Início » Brasil » Política » Resgate de corpos do voo AF 447 poderá continuar
Air France

Resgate de corpos do voo AF 447 poderá continuar

Resultado do teste de extração de DNA foi positivo, o que permite a continuação dos trabalhos

Resgate de corpos do voo AF 447 poderá continuar
Associação de Famílias cobra resgate de todos os corpos

Positivo. Este foi o resultado dos testes de extração de DNA realizados nas duas vítimas do voo AF 447 resgatadas do fundo do Oceano Atlântico. De acordo com a polícia militar francesa, encarregada pela justiça de resgatar os corpos, os testes mostraram que, tecnicamente, será possível extrair o DNA para identificar as vítimas encontradas.

O resultado deste teste era determinante na decisão se haveria ou não a retirada de novos corpos do fundo do mar. A informação dada pela justiça francesa, na última semana, de que não seriam resgatados mais corpos deve ser substituída por outra, já que este resultado permite a continuidade das operações para retirar novos restos mortais do Atlântico.

A polícia, entretanto, informou que o material extraído das vítimas já resgatadas ainda não foi comparado com os dados genéticos de parentes. Em entrevista à BBC, a Polícia Militar francesa informou que apenas os corpos “tecnicamente” aptos a serem retirados do oceano seriam resgatados. O diretor da Associação dos Familiares das Vítimas do Voo Air France 447, Maarten Van Sluys, informou ao jornal Folha de S. Paulo que a confirmação da possibilidade de extração do DNA irá exigir a retirada da totalidade dos corpos localizados.

O diretor do Instituto de Pesquisas Criminais da França, coronel François Daoust, informou à BBC que os especialistas franceses ainda não dispõem de dados genéticos dos familiares brasileiros para realizar a comparação com o DNA extraído. A Interpol deve solicitar às autoridades brasileiras o DNA dos parentes das vítimas.

A equipe a bordo do navio Ile de Sein, que realiza o resgate dos corpos, será reforçada. O grupo deve passar a possuir, ao todo, oito especialistas, entre legistas e peritos de identificação. O navio retorna ao local nesta quarta-feira, 18, rumo à costa brasileira, para dar continuidade aos trabalhos, que devem durar mais 15 dias.

De acordo com o coronel Xavier Mulot, da direção da Polícia dos Transportes Aéreos, que conduz as investigações judiciárias, cerca de 50 corpos foram localizados na área de destroços do avião.

Fontes:
Folha de S. Paulo - Testes de DNA permitem identificar vítimas do AF 447, diz França

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *