve atuação pífia. Nunca se ouviu falar de um projeto de lei de sua autoria. Claro, pouco afeito à leitura, como ele próprio afirma, dele não se esperaria nada diferente.
    Como presidente, sem a menor afinidade com a rotina e a disciplina inerentes ao expediente, gastou seu tempo – a guisa de entabular “negócios” com outros países- literalmente rodando mundo, fazendo propaganda de si próprio, como o “coitado” (!) que deu duro e venceu.
    Saiba que europeu e americano amam o “exotismo” dos países periféricos (candomblé, mulher pelada no carnaval, favela etc.). Digo isto porque morei um ano nos E.U. em intercâmbio quando jovem, estudei Direito Internacional Público na Universidade de Edimburgo na Escócia, durante minha época de graduação em Direito e lecionei, por 7 verões consecutivos, Direito Ambiental Brasileiro na graduação e no Mestrado da Universidade de Louvain, na Bélgica. Portanto, manjo bem o espírito com que europeus e americanos vêm o Brasil e a figura “exótica” de seu presidente.
    Pergunte se eles elegem populistas e políticos que mal sabem ler e escrever…
    Seu presidente, semi-alfabetizado que é (e isto é uma vergonha sim senhora! para uma criatura que se dispôs a representar os brasileiros. Não obstante, ele carrega sua falta de estudo como um troféu).
    Nós merecíamos, no mínimo, que ele tivesse se dado ao trabalho de dominar as regras básicas da língua portuguesa, porque teve sim chance, teve sim, tempo e teve sim, condições de estudar, se tivesse aptidão que não tem, para a disciplina inerente a qualquer atividade de aprendizado.
    Marina, por exemplo, alfabetizou-se aos 16 anos.
    Teve vida incomensuravelmente mais sofrida do que a de Lula e não envergonhou a ninguém como parlamentar e ministra que foi, e jamais vociferou discursos na base do “menas gente” e “entendo de que”.
    Palanqueiro, demagogo, populista admirador das pataquadas de Chaves, de Ahmadinejad et caterva, seu presidente semi-alfabetizado confunde “prisioneiro político” com “prisioneiro comum”, como o fez, para a imprensa internacional, no episódio de Cuba (você se lembra, do prisioneiro político cubano que morreu em greve de fome exatamente no dia em que Lula chegou a Cuba, episódio sobre o qual seu presidente, no melhor estilo Odorico Paraguaçu, declarou: “se a moda pega, as cadeias brasileiras ficariam vazias” !!!!. Sem comentários.
    Enquanto o mundo se empenha para banir a ameaça nuclear, seu presidente cruza o planeta com sua troupe, à custa de dinheiro público, para passar a mão na cabeça de um ditador sanguinário (vide dados recentes acerca das eleições e repressão à oposição no Irã) e negociar, sem ter mandato da comunidade internacional para isto, exatamente no papel de “bobo da corte” (foi assim que a comunidade internacional interpretou sua atuação no episódio) em torno do enriquecimento do urânio no Irã. No dia seguinte ao tal “acordo”, que Lula festejou para a imprensa internacional como um feito monumental, o ditador do Irã confirma para essa mesma imprensa, que “vai continuar enriquecendo urânio sim!” como se Lula sequer lá tivesse estado. Bem feito! É isto que acontece quando se tem para conselheiro em política internacional “especialista” do calibre de um Marco Aurélio “top top” Garcia (lembra-se da comemoração furtivamente filmada no interior do Palácio do Planalto, assim que o jornal da Globo noticiou que o acidente da TAM se dera em razão de falha humana e não em razão das condições da pista de Congonhas. Melhor teria sido até que as famílias das vítimas não tivessem testemunhado essa cena no Palácio, por parte de um assessor tão próximo do presidente. Escárnio, em nome de ganho político a qualquer preço.
    Esta é a política do PT atual, eleito com as vestes imaculadas da correção e da ética que vendeu e você comprou. Não satisfeito, obtuso por desconhecimento da história, seu presidente se arvora de “vírus da paz”, no conflito do Oriente Médio que é BIBLICO (sabe o que significa isto. O mundo e a ONU se empenham HÁ DÉCADAS tentando compor este conflito de interesses que já produziu um número incalculável de mortes. Lula achou que ele era o cara! É ter-se em alta conta demais, para quem seguramente sequer se debruçou sobre um manual de história geral do segundo grau. Diz o ditado: dá-se mala para andante, já pensa que é viajante…
    Alguém precisa dizer-lhe, “se manca Lula!”. Seu presidente tem muitas qualidades, Lígia, mas levar a sério a expressão do Obama “that´s the guy” (que, SEM A MENOR DÚVIDA, foi proferida em razão das graças e piadas que são a forma através da qual Lula se afirma, nessas reuniões políticas, nas quais depende inteiramente de alguém para traduzir o que se passa….), é muita pretensão.
    Não acho que presidente brasileiro tenha por obrigação falar inglês, não. Mas, convenhamos, é uma vergonha um sujeito que sempre quis ser presidente, não ter se dado ao trabalho de estudar uma língua estrangeira, em deferência aos brasileiros, para bem representar seu país. Mas não, dá-lhe cachaça, piada e futebol. É assim a metáfora que faz, de nós brasileiros no exterior.
    A mim, me ofende como cidadã e me envergonha como brasileira. Ah, mas ele é super popular no exterior! É a admiração de que não precisamos. Americanos e europeus gostariam, tenha certeza, ainda muito mais, se nosso presidente fosse o Raoni (com todo o respeito e reverência que devemos aos sobreviventes das nossas comunidades indígenas, estes sim, vítimas de uma política indigenista de extermínio perpetrada por nós brancos, ao longo de todos os governos anteriores, inclusive por este, do PT).
    Eleito pela primeira vez porque significava a mudança e a ética, fez um primeiro mandato durante o qual NÃO TEVE CORAGEM para implementar nada do que apregoou durante a campanha.
    Literalmente DEU CONTINUIDADE às iniciativas do governo Fernando Henrique, pelando-se de medo da inflação voltar e não ter a envergadura que teve Fernando Henrique, como estadista que foi, de aniquilar uma inflação que já estava no DNA dos brasileiros, de tão endêmica e embutida na psique do brasileiro.
    Descobriu, depois da posse, que os rumos do governo não poderiam nem deveriam ser diferentes daqueles adotados no governo anterior. Mas achou forma de “faturar” em cima do mérito alheiro.
    Até os índices positivos de safras de grãos recordes, obviamente fruto de políticas agrícolas do período anterior, foram colhidos e computados pela máquina publicitária do governo petista como se fosse fruto do governo que mal iniciara.
    Saiba que o que a máquina de propaganda deste governo apelidou de “herança maldita”, foram os acertos dos governos anteriores que caíram no colo de Lula, ou alguém tem a ilusão de que implantação de políticas, de infra-estrutura etc… Rendem respostas no dia seguinte em que são implantadas?
    A crise internacional, que se festeja não ter chegado ao Brasil, realmente não faz grandes marolas em um país que tem uma monumental parte da sua economia no plano informal, longe dos números oficiais.
    Este país anda Lígia, com Lula, sem Lula ou com cover de Lula. Não é ele o artífice de nenhuma proeza política. É, sim, o artífice de uma monumental máquina de propaganda governamental, isto sim, “sem precedentes na história deste país”.
    Aliás, nem acredito que o mérito seja dele, porque ele é apenas a marionete à frente da cortina nesse teatro, por ser palanqueiro e empolgar a massa como Goebels fez na Alemanha nazista e menos votada, como Jânio Quadros e Collor fizeram no Brasil.
    Deu no que deu., se você conhece história. Na era da televisão, usando dinheiro público na manutenção do circo, vende o produto Lula deslavadamente na embalagem que quer (vide esse programa virtual, que é mera versão e não fato, chamada PAC) para uma população infelizmente consumidora de novelas na telinha.
    A maciça maioria da nossa população não lê jornais. Ou você acha que é mera coincidência que ele não se elegeu nos estados de sul e sudeste, onde os índices de analfabetismo são muito menos drásticos?
    Lula é produto da desinformação e do analfabetismo de um lado e, de outro, do oportunismo de segmentos que viram no governo Lula a chance de se candidatar a uma das tetas dentre as inumeráveis (vide o número de ministérios que criou, para manter com o seu dinheiro) para, na base do clientelismo, perpetuar-se nas benesses do poder e usufruir das mamatas que sobejamente conhecemos.
    A próxima mamata para os petistas é a nova estatal criada para cuidar do pré-sal. Aguarde para ver o número de cabides de emprego para acomodar petistas que serão criados. Ah, sempre foi assim? Ah bom, pensei que o PT durante 20 anos pregando o contrário, fosse o partido da ética e de políticos honestos, porque foi isto que venderam a mim e à população brasileira. Era bravata? Ah bom. Então tá.
    Em tempo: assine um jornal. Se há alguém mal informado aqui, talvez não seja exatamente eu.
    Maria Luisa Faro.”

    E não esqueça: Valorize seu voto! Vote Nulo! Digite 0000 e confirme: Não continue submisso dando mordomias aos folgados!
    Saudações.

  6. João Cirino Gomes disse:

    Um abraço GERALDO EUCLIDES Pelo menos nós estamos vendo e lutando por nossos direitos! Os que vão votar, ou tem cargos que desejam defender, ou são simples ignorantes ou vendidos esta é a verdade, pois eu acho impossível não ver as patifarias que vem desde o descobrimento do Brasil; creio que já passou da hora de tomarmos uma atitude, mas atitude firme, por mais caro que isso custe ao cidadão honesto que deseja trabalhar ter dignidade e dar dignidade a seus descendente! O palácio do planalto pode ser comparado a uma zona! Com perdão das putas que são até mais honestas!
    Veja quanto cargos exercem ao mesmo tempo estes bandidos que dizem defender justiça social, veja quantas aposentadorias e mordomias eles tem,note o quanto ganham sem fazer nada e o quanto mentem e ainda nos roubam! Isso revolta qualquer um!

  7. teodosio silva de sena disse:

    A juventude tem o dever de mudar esse “Pais”, temos que acreditar nos nossos jovens, seja através do esporte da educação, e até mesmo na política, o cenário político precisa de renovação, vamos acreditar nessa nova geração.

  8. renato.rvasco@gmail.com disse:

    As caras são novas, mas as propostas e as idéias continuam velhas…

  9. Osvaldo Gomes Bomfim disse:

    NOVA GERAÇÃO DE CANDIDATOS NÃO TEM DIREITOS IGUAIS, GARANTIDOS PELA CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

    O jornal Opinião e Notícia vem abordar uma matéria de suma importância para ser debatida, quando informa que prefeita de Campos dos Goytacazes cassado pelo TRE por abuso de poder econômico nas eleições de 2008, e seu pai, Anthony Garotinho, outro ex-governador, também acaba de ser condenado a dois anos e seis meses de prisão por formação de quadrilha em um caso de utilização da Polícia Civil do Rio para favorecer o jogo do bicho.

    Agora faço uma pergunta aos Leitores.
    – Quantos candidatos estão abusando do poder econômico, comprando votos, fazendo uso da máquina administrativa e lavando dinheiro nesta campnha para ser eleito em 2010?

    Na minha cidade onde vivo, em Niterói é impossível, um candidato novo, ganhar dos candidatos Sérgio Zveiter e Felipe Peixoto, respecitvamentes à Deputados Federais e Estaduais.

    Todo mundo sabe, que ambos tem o apoio do Prefeito Jorge Roberto Silveira-PDT, porque fizeram um acordo imoral, aquela coligação DEM-PDT de 2008. Zveiter era adversário de Jorge Roberto Silveira e tinha entrado com 180 processos contra o Jorge, por crimes de corrupção ativa, passiva, peculato, enriquecimento ilícito, improbidade administrativa, formação de quadrilha, etc… em troca Apoio do Jorge Roberto para 2010, para elegê-lo Deputado Federal em 2010.

    Na época, eu estava filiado ao DEM e protocolei minha carta na convenção e fiz no TRE o meu registro de candidato à Prefeito de Niterói, através do RRCI – Registro de Candidatura Individual, um direito de cidadania garantido pela Constituição e Leis do TRE. Entrei com a impugnação da candidatura do Jorge Roberto, com base em crimes de Omissão, materializado em dois pareceres do Ministério Público, com APROVO do Procurador Geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Entrei com outro processo de impugnação no TRE, pela Coligação imoral DEM-PDT, uma vez, que ambos, acabaram com o “Principio da Moralidade no Brasil”. Também entrei com um processo de Danos Morais, contra o Secretário do meu partido, Eric Bermudes, porque o mesmo, informou ao Jornal O Fluminense, que eu tinha o hábito de “tumultuar os processedimentos internos da Legenda do DEM”.

    Ora, será que Exercer o Direito de Cidadania é tumutuar o procedimentos internos da Legenda? Tenho curriculum político. Fui candaitado à Vereador em 2000 pelo Prona, Deputado Estadual em 2002 pelo PRP, PRé-candidato à Prefeito pelo PRTB em 2004. Só não fui candidato à Prefeito em 2004, porque segundo o meu adversário Cel. Pedro Josaphá, o presidente do meu Partido na época, vendeu o partido para o Mocarzel, atual Secretário do Jorge Roberto, por R$ 10 Milhões. Acabei ficando, às vesperas das Eleições como Vereador no PRTB, trabalhando para o Prefeito Godofredo Pinto, porque o mesmo prometeu aprovar o Projeto Praia da Maçã, o meu projeto de vida. – http://www.praiadamaca.com.br , que luto pela realização do mesmo hà mais de 18 anos. Em 2010, ainda filiado ao DEM, enviei carta ao Rodrigo Maia, manifestando meu interesse em pelitear a Legenda de Governador do Estado do Rio de Janeiro, informando ao mesmo, que o meu objetivo, era de realizar em Nierói o maior complexo turístico da América Latina, com a vista mais bela do planeta Terra. Até o slogan estava pronto: “O Rio com mais Amor é o DA MAÇÂ Governardor”. Mas o Rodrigo Maia, mais uma vez, preferiu Coligar.

    Me restou apenas Esperar as Eleições 2012, quando tentarei novamente a Legenda de Prefeito com o Slogan: “Niterói só tem um jeito, é o DA MAÇÃ para Prefeito”.

    A campanha desses dois candidatos em Niterói é TRILHIONÁRIA, bancada pelo Prefeito Jorge Roberto Silveira. Em cada canto da cidade tem um cidadão pobre ganhando R$ 200,00 por semanana para balançar a “Bandeira com a cara deles”. Parecem até atores de Televisão, Modelos Cinematográficos, Capas de Revistas. Um tem o poder Executivo e o outro o Poder Judiciário.

    Portanto, o futuro da Nova Geração de Candidatos é aquela que voces já conhecem a MASCARA DELES NAS BANDEIRAS E PLACAS, as placas e fachas, que por traz traz a falência do processo de seleção de candidatos Fichas Limpas e Sujas.

    Além do poder Ecônomico eles usam descaradamente à máquina administrativa na nossa cidade, que está entrege nas mãos de uma quadrilha, onde o prefeito OMISSO e seu Secretário Mocarzel, declaram, através do Secretário de Ação Social, João Medeiros em matéria publicada no maior veículo de comunicação da cidade, no jornal “O FLuminense”, que NÃO ADMINISTRAM A CIDADE PARA O POBRE, que o POBRE TEM QUE MORRER. E morreram 167 pessoas pobres no Morro do Bumba e mais de 5.000 ficaram desabrigados pelo descaso, relaxamento e desídia no desempenho da função de administradores desta cidade.

    É um vergonha Nacional, sumirem 180 processos na Justiça para beneficiar uma causa e um desejo pessoal numa Coligação Imoral, para bancar com os cofres públicos uma campanha de Deputado Fedral e Estadual, que tira o direito dos candiatos POBRES DE CONCORRENREM NESTA ELEIÇÃO COM IGUALDADE.

    NÃO ESPEREM GERAÇÕES DE CANDIDATOS NOVOS, PORQUE NÃO HAVERÁ NOVOS NO PODER, VOCES TERÃO QUE ATURAR AS MESMAS CARAS, OS MESMOS CARAS DE PAUS, DAS CARAS QUE VOCES VÊEM NAS BANDEIRAS, PLACAS E FAIXAS DO PODER ECONÔMICO QUE ARREMBENTA OS COFRES DA NAÇÃO BRASILEIRA.

    ESSA ELEIÇÃO 2010 É UMA VERGONHA NACIONAL, MILHARES DE BRASILEIROS, QUEREM ANULAR O VOTO.

    Osvaldo Gomes Bomfim é ambientalista, Defensor da Mata Atlântica do Brasil, presidente da ONG DA MAÇÃ – Amigos do Meio Ambiente.
    “Se podemos sonhar é porque podemos realizar nossos sonhos” – Vamos Mudar o Brasil – Votem e dêem oportunidades para os NOVOS de fichas limpas.
    Câmara de Moralização das Eleições – 2010 –

  10. CARLOS ALBERTO PERIRA DE SOUSA disse:

    Na verdade o que podemos esperar dessa nova geração de políticos, é a repetição dos velhos polícos viciados,sair da vida artística e entrar na política de uma hora para outra, já causa estranhesa, as intenções não são das melhores. Vão apenas se restringir as tarefas do dia-a-dia, já estão com seus espíritos maculados, jamais vão ter um desepenho desejável, vai continuar a mesma coisa, pois apenas estão passando de pai para filho, de tio para sobrinho, de marido para esposa, de avô para neto, então é só passando o vicio de um para o outro da familia.

  11. Luís Carlos Suzzena disse:

    Pessoal, a educação vem de casa. Os exemplos bons ou maus, certamente serão copiados. A moral e os bons costumes são valores que aprendemos dentro de nossa casa. Filho ou parente de corrupto e ladrão dificilmente conseguirá desencilhar-se dos vícios protagonizados em família. A repetição será inevitável. Para mim, ficha limpa tem que ser limpa mesmo. Nem no SPC e muito menos se estiver respondendo qualquer tipo de processo, mesmo que ainda não julgado. Primeiro resolve a tua situação na sociedade e depois, com a ficha bem limpinha, vai ser candidato a qualquer coisa, até para sindico do prédio onde mora. Até ser parente de político ficha suja é complicado.
    Acho que estes “sujos” não poderiam indicar ou apoiar candidatos parentes até a terceira geração. Tem candidato aí mais sujo que “pau de galinheiro” indicando filho, amigo ou parente para ser candidato a cargo eletivo. Um absurdo. Temos que queimar de vez esta gente suja. Temos que pensar no povo brasileiro, na melhoria da qualidade de vida das pessoas. Não podemos deixar que esta gente nos roube, minta e nos engane novamente, agora através de seus parentes mais chegados.Diga não. Vote na juventude, sim, mas em pessoas que você conhece o bom exemplo da família, a conduta deste jovem. Não se deixe enganar.

  12. MOACYR LOPES DA SILVA disse:

    SE TEM CAPACIDADE, NADA A OPOR. SE NÃO TEM, É APENAS PARA APARECER, NADA MAIS.

  13. Markut disse:

    Pouco a esperar, já que a deformação cívica já vem prontinha do recesso do lar.
    Cargo eletivo, numa democracia sadia, deverá ser, não de um puxador de votos,ou do ilustre herdeiro de um desqualificado político , mas de alguem que tenha passado por uma qualificação compativel com o cargo a pleitear.
    Prestígio popular , como aquí, á custa dos holofotes da televisão e do futebol,não são, evidentemente, requisitos suficientes.

  14. Roberto Santiago disse:

    O que a matéria chama de “nova geração”, certamente se confunde com os novos candidatos e, também, aos que são mais jovens na idade. Porém, quem poderá assegurar que, se forem eleitos, não se conspurquem ao se “misturarem” com as velhas “raposas” que, estes sim, dominam o Parlamento brasileiro? Ademais, quantos desses candidatos a “novos políticos” não estão “escondendo o jogo”, se travestindo de “cordeiros”, enquanto são, na realidade, verdadeiros “lobos”, vorazes em se locupletar também??

    Não acredito nesta tal “democracia” brasileira. Não posso acreditar em regime que mantem inimputados implicados em “mensalões”, “desvio de dinheiro público” e outros “quesitos”, digamos “menos votados”, como contas em “paraísos fiscais”, “dinheiro na cueca”, etc… etc… Não posso acreditar em democracia que mantem no Congresso inúmeros portadores de extensas “folhas-corridas” policiais, por crimes de “colarinho branco” (como se estes crimes fossem diferentes de qualquer outro tipo de crime). Não posso acreditar na seriedade de regime que atribui igual valor ao voto de “pinguços”, de analfabetos (ou semi-alfabetizados, ou analfabetos-funcionais) ao voto de pessoas com integridade moral e cultura comprovada (mesmo que seja, apenas, mediana), assim como não posso acreditar em democracia séria que permite a estes se candidatarem para disputar eleições.

    Mas, até acredito que o culpado por todo este cenário seja o próprio cidadão brasileiro, que sempre se mostrou alheio quer por puro comodismo quer por “defender” o seu interesse pessoal (escuso), sem se importar com o resto da Nação. Porém, o quê fazer se os sucessivos “governos” criam e alimentam os tais “programas sociais”, como eles chamam os “bolsa-esmola”, digo, “bolsa-família”, verdadeiros “currais” onde “pastam” os seus milhões de interesseiros “eleitores de cabresto”???

    Por tudo isso, e desalentado (totalmente!) com a “democracia brasileira”, votarei 0000!

    Acoooordaaaa, Braaasiiiiillll!!!!

  15. moacyr disse:

    SÃO ELEITORES, SEUS DIREITOS ESTÃO GARANTIDOS. QUAL A DIFERENÇA ENTRE ELES E LULA, SERRA, DILMA ETC.ETC.ETC.

    SE VÃO TER CAPACIDADE NÃO SABEMOS. OU, SE APENAS CADIDATAM-SE PARA APARECEREM E RECEBEREM SALÁRIOS POLPUDOS, NÃO SEI.

    O MESMO DIREITO QUE POSSUEM, TIRIRICA E OUTROS POSSUEM TAMBÉM ! É A DEMOCRACIA !

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *