Início » Brasil » Política » Serra eleva o tom e compara Dilma a Collor
Eleições 2010

Serra eleva o tom e compara Dilma a Collor

O candidato tucano à presidência voltou a vincular o nome de sua adversária petista ao escândalo envolvendo a quebra de sigilo fiscal de sua filha

Serra eleva o tom e compara Dilma a Collor
O programa de Serra tentou associar a imagem de Dilma à de Collor

Diante das investigações da Polícia Federal sobre a quebra de sigilo fiscal de pessoas ligadas ao PSDB, o candidato tucano José Serra criticou a campanha de Dilma Rousseff durante o horário eleitoral exibido na TV na noite desta quinta-feira, 2.

Serra ressaltou a violação do sigilo fiscal de sua filha Verônica Serra. “Minha filha é mãe de três crianças pequenas, uma mulher honrada”, afirmou o candidato em defesa da filha.

Leia também: Programa de José Serra: ‘Dilma é como o Dunga’

Polícia federal começa a investigar quebra de sigilo na Receita

Além disso, o programa de Serra também tentou associar a imagem de Dilma à do ex-presidente Fernando Collor. “A mesma baixaria contra a filha do Lula agora é usada contra a filha do Serra”, disse locutor do mesmo, fazendo alusão ao caso da filha de Lula, Lurian, que foi usada nas eleições de 1989 por Collor para tentar manchar a imagem do concorrente. Lurian é filha de uma ex-namorada de Lula. À época, Lula era candidato à presidência e foi acusado de ter oferecido dinheiro para que a ex-namorada abortasse.

Entenda o caso da quebra de sigilo fiscal

Em setembro de 2009, uma servidora da Receita Federal acessou a declaração de imposto de renda da filha de Serra por meio de uma procuração falsa em nome de Verônica.

Também foram acessados dados de pessoas ligadas ao partido tucano, como Eduardo Jorge, Luiz Carlos Mendonça de Barros, Ricardo Sérgio de Oliveira e Gregório Marin Preciado.

O PSDB acusa a campanha de Dilma de ter promovido a operação na tentativa de fazer um dossiê que incriminasse José Serra. Em resposta ao caso, a petista prometeu processar o adversário por acusações “levianas”.

Fontes:
Uol - Serra aprofunda ataques a Dilma por quebra de sigilo e compara petista a Collor

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

9 Opiniões

  1. Afonso Schroeder disse:

    Ilustre candidato Serra se continuar fazendo campanha desta forma, a uma grande tendência de cada vez fazer menos votos, penso que fazer campanha politica é mostrar o que quer o que pretende e como sabe fazer, o Brasil esta em primeiro lugar sendo bem conduzido pelo Presidente Lula a e pra não esquecer fazer a comparação da Presidênciavel Dilma Roussef com o ex-presidente Fernando Collor de Mello não é demerito nenhum ao contrário este polito deixou seu nome escrito com algumas obras que a grande maioria vem desfrutando nos dias atuais e o mais importante segundo a justiça foi absolvido em tudo, ou será que o seu partido pretende jogar a opinião publica contra a grandissima candidata Dilma Roussef.

  2. helo, Rio de janeiro disse:

    Concordo com o leitor Scroeder, o Collor foi absolvido, e até perdeu a presidência. Já Dilma ganhará a presidência e já nasceu absolvida. Collor fez uma inconfidência na camapanha contra o Lula e seus casos. Foi deselegante mas era verdade. Já Dilma usa a Receita para procurar intimidar a oposição e a família do Serra. Isto é crime. Deveria ser esclarecido antes da eleição, já que o crime comum tinha objetivo político, de olho na eleição.

  3. Eleutério Sousaa disse:

    Eles brigam e daqui a um mês tudo continuará na mesma: flia no hospital, salários de fome, insegurança, escola ruim, juventude sem destino, e o petróleo aparecendo para eniquecer meia dúzia de pessoas…E…quém quer o Ministério da Previdência e o da Saúde? A presidência da Petrobrás é muito melhor!

  4. José Maria Ricardo Amâncio disse:

    Sr. Serra: continue com suas agressões a DILMA, assim nós do povão vamos elegê-la já no primeiro turno. Obrigado pela sua falta de educação e pela sua agressividade. DILMA PRESIDENTA JÁ! Muita LUZ pra todos!

  5. CÉLIO MIRANDA disse:

    Vou ser bem direto!
    E ele se compara a quem a FHC?

  6. Maria do Carmo disse:

    O Brasil assiste o desespero do candidato José Serra diante dos resultados das pesquisas,se apega a questão da quebra do sigilo da filha,como se fosse uma tábua de salvação. Nós brasileiros, estamos cansados disso, queremos avaliar os projetos dos candidatos, e o candidato já citado,parece não ter projetos para apresentar, e fica na repetição do caso da filha, acreditando que com isto mudará a intenção de voto dos brasileiros. Definitivamente este não é o caminho da mudança.

  7. Markut disse:

    Lamentavel o nivelamento por baixo a que se reduz esta campanha,nada menos, do que para a escolha do primeiro mandatário da nação.
    Com que olhos nos vêm os jovens, quando esta péssima amostra de civismo e de nivel de estadista, lhes é oferecida pelos mais maduros?
    Será de extranhar que essa seja uma geração de descrentes e de cultivadores do cinismo?
    O seu desencanto não os remeteria para a fuga psicológica, na balada, na bebida , na droga?

  8. Adilson disse:

    Acredito que neste momento o Serra esteja pensando em que mal tenha feito aos eleitores para ter uma rejeição tão grande. O que ele esquece é a prática que aprendeu com o FHC de humilhar os servidores que o servem. Quando verificamos que ele não ganha nem em seu próprio estado, fica claro o mal que proporcionou aos professores, Policias militar e civil, entre outros. Valorização do ser humano e melhores salários não estão e jamais estarão na plataforma de governo do PSDB/DEM. Este é o legado de FHC em que a classe média foi rebaixada a classes inferiores e coube ao Lula resgatar. Espero que a Dilma continue essa política.

  9. Ana Lipke disse:

    Toda eleição é a mesma coisa.Criam factóides, dossiês,vazamentos, pensando que vão enganar a população que já está vacinada contra essas baixarias,pois já viu esse filme. A intenção de votos na Dilma, candidata do Lula reflete a satisfação do país com um governo de oito anos, do qual ela fez parte sete, e que deu certo para as diversas classes sociais. O salário mínimo saiu de 80 para 280 dólares, a classe média voltou a comprar casa própria.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *