Início » Brasil » Política » Síria: três mil desaparecidos desde o início dos protestos
Repressão

Síria: três mil desaparecidos desde o início dos protestos

Informação foi divulgada pela ONG Avaaz, com base em dados de organizações dos direitos humanos

Síria: três mil desaparecidos desde o início dos protestos
Manifestante em Damasco, capital da Síria (Reprodução/AP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A organização não-governamental (ONG) Avaaz informou nesta quinta-feira, 28, que aproximadamente três mil pessoas estão desaparecidas na Síria desde o início do movimento de contestação contra o regime do presidente Bashar al Assad.

Leia também: Primavera Árabe atinge um novo patamar 

O paradeiro de 2.918 sírios presos pelas forças de segurança é desconhecido desde 15 de março, quando foi registrado o início dos protestos.

O relatório também informa que 1.634 pessoas morreram desde o começo dos movimentos de protestos. Além destas, 26 mil foram presas e 12.617 delas ainda permanecem detidas.

A Avaaz afirma que trabalhou com duas organizações de defesa dos direitos humanos sírias para chegar aos números finais e obter as fotos de todos os desaparecidos, assim como informações pessoais e a data da prisão de cada uma deles.

Fontes:
G1 - Síria tem 3 mil desaparecidos após início dos protestos, diz entidade

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *