Início » Brasil » Política » Sindicalistas gastam R$ 800 mil em apoio a Dilma
Eleições 2010

Sindicalistas gastam R$ 800 mil em apoio a Dilma

Encontro foi organizado por cinco centrais sindicais

Sindicalistas gastam R$ 800 mil em apoio a Dilma
Encontro reuniu quase 20 mil pessoas no Estádio do Pacaembu

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O que deveria ser um “encontro de sindicalistas” na última terça-feira, 1º, no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, acabou virando um “gigantesco comício político ilegal financiado com dinheiro público”, afirma a revista Veja.

O encontro, que reuniu quase 20 mil pessoas, foi organizado por cinco centrais sindicais: CUT, Força Sindical, CTB, CGTB e Nova Central. No palco, sindicalistas e dirigentes do PT demonstraram seu apoio à pré-candidata do partido à presidência da República, Dilma Rousseff.

Dinheiro do contribuinte

Enquanto o presidente do PT paulista, Edinho Silva, afirmou que “o Brasil não pode ter retrocesso”, o presidente da CUT, Artur Henrique, disse aos quase 20 mil presentes que a “maior responsabilidade é não permitir a volta daqueles que implementaram políticas neoliberais nos anos 1990”.

A revista Veja reconhece o direito de os sindicalistas defenderem o candidato de sua preferência, mas “não com o dinheiro do contribuinte”. De acordo com o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o “encontro de sindicalistas” custou R$ 800 mil.

A questão, ressalta a Veja, é que até 80% do dinheiro que abastece as centrais vêm do imposto sindical, que todo trabalhador brasileiro — sindicalizado ou não — é obrigado a pagar. Em 2008, o governo Lula aprovou uma lei autorizando as centrais sindicais a ficarem com 10% dos recursos do imposto sindical, que até então ia só para os cofres dos sindicatos.

O PSDB e o DEM afirmaram que vão denunciar o encontro em São Paulo no TSE.

Leia mais:

TSE decide se ‘Ficha Limpa’ valerá para este ano

Serra promete ‘Bolsa-Adolescente’

Aécio Neves diz que Tasso é o melhor vice

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Marluizo Pires Cruz disse:

    A função do jornalista e da imprensa é?, publicar à notícia?, distorcer à notícia?, fabricar à noticia?, pois confesso que lendo o texto não consegui entender se a revista deveria imformar claramente se o dinheiro é público, ou se é dos sindicatos,sendo dos sindicatos os sindicalistas devem estar conscientes para priorizarem as aplicações dos recursos dos sindicatos, independente de insinuações de dinheiro do contribuinte.
    Imprensa livre para publicar as notícias.
    Povo consciente para fazer suas esclhas.
    Estaremos atentos para analisar as imformações e intromissões que tentam manter o povo brasileiro tutelado.

  2. Paulo Sérgio Pinheiro disse:

    Eu acho que os políticos deveriam se preocupar em outras coisas mais interessante, não ta fazendo esse tipo de encontro, porque o dinheiro que ganhamos vem com muito suor.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *