Início » Brasil » Política » Pele animal no vestuário, você concorda?
Tendências e Debates

Pele animal no vestuário, você concorda?

Muitos países europeus já proibiram a criação de animais para a produção de peles. Isso provocou um crescimento deste nicho em mercados emergentes, como o Brasil. Por Emanuelle Bezerra

Pele animal no vestuário, você concorda?
Produto feito com pele de raposa

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Seguindo a tendência mundial para a linha de sapatos e assessórios de inverno, a empresa brasileira Arezzo lançou a coleção Pelemania com peças em couro e detalhes em peles exóticas como a de raposa e de coelho. Mas os produtos não foram bem aceitos pelos consumidores brasileiros, que propuseram um boicote à marca nas redes sociais. A polêmica foi tanta que a Arezzo recolheu as peças com detalhes em pele das lojas de todo o Brasil.

A empresa também foi acusada de apagar posts negativos de clientes na rede social Facebook. A assessora da empresa, Carolie Muzzi, esclareceu ao Opinião e Notícia que foram apagados precisamente seis comentários considerados ofensivos e com linguagem de baixo calão. “A Arezzo tomou para si o direito de manter um nível no debate e apagou os comentários em respeito aos nossos clientes. Em momento algum a empresa pretendeu silenciar os consumidores”, esclarece Caroline.

Mesmo se essa fosse a intenção da marca, silenciar consumidores raivosos seria uma tarefa difícil. Dois dias após o lançamento da coleção, uma página na mesma rede que pedia boicote à marca e às lojas que comercializam produtos com pele animal já contava com mais de 4 mil membros. Em nota oficial, a Arezzo diz entender e respeitar “as opiniões e manifestações contrárias ao uso de peles exóticas na confecção de produtos de vestuário e acessórios”, mas que não entende como sua responsabilidade “o debate de uma causa tão ampla e controversa”.

Antoniana Ottoni, advogada mestrada em Política e Gestão Ambiental pela UnB e representante da Animal Defenders International (ADI), diz que o uso de peles exóticas no Brasil é algo que pode ser banido imediatamente, uma vez que o nosso clima não pede estes materiais no vestuário. Ela argumenta ainda que as peças com peles exóticas causam mais repúdio por não se tratar de utilizar a pele como subproduto, mas de exploração animal. Já o couro bovino e ovino são aproveitados de um animal que foi criado para a alimentação. “A produção de peles custa o sofrimento de muitos animais para alimentar a indústria da moda, que tem alternativas sintéticas para a fabricação destes mesmos produtos”.

A advogada argumenta que os métodos para se obter o material são cruéis, como a eletrocussão anal, marretadas e outros processos que provocam apenas o desmaio do animal, que pode acordar enquanto é depelado. Antoniana diz que se as pessoas passassem a consumir conscientemente, muitos destes produtos não encontrariam mercado. “A maioria das pessoas não conhece o processo para a produção de bolsas, casacos e outras peças. Os designers, que ditam a moda com peles, precisam assumir sua parcela de responsabilidade pelo sofrimento desnecessário a que estes animais são submetidos”.

Muitos países europeus, como a Áustria e Inglaterra, já proibiram a criação de animais para a produção de peles. Isso provocou um crescimento deste nicho em mercados emergentes, como o Brasil. No sul do país as fazendas de produção de pele de chinchila estão crescendo vertiginosamente e já são o principal fornecedor da China e da Europa. A pele é praticamente toda exportada, uma vez que não há mercado no país para casacos, por exemplo. Há um projeto de lei  na Câmara dos Deputados — a PL 5956/2009, que pede o fim da criação de animais com este fim no país.

A advogada argumenta ainda que para a produção de um casaco são necessários 200 chinchilas e que o dinheiro proveniente deste produto não vem para o Brasil, já que o valor agregado do produto fica na Europa ou na China, que compram a pele in natura. “Não há desculpas para aceitar as garantias da indústria da moda referente aos valores financeiros movimentados, este é um assunto de responsabilidade pessoal.O abate é feito para alimentar a luxúria humana”, finaliza.

Caro leitor,

Como você vê o abate de animais para uso exclusivo da indústria da moda?

Você deixaria de comprar um produto se não concordasse com as condições de obtenção do material, como no caso das peles?

Você acha que a Arezzo fez bem em ceder aos apelos contrários e retirar os produtos das lojas?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

46 Opiniões

  1. Anderson B. Martins disse:

    Bom, para quem quer conhecer os métodos da extração da pele desses animais aí vai uma dica no youtube http://www.youtube.com/watch?v=Zjz-H-cFs3g&playnext=1&list=PL1A84FAE252066FED é chocante, mas basta assistir uma vez e sua opinião mudara, é bom assistir, pois o material nos fornece informação e engrandece nosso conhecimento. Ignorar a verdade é admitir nosso erro num ato de ignorância.

  2. ceiça alles disse:

    se a pele fosse um sub-produto e os animais tivessem sido mortos sem sofrimento, creio que não teria nada contra. mas sabendo como sofrem animais criados em cativeiro e a forma como são mortos, nem pensar. creio que a Arezzo teve uma atitude muito adequada e é ótimo ver que os brasileiros estão se tornando mais participativos.

  3. Linda susan disse:

    Creio que está havendo muita hipocrisia nesta campanha contra. vc que come carne reflita…o boi morre a marretada,ou eletrocução…assim o porco,o bode,o carneiro. A galinha caipira que é in, por degola e a ao molho pardo,sangra-se o pescoço, a caça se atira nela, então? Se os animais não são silvestres são criados para este fim, não é igual ao boi que vc come com tanto prazer? Ao invés de se preocupar com os animais devemos sim fazer uma campanha contra os traficantes de drogas e pensar em assistir aos milhares de zumbis (viciados em crack ) que circulam ao seu lado e vc não vê; vamos nos preocupar em uma política de saúde que tire as cranças das ruas,que assista os idosos, que alimente os famintos, enfim pegue esse amor todo e dê aos seus irmãos. Lembre-se do maior amor…” Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito para morrer na cruz, para que todo aquele que nele cr~e não pereça mas tenha a vida eterna” Jo 3:16
    Feliz Páscoa!

  4. Claudinha disse:

    Pré-história, os homens usavam a pele dos animais para se proteger do frio, justificável, pois não conheciam outro meio. Porém não estamos na idade da pedra(apesar de algumas pessoas se comportarem como se estivéssemos)e com temos outros recursos para fazer vestuários.
    Comentando sobre o comentário anterior kkkk, não vejo os que foram contra como hipócritas, a carne vermelha é pra nossa sobrevivência, não é vaidade.Você viu um leão comendo um cervo na natureza? Existe cadeia alimentar. Claro que nem por isso vou concordar em matar os animais que comeremos de forma violenta “somos animais racionais”.
    Não compraria os produtos pq não concordo. E a Arezzo foi esperta, o velho ditado o cliente tem sempre razão! 😀

  5. WANDERLEY FONSECA SILVA disse:

    CLARO QUE NÃO! POR RAZÃO ELEMENTAR.
    ATUALMENTE A INDÚSTRIA PODE CRIAR TECIDO QUASE IGUAL A QUALQUER PELE.

  6. Dircéa Mountfort disse:

    Acho a utilização de pele animal em roupas totalmente desnecessário.Peles exóticas então nem pensar.Acho o modelo apresentado inclusive, horroroso.Mesmo que fosse sintético eu não usaria, é muito feio

  7. Amanda Guedes, 15 anos disse:

    Não concordo.

    Beleza e dor não caminham juntas.

    é doloroso tanto para os animais quanto para pessoas que tem coração, que sabem que chega a se absurdo matar um animal para satisfazer o ser humano.

    ME DA VONTADE DE ARRANCAR A PELE DESSES IMBECIS PRA ELES SENTIREM A DOR , OU QUEM SABE VERGONHA NA CARA !

  8. Amanda Guedes, 15 anos disse:

    Eu concordaria !

    concordaria em deixar de comprar peles de animais por luxo.

    Deixaria de comprar carne animal sem necessidade alguma !

  9. marli moraes disse:

    Que moral tem essa gente que comercializa pele de bicho pra falar em manter o nível???
    Verdadeiros carniceiros que vivem às custas do sofrimento dos animais pra satisfazerem sua clientela formada por vadias que ostentam seus casacos apenas pra exibirem o poderio financeiro dos seus machos.

  10. João Bosco Maria Duarte disse:

    É um tremendo absurdo. Até parece que estamos ainda na Idade das Trevas. Eu não acredito que
    em pleno Século XXI, com todo os conhecimentos que temos sobre ecologia, ainda existam pessoas capazes de cometer tamanha barbárie com animais inocentes, para satisfazer sua avidez por dinheiro. Isso já deveria ter sido banido de nosso país há muito tempo.
    É claro que eu não compraria material feito de pele desses animais, pois sou uma pessoa que tem consciência ecológica. Só para dar uma exemplo. Eu só compro carvão vegetal e móveis
    se o produto tiver certificação ambiental.
    A Arezza não deveria nem ter começado a praticar tamanha atrocidade com os animais.

  11. Luiza Pinheiro disse:

    Vejo como crime, assassinato triplamente qualificado, com tortura, requintes de crueldade e sem chance de defesa por parte das vítimas.

    Já deixo de adquirir vários produtos, baseado em sua procedência ou desrespeito a vidas e à natureza.

    A Arezzo fez primeiro muito mal em desrespeitar a preservação numa contramão do direito à vida. Depois tentou desfazer, não por se ver em erro, mas para não perder dinheiro, pura e simplesmente.

  12. Eleutério Sousa disse:

    Os odres, que teem até seu nome na Bóblia (ninguém coloca vinho novo em odres velhos!)são fabricados a partir da pele de animais….Da cabra e da ovelha! a CABRA faz um escarcéu mais ou menos para mostrar o seu desespero. parece que adivinha!…Já a ovelha não “berra”, mão grita…Só lágrimas saem dos seus olhos! Vi fazer isso uma vez e nunca mais me saiu essa cena da cabeça! Aliás, qualquer morte é desnecessária….Que o digam as famílias que perdem entes queridos, por causa de sequestros etc…

  13. mestry badahra disse:

    De Paragens a Dra Antoniana Ottoni ! OK? OK!
    Em entrar no Protesto, contra execução de animais, e passaros etc .
    Pois os homens (desprovidos de cultura , e outras qualidades de carater, estão dizimando a Fauna, extinguindo barbaramente, os animais habitantes das florestas e restos da mata.
    Quanto a criação em cativeiro, para fins, industriais e comerciais, onde se utilizam, métodos bárbaros, e dolorosos na execução destes indefesos seres, visando apenas o vil metal, está totalmente , na Contra Mão dos caminhos da razão .
    Sabemos que a tecnologia atual, pode criar similares de peles, com qualquer que seja o detalhe, sem cometer crimes contra vidas etc .
    E satisfazem plena mente, as Pessoas, que querem Aparecer, e se destacarem, ou compor alguma falta, (de ordem psíquica), E também atender, aos Criadores de Moda, que Se utilizam de TUDO, para impor um costume passageiro, nas pessoas, que acham que Acompanhar a MODA, é tudo nesta nossa vida …
    Tudo bem, vamos respeitar, porem sem mecher com a natureza viva .
    Não concordo de Maneira Nenhuma ! E se tiver algum movimento de Ativistas, para guerrear contra este absurdo, EU já estou me alistando
    mestry badahra

  14. Luís Bustamante disse:

    Felizmente, alguém com opinião sensata nesse fórum de manifestações raivosas – leiam a opinião de Linda Susan, mais abaixo. Há uma gritaria em defesa dos direitos dos animais, enquanto isso, seres humanos vão sucumbindo às drogas, à violência urbana, aos ataques de assassinos psicopatas. Aqui em Porto Alegre, o prefeito cria a Secretaria de Proteção aos Direitos dos Animais – especialmente porque ele e a primeira-dama gostam muito de bichos. As milhares de crianças e pessoas velhas abandonadas pelas ruas da cidade devem agradecer tão nobre gesto. Ah, faz favor!

  15. renata disse:

    Absolutamente não.

  16. renata disse:

    Desrespeito não pode ser visto como uma coisa normal, não importa o quanto isto vai custar para a empresa em questão, é vergonhoso, é ofensivo, é cruel. Absolutamente não, não usaria marca alguma com estas ações.

  17. Enéas Aguiar disse:

    Sou a favor do uso de peles de animais para vestimenta. Sou a favor da criação de animais para a produção de peles.
    Acho que a Arezzo não deveria ter tirado as peças do mostruário nem da venda.

  18. Célia Costa disse:

    Também não concordo com a utilização de peles de animais na indústria da moda.Os motivos já foram citados aqui nos comentários anteriores.Incrível como o dinheiro e a ganância podem cegar determinados homens ( os proprietários de empresas que trabalham com peles exóticas) para a crueldade dos atos envolvidos na questão, como se a vida dos animais não significasse absolutamente nada.Hoje, no Dia Mundial da Terra, fica a reflexão de que talvez a Terra não sobreviva a nós,”humanos”.Lembrei-me do Mr.Smith em Matrix, em um dos diálogos mais interessantes do filme, onde ele afirma que nós somos vírus, consumindo a Terra.Tantos alertas a respeito da preservação ambiental e animal, tantas campanhas são feitas,mas o fator financeiro sempre vem antes de qualquer reflexão para as empresas envolvidas nessas questões.
    A atitude da Arezzo nessa nota :
    “Em nota oficial, a Arezzo diz entender e respeitar “as opiniões e manifestações contrárias ao uso de peles exóticas na confecção de produtos de vestuário e acessórios”, mas que não entende como sua responsabilidade “o debate de uma causa tão ampla e controversa”, demonstra a total irracionalidade do argumento, visto que eles possuem participação representatativa na questão de uso de peles exóticas,como podem alegar que não têm responsabilidade sobre a questão, se são empresas como a Arezzo que adotam tais práticas totalmente fora do nosso contexto civilizatório? Afinal, como bem exemplificou um dos leitores nos comentários anteriores, não estamos mais na Idade da Pedra onde necessitávamos de peles para nossa sobrevivência.Ainda bem que atualmente, com o poder das mídias sociais,pudemos protestar, não assistimos calados a tantos abusos em nome do lucro e da vaidade e conseguimos uma resposta ao menos em território brasileiro.Talvez haja uma esperança, afinal.

  19. Ana Calixto disse:

    Sinceramente?A pele dos animais fica linda,maravilhosa ,gloriosa mas em cima de seus donos verdadeiros: OS ANIMAIS!
    Fala sério,com tanto avanço na tecnologia,nas ciência,pra que se precisa usar de truculência e arrancar a pele dos animais pra se vestir?
    De mais a mais,todos sabem que é um método absurdamente cruel,e que quem consegue essas peles,até se diverte,inflingindo tamanha dor aos indefesos animais.
    Está mais do que na hora de as pessoas saberem que estão destruindo a natureza e o mundo em geral,e parar imediatamente com isso!
    Deixem os animais em paz!

  20. Kika Cirra disse:

    Além de ser um ato de extrema crueldade,é completamente desnecessário.Absolutamente cafona e demodê, jamais e sob hipótese alguma usaria um acessório destes.
    Estamos no Século XXI e não nos anos 50 do século passado!
    É preciso dar um basta a tanto desrespeito com os seres não humanos, se for em forma de boicote, então que seja!

  21. Adriane disse:

    Penso que há dois tipos de pessoas: as que consomem bichos e as que não consomem bichos. O bicho que as pessoas consomem e as partes aproveitadas são uma questão cultural ou de gosto. acho hipócrita a discussão do usar ou não usar pele. é uma análise superficial da questão que é matar ou não matar bichos para comer, ou vestir ou se divertir.Se você se encaixa na categoria dos que comem bichos, então faça o melhor uso possivel do seu cadáver: coma a carne, vista a pele, faça adubo dos ossos, bijouteria das unhas. Se for um bicho de rodeio ou tourada aproveite antes para se divertir com ele.

  22. Fátima Gnecco disse:

    É um absurdo que pessoas “inteligentes” sejam capazes de atrocidades de tal porte!
    Repúdio é pouco!

  23. Itamar disse:

    Concordo plenamente!
    Podem ver o que fazer com ele de baleia que consome toneladas de alimento por dia, já esta mais do que na hora de liberar a caça ao jacaré!
    Tem uma cidade que são 4 para cada habitante!! E as capivaras ? Acabam com as lavouras enquanto o pobre sertanejo tem que esperar meses por uma safra. Pô gente vamos usa o bom senso!! Estes hipócritas que lutam contra obesidade e defendem os pobres animais, vão trabalhar na roça ter vida dura para ver o que realmente importa nesta merda de vida que levam. Aproveita levam os filhos para que na fome aprendam que a sobrevivência é que importa!

  24. Dilon disse:

    Estes idiotas protetores sençacionalistas!
    Se forem vegetarianos, vamos tolerar!
    A falta de carne pode trazer danos a saude mental.
    Quanto aos outros que gostam de um bom bife, uma suculenta bisteca ou simplesmente um frango na brasa, não é crueldade o que fazem com os pobres bixinhos para satisfazer lo?
    Carne de jacaré, capivara entre outros é uma delicia e tem aos montes por aqui.
    Quando apreciarem, não sera diferente sua opinião quanto ao boi..

  25. WELLER MARCOS DA SILVA disse:

    Toda essa questão é gerada pelo interesse capitalista, que não tem limites nem medidas para auferir lucros. Dei uma olhada nas opiniões, e de modo geral há sensatez no julgamento dos que,como eu, são contrários à execução de animais para a geração de produtos industriais: sejam alimentares ou do vestuário. Dentro da própria estrutura capitalista moderna existem alternativas que possibilitam a produção de matéria-prima com idêntica semelhança ao produto animal: na alimentação o soja já substitui em grande parte diversos produtos animais como leite e carne; as fibras plásticas – quando bem produzidas, também aparecerem com bom destaque em muitos produtos na indístra do vestuário(como o próprio calçado). A loucura do Homem pela ocupação integral do espaço na Terra não lhe tem dado oportunidade de refletir sobre suas atitudes consumistas. Em todos os sentidos a natureza deve ser tratada como companheira do Homem na Terra – e quem vive dentro dessa ordem vive bem!
    Adios Muchachos

  26. jacqueline Maria Mendes Murta disse:

    Acho um crime usar pele de aninais; crime criar, matar e usar as peles para uma coisa tão fútil, como ornamentar nosso corpo, etc. Pode-se perfeitamente usar peles sintéticas.O sofrimento deles é tamanho…O ser humanao nunca deveria fazer com outro ser, o que não gostaria que fizesse com ele! A Arezzo fez o correto em recolher todas as peças.Reconhecer o erro, pedir desculpas por tal, e não cometê-lo mais, é uma das grandes virtudes humanas.

  27. Dorival Barroso disse:

    JACQUELINE MARIA MENDES MURTA:
    Voce usa sapato de couro? Come carne? Caso negativo tudo bem, caso positivo nao seja hipócrita…

  28. Rebeca disse:

    A Arezzo usou o bom senso, ou sua coleção fracassaria. Vivemos um momento em que todas as empresas, socialmente responsaveis, estao preocupadas com o meio ambiemte. Todas fazem mudanças almejando a sustentabilidade. Aquelas que não se enquadrarem a nova realidade, que não se preocuparemm com essa causa estarão, certamente, fadadas ao fracasso. O consumidor, de qualquer parte do mundo, está bem mais consciente, mais responsável, procura consumir produtos de quem se preocupam e buscam respeitar o plneta, a vida, seja ela humana, animal ou vegetal. Temos que agir de forma responsável e isso é tarefa de toda sociedade, não apenas de alguns. DIGA “NÃO” AO PRODUTOS FEITOS COM PELES ANIMAIS EXÓTICOS!

  29. Rafael Mafra disse:

    Não se trata de hipocresia. Comemos carne,mas carne bovina e suína, tiram o couro de manimal que foi morto para alimentação e não para suprir apenas a futilidade de pessoas que não têm no que gastar seu dinheiro.
    Nada se compara a desumanidade de uma guerra, onde se matam milhares de inocentes etodosdizem “Oh que brutalidade, que falta de juízo”, mas ninguém pára pra pensar nos “subseres” animais que nem pedir socorro podem.
    Existir uma discussão acerca disso já é um começo pra fazer as pessoas refletirem sobre o que realmente é certo, matar pessoas é um crime mais que insano, matar um animal apenas por capricho é simplesmente irracional e absurdo.

  30. Maria Neusa dos Santos disse:

    Trabalho com animais e sou contra, contra essa festa com a pele dos mesmos. Já não chega as fabricas de cosméticos fazendo experiencias em animais. foi mito bom o boicote. neusa

  31. Endrius disse:

    nós temos animais já extintos , temos muitos em extinção , e com essas atitudes absurdas e inúteis querem colocar mais animais na grande lista.
    Esse crime contra os animais tem que ser barrado não só no Brasil ou na Europa , mas sim em todo o planeta. Enquanto ainda houver compradores o mercado ainda vai continuar a funcionar mesmo que seja no mercado negro…
    Esperamos soluções pelo bem dos animais…

  32. Renato disse:

    Nada contra no caso de pele de coelho tendo em vsita que se multiplicam muito rapidamente,mas teria que ser aproveitado a carne também,e não criar-se apenas para fazer roupas.

  33. Monique disse:

    Criar um animal só para comer é tão cruel quanto criá-lo para fazer uma roupa da pele dele… Podemos fazer roupas com outros materiais, da mesma forma que podemos comer outro tipo de alimento. A vida desses animais servem apenas para servir à humanidade, nos dois casos. Quem come um bifinho ou faz um churrasquinho no final de semana não devia sair falando de quem veste uma pele só porque acha bonito, pois comemos a carne de animais só porque achamos gostoso. Porque a beleza é fútil? Vivemos para o belo… Vivemos, não apenas sobrevivemos… A beleza é tão fundamental quanto o churrasquinho de final de semana.

  34. Monique disse:

    Aqui no Sul é muito comum usar peles de animais sim, essa advogada está por fora. Não sou totalmente a favor, mas tb não sou totalmente contra, pois a castração de um animal para o abate posterior tb é muito cruel, é feita sem anestesia…

  35. Justino disse:

    Tudo depende como a coisa seja feita. Os ovinos, caprinos e bovinos, têm suas pelas utilizadas sem nenhum constrangimento.
    Particularmente, ñ vejo nenhum mal, desde que criatorios garantissem a preservação das especies.

  36. Jose Araujo de oliveira disse:

    vamos preservar as espécies com a criação de animais com fins lucrativos e retorno a natureza
    chega de proibições!

  37. Jose Araujo de oliveira disse:

    couve, alface, cenoura,alias todas as hortaliças tem vida vegetarianos otários!!!

  38. Vinícius disse:

    Justino, você diz que não vê nenhum mal. Isso por que não você que é eletocutado, espancado a marretadas. O engraçado é que nós nos achamos no direito de controlar a vida do animal como se eles fossem propriedades nossas.

    Só por que não se comunicam como nós isso é motivo para “não vejo mal algum?” Quem disse que nós somos mais importantes que um coelho? Você? Deus?

    Matar um animal para comer, vejamos, os leões se alimentam de que? Isso se chama cadeia alimentar. Agora, um leão corre atrás de um coelho, veado ou bizão para dar de presente a leoa para que ela fique linda? Ele deixa o animal vivo para despela-lo? Ele mata por esporte, pelo amoção de caçar (vide safaris)?

    A mal é que a humanidade pensa que, por “pensar” e “raciocinar” tem o direito de dizer o que é certo ou errado, quem deve viver ou morrer.

    Seria legal se uma raça alienígena viese e resolvesse vestir pele humana. Nossa, que monstruosos que são!!! Isso por que não mencionei aqueles criminosos que cometem os chamados crimes hediondos. O que difere? Uma pessoa é considerada importante, já o animal “é só mais um cão, joga no lixo”.

    Pensem que o que vocês vestem custou o sofrimento de outro ser vivo. Mas, como não foi com ele próprio ou algum familiar, que importa????

  39. teresa bertoldi disse:

    com certeza deixaria temos tantos meios de fabricar roupas e acessórios que seria um
    verdadeiro maçacre dos bichinhos.

    Será que não poderiam usar a imaginação,
    com tantos meios de roupas com reciclados,
    ou produtos da natureza que não seja animal.
    Um exemplo fibra da banana fibra do bambú garrafa pet sacolas plastícas ou tantas outras que nem lembro mais salve os bichinhos eles também querem viver.

  40. Carlos Gabaglia Penna disse:

    Criação de animais unicamente para o uso de suas peles é cruel, covarde e desnecessário. Há peles artificiais que os especialistas têm dificuldade em diferenciar. Os argumentos a favor, nesta seção Opinião, conteem tantas besteiras que nem vale a pena respondê-los. O raciocínio com causa e efeito parece ser uma dificuldade maior do que eu pensava…. Precisamos dizer não ao comércio de peles, nativas ou exóticas.

  41. Rita Laise disse:

    Acho ABOMINÁVEL matar um animal para esse fim tão fútil.A Arezzo fez muito bem em retirar os produtos de suas lojas.Para mim a vida de um animal não é menos importante que a vida de um ser humano, eles sentem como nós.” TODO SER NASCE IGUAL PERANTE A VIDA E TEM OS MESMOS DIREITOS A EXISTÊNCIA”.

  42. Elaine Albino disse:

    Não apenas uma empresa mas todas aquelas que produzem produtos a partir de peles de animais deveriam repensar a prática. Existem sintéticos que imitam perfeitamente as peles e são lindas. Os boicotes devem existir por todos os que preservam a vida.

  43. Justino disse:

    Ola Sr. Carlos Gabaglia, do R.Janeiro: O prezado Sr. tem dificuldade em conviver com o contraditório. Rotular de “besteira” outra opinião que ñ seja a sua, esta sim pode ser uma tremenda besteira.
    A criação e abate destes animais, não só para a pele, poderia ser mais uma atividade economica a ser explorada. Não vejo nenhum absurdo nisto.

  44. Justino disse:

    Não tinha a intenção de voltar a este assunto já amplamente debatido, mas lendo a opinião de LINDA SUSAN, senti vontade de elogiar a coerente linha de raciocinio da prezada colega
    Valei LINDA.

  45. Alvaro Frazão disse:

    Esta é uma questão antiga e tem dois lados: A do capital e a dos defensores do eco sistema.
    Por meu turno como defensor, condeno todas as práticas cruéis ou não, a que se propõe maltratar os animais e o meio em que eles vivem.Animais criados em cativeiro para fins de alimentação e outros,é uma questão de cultura. Eu, fico sem carne animal numa boa…

  46. Anna Carmila disse:

    Odeio quem faz isso!Estupidez.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *